Artigos Anteriores

MUITA GENTE NÃO SABE

ANO XIV - Nº 007/14 -

GEORREFERENCIAMENTO - 1

Pouca gente está sabendo, mas atenção: Quem possui um imóvel rural com mais de 500 ha (ou com qualquer área após outubro de 2005) e necessita registrar um novo ato em sua matrícula - uma escritura de compra e venda ou de inventário, por exemplo ? receberá do Oficial do Registro de Imóveis uma exigência para realizar o georreferenciamento do imóvel nos termos da Lei 10.267/01. No RS, por exemplo, mais de 90% das propriedades tem até 500 ha. Pois bem, através desta sutil e importante exigência estará ocorrendo, felizmente, a maior revolução no sistema de registro e controle dos imóveis rurais já efetuada no país e, provavelmente, no mundo.

GEORREFERENCIAMENTO - 2

O Brasil, colonizado por Portugal onde o controle da ocupação da terra não era exatamente um problema face as suas reduzidas dimensões e a estabilidade feudal, distingue-se até hoje dos demais paises ocidentais - em especial dos sul-americanos colonizados pela Espanha -, por não possuir um sistema de controle geométrico da configuração das propriedades sobre seu território. Somos, portanto, de último mundo neste aspecto.

GEORREFERENCIAMENTO - 3

Em todos os nossos paises vizinhos, para efetivarem-se os efeitos dos registros exemplificados, o interessado necessita apresentar documentos em dois órgãos: no Registro de Imóveis, que como aqui controla a sucessão documental da titularidade de uma matrícula, e no catastro nacional (com ?t? por originar-se do sistema napoleônico francês denominado catastre, que controla a sucessão de desmembramentos e remembramentos de cada polígono geométrico definidor de uma propriedade dentro do pais (?el padrón? em espanhol).

UMA DEBANDADA DE FIÉIS?

Encerrado o funeral do Papa João Paulo II, as atenções se voltam agora para a escolha do novo Papa. Por princípio preferi dar este tempo para também entrar no campo das especulações sobre quem deve ser o escolhido para o novo mandato. Mas, pelo venho acompanhando pela imprensa, muitos gaúchos estão cheios de satisfação se imaginando com a possibilidade de ver um conterrâneo no cargo. Creio que, se estiverem certos vamos viver uma nova realidade religiosa no mundo. E a debandada de fiéis e convertidos será muito grande para outras religiões. Mesmo sem ser praticante vou tratar também de cair fora, pois de neocomunismo basta o que está se aproximando velozmente no Brasil.

ADESÕES PERIGOSAS

Para quem não sabe, Diogo Mainardi até antecipou o assunto na sua coluna da revista Veja desta semana. Caso o Conclave do Vaticano, por hipótese, se decida mesmo por Hummes, aí o mundo todo estará condenado e perdido. Por enquanto só o RS e boa parte do Brasil está se acabando com as propostas defendidas pelo Cardeal. Principalmente pelas adesões que faz às invasões de terras e às maravilhas ditas e oferecidas por Fidel Castro, Hugo Chávez e Cia.

INGRESSO PARA O INFERNO

Espero que ainda haja tempo para corrigir estas questões emocionais, típicas de um sentimento puramente bairrista. Para que não influenciem nas decisões de escolha do novo Sumo Pontífice. Apesar de estar convencido de que a Igreja vem trilhando um perigoso caminho do atraso, quero crer que ainda não o suficiente para eleger como Papa alguém como o nosso Cardeal. Anote aí: João Paulo II foi quem conseguiu tirar a Polônia do comunismo. Hummes, por sua vez, quer o ingresso do Brasil no inferno.

CONDENADOS AO FRACASSO

A Camara de Vereadores de Porto Alegre não gosta mesmo de desenvolvimento. Quer a cidade mergulhada definitivamente no atraso. Pelo visto prefere muito mais as carroças e quantas mais tiver, melhor deve ficar a Capital. Até os empreendimentos maiores, que geram mais atividade econômica, mais atividade pessoal e mais tudo, por uma penada ficaram impedidos de acontecerem. Esta a qualidade de vida que resta. A pior.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • SIMECAN EM HANNOVER
    O Simecan informa, de Hannover, Ale, que em relação ao ano passado, houve uma grande evolução das empresas expositoras apoiadas pelo Sindicato: todos os catálogos estão em inglês e todas estão certificadas pela ISO ou preparando-se para a certificação. A empresa Duptecc-Fusoforte, por exemplo, está na Feira dando continuidade a um trabalho iniciado em 2003, quando foi como visitante. Em 2004 a empresa canoense já participou como expositora, onde verificou a necessidade de estar certificada de acordo com as normas ISO. Em tempo recorde, a Duptecc buscou a certificação e está em Hannover para dar continuidade a um projeto pré-estabelecido, que prevê exportações já para o segundo semestre de 2006. A diferenciação com relação a 2004 é o Certificado ISO. Assim, estar em Hannover passou a ser uma obrigação. E a expectativa é de que os contatos sejam bons. Aliás, hoje aconteceu uma boa reunião com um representante da Bosch da Alemanha, dando início a uma consulta de 300 mil peças/ano de um único item. Já a Metalmolas, depois de estar em Hannover na condição de visitante, em 2004, volta à Feira como expositora. Até o final deste mês já estará certificada e em totais condições de exportar seus produtos. Mas foi a Hannover também em busca de novas parcerias e tecnologias. E já fez contatos com empresários da Alemanha, França e Itália, onde numa das reuniões, a empresa canoense já recebeu um pedido de cotação para o fornecimento de 30 mil peças.
  • FÓRUM
    No dia 19 de abril, na Fiergs, acontecerá o Fórum de Comércio Exterior ? A Realidade do Brasil no Comércio Internacional. O evento vai abordar temas importantes para o setor, esclarecendo as políticas de incentivo aos negócios e as estratégias que ajudaram algumas empresas a serem bem sucedidas no exterior.
  • ARACRUZ
    -A Aracruz Celulose informou que no 1º trimestre de 2005 teve lucro líquido de R$ 0,19 por ação, resultado 35% acima do mesmo trimestre de 2004 (R$ 148 milhões). A receita operacional líquida foi de R$ 791 milhões - 7% maior que o do mesmo período do ano anterior. A empresa também bateu recorde de produção de celulose no trimestre, de 661 mil tons, 5% acima do mesmo trimestre de 2004. Já o volume de vendas de celulose, de 592 mil tons, foi 10% maior que o do mesmo período do ano anterior.
  • CONGRESSO
    -A Associação Brasileira de Recursos Humanos, seccional Rio Grande do Sul, e ARH Serrana lançaram, ontem, a 2ª edição do Congresso Gaúcho de Recursos Humanos (CongregaRH), que acontecerá de 16 a 18 de maio, no Centro de Eventos da PUCRS (Av. Ipiranga, 6681 Prédio 41), em Porto Alegre. O CONGREGARH 2005 tem como objetivo apresentar os mais recentes paradigmas na área de desenvolvimento humano nas organizações, com a participação de palestrantes de renome nacional e internacional. ?Queremos reformular paradigmas e trazer soluções criativas. Não existe um modelo único em um cenário previsível? diz a presidente da ABRH-RS, Clarice Martins Costa. ?É um total repensar em Gestão de Pessoas com uma visão macro sistêmica?, complementa a vice-presidente da ABRH-RS, Maria Luiza Caleffi Pons.

FRASE DO DIA

O TAMANHO TRABALHA CONTRA A EXCELÊNCIA.

Bill Gates