Artigos Anteriores

O ESTOQUE DE VERDADES (OU MENTIRAS)

ANO XIV - Nº 007/14 -

INOCENTES

Da mesma forma como impressiona o tamanho descomunal da roubalheira até agora apurada com a Operação Lava-Jato, o que também chama muito a atenção é que a cada delação feita pelos criminosos, os denunciados (todos, sem exceção) correm, desesperadamente, para dizer que são INOCENTES. 

INVENTORES DE HISTÓRIAS

O que muitos dos envolvidos, que preferem acusar os delatores de -inventores de histórias- com o propósito de diminuição do tempo que deveriam permanecer na prisão, ainda não se deram conta é quanto ao tamanho do possível ESTOQUE de denúncias, que certamente deve ser bem maiores do que imaginam. 

ESTRATÉGIA

Creio que por questões de estratégia, tanto o Ministério Público Federal quanto o excelente juiz Sérgio Moro entendem que bem antes de mostrar tudo que foi delatado, nada melhor do que acompanhar as reações dos esbravejados envolvidos. Quem sabe trata-se de um teste inicial para ver quem realmente está mentindo:  os delatores ou os delatados. 

LISTAS

Observem que estes que estão delatando também se declararam como INOCENTES, quando seus nomes apareceram nas listas dos envolvidos nos casos de corrupção. Foi o tempo em que permaneceram presos que levou estes delatores a entregar as quadrilhas todas e seus líderes. 

QUADRILHA

Ora, por mais que os denunciados digam que os delatores mentem com o propósito de se livrar da prisão, o fato é que ao devolverem boa parte do produto do assalto não só admitiram CULPA como também deixaram claro e transparente que faziam parte da quadrilha cujos nomes estão sendo delatados. 

AMBIENTE

A pergunta que todos devem estar fazendo é a seguinte: - É possível que só os delatores sejam mentirosos? Pois, para esta pergunta a minha resposta é: - Deixem os delatados mofar por algum tempo no xadrez. Trata-se do melhor ambiente para refrescar a memória, como já aconteceu com os atuais delatores. Que tal?

EDITORIAL DE ONTEM

Ah, só para  complementar o que escrevi no Editorial de ontem, no qual fiz referências às importantes afirmações feitas pelo ministro do STF, Luís Roberto Barroso, no BRAZIL FORUM, em Londres, eis o que o mesmo disse sobre os problemas trabalhistas do nosso país:  

1- o Brasil, sozinho, é responsável por 98% dos processos trabalhistas em todo o planeta —o país tem 3% da população mundial.

2- O Citibank desistiu de operar no Brasil quando detectou que obtinha no país 1% de suas receitas, mas sofria 93% das ações trabalhistas.

3- comentou que 4% do PIB brasileiro é gasto com o custo do funcionalismo público, com o que procurou indicar o alto custo do Estado.

4- a soma dos sistemas público e privado da Previdência custa o correspondente a 54% do ORÇAMENTO  BRASILEIRO, ou seja, mais do que o dobro do que é gasto com educação, saúde e benefícios sociais.
 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • IGP-10

    De acordo com a FGV, o Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) recuou 1,10% em maio, após queda de 0,76% em abril. O resultado ficou dentro das estimativas de analistas, que previam queda entre 1,17% e 0,90%. No ano, o índice acumula deflação de 0,81% e alta de 2,14% em 12 meses.

     

  • PIB EUROPEU

    Na zona do euro, o PIB cresceu 0,5% no primeiro trimestre do ano em comparação com os últimos três meses de 2016. Na comparação anual, a expansão foi de 1,7%, conforme dados divulgados pela Eurostat.

  • UNIVERSIDADE ABERTA

    Ontem, com o lançamento da Universidade Aberta de Porto Alegre, a Capital do RS passa a contar com um novo projeto que reúne debate de ideias, empreendedorismo e formação profissional e cultural para o grande público.

    Para o prefeito Nelson Marchezan Júnior, o projeto Universidade Aberta vai ajudar a avançar em debates que “cheguem na vida real das pessoas”.. Segundo o prefeito, a cidade chegou ao caos na infraestrutura, na saúde e na educação, pois perdeu muito tempo com discussões infrutíferas: “precisamos de debates mais intensos, revolucionários, para que eles cheguem à vida de quem mais precisa, esse é o objetivo. As elites também são responsáveis por chegarmos até esse caos, temos de parar de cavar no fundo do poço e olhar para cima”, diz.

    A aula inaugural será amanhã, quarta-feira, 17, com o tema “O que é uma sociedade justa? Liberdade vs. Igualdade no debate contemporâneo”, na Casa dos Conselhos (av. João Pessoa,1.110), às 19h30, com o professor do IBMEC Diogo Costa, mestre pela Columbia University e doutorando pelo King's College London, e o professor da UFRGS Nelson Boeira, doutor pela Yale University, ex-Secretário da Cultura do Estado e ex-reitor da Universidade Estadual do RS (Uergs).

    Além do debate de ideias, a Universidade Aberta de Porto Alegre contará com uma forte ênfase nas pautas de empreendedorismo. Outro objetivo central para o projeto da UnA é a atenção dada à formação continuada e à qualificação dos professores da rede municipal. “Nossa Capital já teve alto índice educacional e ainda é vista como uma referência, e por isso tenho confiança que voltaremos a alcançar patamares mais altos. E Universidade Aberta terá papel importante neste sentido, permitindo e estimulando, também, a capacitação continua dos nossos professores”, ressaltou o secretário-adjunto da Cultura, Eduardo Wolf, um dos idealizadores da proposta.

    Após a aula inaugural, serão realizadas atividades permanentes, durante quatro semanas, sempre com profissionais de referência em suas áreas.“Começaremos com algo que valoriza a gramática, em curso com o maior especialista em linguista que temos hoje, o professor Cláudio Moreno, falando sobre pontuação e, mais do que isso, sobre a importância de mantermos os valores da língua portuguesa e seus elementos de correção” antecipou o coordenador do Livro e Literatura da Secretaria de Cultura, Sergius Gonzaga.

    Saiba mais - A Universidade Aberta de Porto Alegre está alinhada com modelos internacionais de universidades livres, como a Universidade Aberta de Paris, e a centros de pesquisa, formação e advocacy comuns no mundo anglo-saxão. Além de desenvolver suas atividades, firmará convênios e acordos de cooperação com outras instituições acadêmicas e instituições nacionais e latino-americanas que contribuem para o debate público. Mais informações: universidadeaberta.poa@gmail.com  .

FRASE DO DIA

Quem não sabe o que busca, não identifica o que acha.