Artigos Anteriores

O BRASIL NO EXTERIOR

ANO XIV - Nº 007/14 -

TOLERÂNCIA

Quando a economia de um país vai bem, ainda que seus defeitos apontados precisem ser reparados, a tolerância é enorme. Ou seja: em cenário de céu de brigadeiro ninguém se preocupa com correção de rumo ou conserto de erros. É a velha lógica de que em time que está vencendo não se mexe.

SACRIFÍCIO

Porém, quando a economia entra em parafuso aí não tem perdão, pois os defeitos aparecem com nitidez. Nesse momento os imprevidentes desleixados são expostos para o sacrifício. Aí o que impera é a incessante caça às bruxas.

PAÍS POUCO SÉRIO

O Brasil, que por muito tempo foi considerado um país pouco sério, parece ter gostado dessa má fama. Basta observar que nem a séria crise que estamos enfrentando conseguiu fazer a sociedade admitir que o governo é o grande responsável pelos nossos insucessos.

FAMA

Por não ter feito nem sugerido as reformas (mais do que necessárias), que poderiam dotar o país de uma boa musculatura para poder suportar os efeitos ruins de qualquer crise, o governo deveria ir para o sacrifício. Em países sérios é assim: os maus precisam pagar pelos seus erros. Como queremos manter a fama de um país pouco sério, nada que possa melhorar vai acontecer, infelizmente.

ENGODO

Para que não haja pressão sobre a necessidade de fazer as reformas, a ordem agora é repetir, se possível várias vezes ao dia tal qual uma oração, é que o Brasil sairá reforçado dessa crise e bem melhor do que outros países emergentes. Amém. Ora, isto é um engodo, gente. Por favor, não acreditem nesses palestrantes e entrevistados que já tem essa frase pronta.

SINCERIDADE

Anotem aí: nós só sairemos reforçados das crises (esta e todas as outras) quando fizermos as reformas. Sem elas, me desculpem a sinceridade crua, direta e sem rodeios, não sairemos reforçados de coisa alguma.

ALEMANHA

Com as pessoas que tenho conversado aqui na Alemanha percebo que o Brasil passou a ser mais admirado depois da última reunião do G-20, em Londres. Simplesmente porque os noticiários daqui informaram, rapidamente, a mesma coisa que é repetida à exaustão aí na terrinha: os danos promovidos pela crise poderão ter efeitos menos desastrosos no Brasil.

PASSAGEIRA

Como a maioria das pessoas só compra notícias prontas, para eles isto bastou para começarem a falar bem do nosso país. Estou tentando explicar, de forma responsável, que a nossa melhora comparativa, sem boas reformas, será breve, passageira. Como não queremos entrar nos trilhos o mais provável é que permaneceremos com a velha fama de um país pouco sério.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ALMOÇO DO VAREJO
    A CDL Porto Alegre realiza no próximo dia 28 mais uma edição do Almoço do Varejo. O tema será ?Inovação é dinheiro novo: como inovar em tempos de crise??, com Clemente Nóbrega, especialista em estratégia empresarial e colunista de inovação da Revista Época Negócios. O evento ocorre no Salão de Eventos do Hotel Plaza São Rafael, na Capital, a partir das 12h. Mais informações pelo telefone (51) 3017 8089.
  • ARACRUZ
    O porto de Rio Grande (RS) realizou o maior embarque de celulose em um só navio de sua história. Foram 40 mil toneladas do produto, destinadas à China no navio Indiana, de bandeira de Cingapura. Normalmente, são embarcadas 25 mil toneladas em cada navio no cais público. Das 40 mil toneladas, 25 mil foram embarcadas no Porto Novo, onde está armazenada a celulose oriunda da fábrica da Aracruz em Guaíba. O restante foi embarcado no terminal da Yara Brasil via transbordo, devido à necessidade de um calado superior a 31 pés.
  • LANÇAMENTO
    O Boticário faz o lançamento de novos produtos em Porto Alegre no próximo dia 28 de abril. Destaque para a maquiagem outono/inverno Celebrare Collection, que possui pó de diamante na formulação. O evento será realizado no cinema do BarraShopping Sul, às 19h30, e terá a presença do badalado maquiador Fernando Torquatto, consultor de maquiagem da marca.
  • INAUGURAÇÃO
    Com estrutura totalmente inovadora e atualizada para o desenvolvimento de pessoas para o mundo do trabalho, o Sistema Fecomércio-RS inaugura a nova sede operacional do Senac, na cidade de Erechim, no próximo dia 24 . O evento de inauguração ocorre a partir das 19h, nas novas instalações da escola, rua Praça da Bandeira, 26. A inauguração contará com a presença do presidente do Sistema Fecomércio-RS, Flávio Roberto Sabbadini, e do diretor regional do Senac-RS, José Paulo da Rosa.
  • BOLETIM SINMETAL
    Os resultados das exportações do setor Metalmecânico e Eletroeletrônico do Rio Grande do Sul mais uma vez mostram-se negativos. As vendas externas do setor no primeiro trimestre de 2009 caíram 32,32% frente ao mesmo período de 2008, variação que se manteve ao longo dos três meses observados. Obviamente estes números refletem a crise mundial e influenciam no desempenho das empresas gaúchas de forma bastante negativa, principalmente naquelas que possuem caráter exportador.

FRASE DO DIA

QUEM JULGA PELO QUE OUVE E NÃO PELO QUE SABE É ORELHA E NÃO JUIZ.

Desconhecido