Artigos Anteriores

O FOCO DAS ESTATAIS

ANO XIV - Nº 007/14 -

COM RIGOR

Pode parecer incrível, mas a verdade é que um grande número de brasileiros ainda não percebeu que enquanto MUITAS empresas privadas se preocupam com a qualidade e a produtividade, TODAS as empresas públicas fazem exatamente o contrário, ou seja, aplicam programas de improdutividade e má qualidade com o máximo rigor.

TRÊS DEPARTAMENTOS

Aliás, a estrutura organizacional de todas as estatais, mesmo que não conste nos seus estatutos sociais, precisam contar com três departamentos: da INEFICIÊNCIA, da INCOMPETÊNCIA e da CORRUPÇÃO. Para tornar qualquer empresa inviável basta a atuação de apenas um departamento. Entretanto, para que o desastre seja total, os governantes exigem que os três departamentos sejam muito focados e tenham atuação plena.

PREGADORES

Ora, como isto é um FATO já analisado e comprovado, sob todos os ângulos de observação, quem prega pelo fim das privatizações e/ou concessões de serviços públicos à iniciativa privada só o faz por três razões: 1- sofre de doença mental gravíssima; ou, 2- é um ideológico apaixonado pelo caos; e, 3- faz parte da corporação.

SEM EXCEÇÃO

Diante das claras evidências de que as administrações de empresas públicas são pra lá de tenebrosas, até chega-se à conclusão de que existe, sim, regra sem exceção. No caso de estatais, a regra é gerir mal, desperdiçar ao máximo e roubar o que for possível. Sem exceção.

SEM PIEDADE

O Brasil é rico em estatais falidas, como se sabe. Mas, quem excede mesmo é o Rio Grande do Sul. Os monstros, tipo CEEE, EGR, PROCEMPA, CESA, por exemplo, já bastam para mostrar o quanto seus administradores agem, sem piedade, contra o dinheiro público. Pois, mesmo assim, muitos gaúchos adoram empresas públicas. Pode?

PROCEMPA

A Procempa, empresa pública municipal de Processamento de Dados, está simplesmente abalada, financeiramente. Motivo: foi assaltada por seus administradores. A ponto, inclusive, de não sobrar dinheiro para a folha de salário do funcionários. Que tal?

EXCELÊNCIA?

Já a situação da CEITEC - Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica, estatal brasileira com sede em Porto Alegre, no péssimo Estado do RS, é de chorar. O mais estranho, no caso desta estatal, é que o governo se refere à empresa como um CENTRO DE EXCELÊNCIA. Pode? O fato é que, passados 13 anos desde que o projeto CEITEC começou a tomar forma (foi criada em 2000), quando um protocolo de intenções foi firmado entre os governos municipal, estadual e federal, ainda está em busca de um rumo. Excelência sem rumo!Como os petistas e assemelhados sempre tiveram verdadeira aversão à iniciativa privada, o governo, por possuir as mesmas convicções, simplesmente desistiu de tornar a estatal economicamente viável. A bem da verdade é preciso deixar claro o seguinte: os departamentos da INEFICIÊNCIA, DA IMPRODUTIVIDADE E DA CORRUPÇÃO são os mais ativos e promissores. Detalhe: nunca entraram em greve nem sofreram paralisações. Que tal?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • OS CULPADOS
    O Ministro Guido Mantega, disse à Veja que a inflação está perto de níveis confortáveis. Mais: que a inflação é impulsionada por fatores externos. Como sempre, a culpa é dos outros...
  • PIBINHO
    O boletim Focus do Banco Central apontou, mais uma vez, menor crescimento do PIB para este ano: a expectativa passou de 2,28% na semana anterior para 2,24%. Já para a Selic foi mantida a projeção de 9,25% ao ano tanto para este quanto para o próximo ano.
  • TÁ NA MESA
    O Tá na Mesa desta 4ª feira, 07, vai receber o presidente da Oracle do Brasil, Cyro Diehl. Às 12h, no Palácio do Comércio, no Centro de Porto Alegre.
  • COLÓQUIO
    Hoje, 05, a partir das 19h, acontece o 1º Colóquio do Fórum da Liberdade, evento que tem como objetivo dar continuidade ao debate de ideias gerado no Fórum da Liberdade e que contará com palestrantes de renome internacional.Participarão o economista e político argentino Ricardo López Murphy ? que foi ministro da Defesa e da Economia da Argentina e concorreu às eleições presidenciais do país em 2003 ?; o economista e filósofo mexicano Arturo Damm Arnal; e o filósofo, escritor, professor e articulista Denis Rosenfield. O tema desta edição será Caminhos para a América Latina.

FRASE DO DIA

A VERDADE É SEMPRE ESTRANHA. MAIS ESTRANHA QUE A FICÇÃO.

Lord Byron