Artigos Anteriores

O EXEMPLO INGLÊS

ANO XIV - Nº 007/14 -

TEMA ÁRIDO

Muita gente, como se sabe, simplesmente abomina temas que tratam de economia. Pelo que alguns leitores já me confidenciaram, a dificuldade está no fato de que, em geral, ao expor assuntos econômicos, tanto gráficos quanto números se fazem necessários. Como a maioria dos brasileiros detesta a matemática, a economia é sempre jogada de lado, infelizmente.

GEORGE OSBORNE

Mesmo assim sugiro aos que gostam e, principalmente, àqueles que detestam temas econômicos, que leiam a entrevista concedida pelo o ministro das Finanças britânico, George Osborne, à revista Veja desta semana, que está publicada nas Páginas Amarelas. Vale a pena, gente.

CORTAR GASTOS

De antemão é preciso observar que Osborne, considerado como segundo homem mais importante do governo, sabe, perfeitamente, que ao se decidir pelo corte de gastos de governo, a popularidade deve ser jogada para um segundo ou terceiro plano. Coisa que, infelizmente, o Brasil está longe de ter a coragem que os ingleses estão mostrando, com a atuação do atual ministro das finanças.

RESPONSABILIDADE

Ao ser perguntado como lidar com a contradição, Osborne respondeu: - Boas políticas acabam levando a uma boa economia. A principal responsabilidade do Ministro das Finanças é fazer as políticas corretas para melhorar a economia a médio e longo prazo, e para isso não se pode esconder da população certas verdades difíceis..

CONTINUA OSBORNE...

Frequentemente, há interesses velados e grupos de pressão posicionando-se contra as reformas econômicas. Precisamos deixar claro que não podemos ter tudo que queremos, e que há muitas coisas boas com as quais o país NÃO pode arcar.

CORAGEM

A população costuma compreender e respeitar governos que tomam decisões difíceis. Ao fim e ao cabo, a minha responsabilidade é o bem estar dos cidadãos britânicos. As pessoas podem me julgar por acertar ou errar, mas não quero que digam que eu sabia qual a decisão certa e não tive coragem de tomá-la por ser impopular.

O CARA

Depois de ler a entrevista toda fiquei me perguntando: - Por que não se faz com a economia aquilo que é comum no futebol? Assim como os clubes tratam de importar jogadores para melhorar seus time, e assim torná-los mais competitivos, o Brasil deveria importar um ministro de finanças do tipo Osborne. Que tal? Ou será que alguém ainda imagina que Mantega é o cara?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • LIMINAR
    A ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, determinou a instalação pelo Senado de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) exclusiva para investigar os escândalos da Petrobrás. Mas, atenção: trata-se, por ora, de uma liminar.
  • PORTO NO URUGUAI
    O presidente do Sindicato do Comércio Atacadista de Louças, Tintas e Ferragens de Porto Alegre, Leonardo Ely Schreiner, manifestou indignação com as denúncias de que o governo brasileiro estaria disposto a apoiar a construção de um porto de águas profundas na cidade de Rocha, no Uruguai ? localizada a apenas 84 quilômetros da fronteira com o RSDe acordo com as informações divulgadas pela imprensa, o projeto receberia financiamento do BNDES em valor equivalente a mais de US$ 1,0 bilhão, repetindo, agora em maior escala, decisão similar para a implantação do porto de Muriel, em Cuba, recentemente inaugurado, para o qual o banco concedeu financiamento de US$ 682 milhões. O dirigente do Sindicato considera, porém, que o procedimento em relação ao Uruguai assume extrema gravidade, porquanto representaria o emprego de recursos brasileiros para apoiar uma obra que, pela sua proximidade e outras características, representaria a criação de um forte concorrente com o porto gaúcho de Rio Grande bem como com os terminais portuários de Santa Catarina e do Paraná.
  • AZUL
    A Azul informou, ontem, que entrará no mercado internacional com a oferta de voos entre Brasil e EUA a partir de 2015. O projeto de lançar voos internacionais começou a ganhar força dentro da empresa aérea no início de 2012, mas ficou na gaveta após o anúncio da fusão com a Trip, em maio daquele ano.
  • INGLÊS PARA A COPA
    Com a Copa do Mundo, o Sindilojas Porto Alegre está promovendo mais uma turma do Seleção Varejo, programa de capacitação focado em qualificar o atendimento aos turistas no período do campeonato. Entre os dias 5 e 29 de maio, a Entidade oferece o curso intensivo de Inglês para vendas, com conteúdo direcionado para que as equipes possam se comunicar e negociar adequadamente com compradores em língua inglesa.

FRASE DO DIA

A DISTÂNCIA ENTRE O SONHO E A CONQUISTA CHAMA-SE ATITUDE.