Artigos Anteriores

NOVA ORDEM

ANO XIV - Nº 007/14 -

PALESTRAS TRANQÜILIZADORAS

Os economistas de grandes bancos têm se apresentado, nos últimos dias com mais freqüência, aos seus maiores clientes com palestras e programas tranqüilizadores, tentando de todas as formas afastar ao máximo o pânico e a desconfiança dos investidores e poupadores quanto aos rumos do mercado financeiro.

SEM CONVENCER

Existem perguntas, cujas respostas são conhecidas antecipadamente, que jamais chegam a convencer a quem quer que seja. Todos nós sabemos, por exemplo, que quando é perguntado às nossas autoridades públicas, se a crise do mercado financeiro imobiliário americano pode prejudicar a nossa economia, as respostas são sempre negativas.

NÃO!

Se as mesmas perguntas forem endereçadas também aos ministros da área econômica, ou ao presidente Lula, é óbvio que as respostas serão idênticas: rápidas e com um grande NÃO.

SEM FOGO NO CIRCO

Se a mesma pergunta for feita para uma autoridade financeira internacional que esteja em visita ao Brasil, a resposta, gente, será a mesma. Afinal, por mais que alguém admita que a crise é séria (e é mesmo) ninguém está aí para atear fogo na lona do circo. Convencimento, quando existe, é uma coisa. Expor publicamente o tal convencimento é outra, bem diferente.

SEM OBA OBA

Uma coisa, entretanto, já está acontecendo neste momento. Uma nova ordem já foi transmitida pelas direções de crédito das grandes instituições financeiras do país aos seus atendentes: é necessário controlar melhor a concessão de financiamentos daqui para frente. Se existia um grande oba oba no fornecimento do crédito, a nova ordem é de começar a endurecer.

MAIS SELETIVO

Os créditos para consumo de bens duráveis que estão bem aquecidos, como automóveis e imóveis, devem ser mais seletivos doravante. Os juros vão aumentar e os prazos vão diminuir. As duas coisas vão acontecer. Não é nada que dificulte sobremaneira as vendas, mas a seleção será maior daqui para frente.

SUB-PRIME

Tais medidas não são impeditivas do crescimento da nossa economia, mas, com toda a certeza, atuarão como um freio. Ou seja: vamos passar por um crescimento mais comedido naquilo que depender do crédito mais abundante. Afinal, o mercado de sub-prime existe em todos os lugares do mundo. E quem define esta maior ou menor concentração perigosa é a capacidade de pagamento demonstrada pelos tomadores de empréstimos.

ARMAZENAGEM

O RS terá um programa para incentivar a armazenagem de grãos certificados. A CAIXA/RS lançou hoje, 27, em seu estande na Expointer 2007, o programa Armazenagem Certificada, que vai disponibilizar R$ 30 milhões em créditos. O objetivo é preparar fabricantes de sistemas de estocagem, armazenadoras e empreendedores rurais para as novas exigências de qualificação criadas pelo Ministério da Agricultura (MAPA) e Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).

ASSOCIAÇÃO OPERACI0NAL

A Paim Comunicação e a McCann Erickson comunicaram, hoje pela manhã, a parceria operacional entre as duas agências. Pelo acordo, a Paim representará a McCann em Porto Alegre para todos os clientes da multinacional, enquanto a McCann dará apoio aos clientes da Paim em outros mercados.

SEMINÁRIO

Imobiliárias e Construtoras Nacionais ? É Bom para o Mercado Gaúcho?. Este é o tema em debate nesta terça-feira (28) no Seminário de Atualidade Imobiliária promovido pelo Sindicato dos Corretores de Imóveis do RS (SINDIMÓVEIS/RS) que acontece às 19h, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre.

PAPO COM CAFÉ

O Conselho Jurídico da ACI de Novo Hamburgo realiza mais uma edição do Papo Com Café, no dia 10 de setembro. O palestrante será o deputado estadual Nelson Marchezan Júnior, que debaterá sobre o tema: Pregão eletrônico e o controle eletrônico de preços. O evento é gratuito e acontece das 18h30min às 20h. Informações pelo e-mail: eventos@acinh.com.br.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

OS DISCURSOS PASSAM. AS AÇÕES FICAM.

N. Bonaparte