Artigos Anteriores

O CADÁVER DO ANO

ANO XIV - Nº 007/14 -

ELEIÇÃO ANTECIPADA

Mesmo faltando mais de 9 meses para o encerramento de 2018, os meios de comunicação do nosso empobrecido Brasil, liderados pela Rede Globo, já elegeram como O CADÁVER DO ANO a vereadora carioca, Marielle Franco, do PSOL, morta a tiros nesta semana no centro do Rio.

NOTORIEDADE

Ainda que mais de cem assassinatos já tenham sido registrados em todas as ruas do Brasil só nestes dois meses e meio de 2018, transformando estes crimes em algo muito banal e corriqueiro, nenhum caso ganhou tanta notoriedade por parte da mídia quanto este que resultou na morte da vereadora.

ESPECIALISTAS

Junto com a notável exposição do cadáver, o que menos faltou foram as mais surradas explicações de -especialistas-, todos sempre muito prontos para repetir o óbvio, ou seja, do quanto o Brasil é refém da flagrante insegurança e de atos de violência que, além de cruéis, crescem sem parar.

EMENDA BARRADA

Como o ainda é desconhecido o autor do crime, ninguém pode afirmar qual o seu sexo, cor ou idade. O que é bastante conhecido, mas precisa ser dito e repetido, é que a vítima, a vereadora Marielle Franco, do PSOL, vibrou muito depois que conseguiu, na Câmara Municipal, BARRAR A EMENDA que poderia permitir o uso de armas de fogo por parte da Guarda Municipal do Rio.

VÍTIMA DO SISTEMA QUE APOIAVA

Mais: Marielle também se declarou -nítida e frontalmente- CONTRÁRIA à intervenção na segurança pública no Rio. Ou seja, a vereadora, pelas suas convicções, ACABOU vítima do SISTEMA que sempre apoiou e defendeu, prestando total solidariedade. 

DESRESPEITO

Entre tantas coisas que ouvi ontem, uma delas que muito me chamou a atenção foi a declaração infantil dada pelo ministro do STF, Ricardo Lewandowski, ao dizer que a violência é estimulada, em muito, pelo desrespeito às instituições.
Pois, no meu entender, o desrespeito que os ministros do STF têm para com o povo, quando, seguidamente, mandam soltar políticos e empresários envolvidos na Lava Jato, é fator que estimula em muito a violência.
 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FÓRUM DA LIBERDADE

    Somos apoiadores e incentivadores deste grande evento: Fórum da Liberdade - A Voz da Mudança!

    E para presentear nossos seguidores, temos 10% de desconto para quem se inscrever com o nosso código “pontocritico”. Acesse o link:  http://forumdaliberdade.com.br/ 

  • CARAVANA DA LIBERDADE

    O projeto Caravana da Liberdade - Cuba, Venezuela, Brasil,  é um circuito de palestras que mostrará a vida real nas ditaduras comunistas em Cuba e na Venezuela, contada por cubanos e venezuelanos refugiados e analisada por pensadores brasileiros.
    A intenção é destacar os valores da liberdade e do respeito ao indivíduo e mostrar o que acontece quando as pessoas são privadas destes valores e dos seus direitos fundamentais. O projeto começa em Porto Alegre, dia 19 de maio e depois percorre outras sete cidades universitárias gaúchas: Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Novo Hamburgo, Santa Maria, Passo Fundo, Pelotas e Rio Grande.
    O projeto mescla as palestras com cultura, trazendo exposições fotográficas, documentários, gastronomia e dança. Conheça alguns dos palestrantes - líder da resistência venezuelana Roderick Navarro (Rumbo Libertad); blogueira Zoe Martinez (Cuba); escritor e professor Percival Puggina; escritor e objetivista Roberto Rachewsky; Professor Marcelo Berger e Professor Marcus Boeira.

    O projeto está em fase de captação de recursos via crowdfunding e foi idealizado pela jornalista, palestrante e mestre em ciência política Fernanda Barth. A Caravana da Liberdade é um importante contraponto na guerra cultural contra as narrativas de esquerda, que vendem Cuba e Venezuela como paraísos. É realmente muito importante ajudar a viabilizar este projeto que vai levar a história real, contada por jovens quem viviam nestes países, para dentro do ambiente universitário.
    Para contribuir clique aqui: https://www.kickante.com.br/campanhas/caravana-da-liberdade-cuba-venezuela-brasil

  • EMPRESÁRIOS PREOCUPADOS

    Os investidores e empresários que participaram do Fórum Econômico Mundial em São Paulo, se mostraram pouco preocupados com a eleição de outubro. A leitura é de que as reformas, que são a principal demanda do empresariado, tomaram um caminho sem volta. Mesmo que o vencedor da sucessão presidencial esteja no extremo do espectro político, dada a urgência do país de conter a escalada da dívida pública, simplificar seu sistema tributário e melhorar as condições de competitividade das empresas, ele terá que dar continuidade às medidas estruturais, visto que um novo ciclo recessivo não interessa à classe política. (Estadão)

  • MUSEU EGÍPCIO ITINERANTE

    O segundo andar do Bourbon Wallig volta a receber a exposição Museu Egípcio Itinerante. Com foco na cultura do Antigo Egito, o evento segue no local até o dia dois de junho, buscando valorizar e divulgar a civilização egípcia através da exibição de itens relacionados à política, arte, economia e religião da época. Ao todo, estão expostas 200 peças produzidas pelo artista plástico egípcio Essam Elbattal e que reproduzem múmias, sarcófagos, estátuas, navios, pinturas sobre papiros, além de alguns dos objetos mais importantes do Faraó Tutankámon e de Ramsés II. Na mostra, que segue no shopping até o dia dois de junho, o visitante também poderá assistir a um espetáculo de som e luzes no qual Deuses e Faraós contam sua própria história.
    O valor do ingresso é de R$20,00 para o público geral e R$10,00 para estudantes. O horário de visitação é entre 09h e 22h, de segunda à sábado, e entre 12h e 20h aos domingos e feriados, sendo que grupos escolares podem fazer agendamento prévio. Crianças de até quatro anos que não façam parte de grupos escolares são isentas de pagamento. Durante a exposição, os visitantes são orientados e acompanhados por monitores. Instituições escolares podem agendar visitas em grupo através dos telefones (51) 98118.8210 ou (51) 99208.1820.
     

FRASE DO DIA

Presta atenção. As pessoas mostram o tempo todo quem realmente são.