Artigos Anteriores

MEUS PÊSAMES

ANO XIV - Nº 007/14 -

NADA A FESTEJAR

Ontem, a Constituição do Brasil, de 1988, completou 18 anos. A conquista da maioridade sem nada a festejar. Ao contrário: uma oportunidade para dar pêsames àqueles que labutam na iniciativa privada. Recheada de direitos absurdos concedidos a todos os cidadãos, a ponto de não poderem ser cumpridos na sua totalidade, a Constituição de 1988 peca, de forma impressionante, pela inexistência de deveres dos mesmos cidadãos. Um monstrengo.

MONUMENTO DIABÓLICO

Por absoluta falta de visão dos parlamentares que formaram a Assembléia Constituinte, a nossa Carta é, indiscutivelmente, um verdadeiro monumento diabólico promotor do atraso. Por conseqüência, os atos a partir de então praticados pelos nossos governantes impediram o crescimento e o desenvolvimento necessário do país.

AUMENTO DAS DESPESAS

Pelo excesso de direitos aprovados na época, as despesas do Estado cresceram de maneira descomunal. Sempre, naturalmente, às custas da diminuição sistemática e crescente, na mesma proporção, da taxa de investimento e poupança dos brasileiros. Isto explica categoricamente o aumento extraordinário da carga tributária neste período.

AUMENTO DOS IMPOSTOS

O peso insuportável e crescente dos impostos, até hoje reclamado e xingado pelo povo, correspondeu a um crescimento relativo, no mesmo nível, da economia informal. Esta prática evidente e indiscutível, se caracterizou como instrumento exclusivo de proteção àqueles que não têm como suportar tanto imposto para tocar suas atividades.

CLÁUSULAS IRREMOVÍVEIS

Este foi o resultado da estúpida Constituição de 88, cujas cláusulas, pétreas e não pétreas, se mostram irremovíveis até hoje. Só um país medíocre, habitado por pessoas medíocres, não admite mexer para diminuir as despesas originadas lá no nascimento da Carta. Tanto é verdade que as reformas reclamadas não prosperam, embora sejam absolutamente necessárias.

CORREÇÃO

Este absurdo, ainda pouco entendido pela sociedade brasileira, só se corrige com forte diminuição de despesas. E isto, espero que todos entendam, passa por retirada de privilégios e outras coisas mais que foram colocados na Constituição de 88. Arre!

ATENÇÃO

Nesta próxima terça-feira, 10/10, a partir das 10 horas, no Teatro do Sesi, serão apresentados os primeiros resultados da Agenda Estratégica RS 2020, que está propondo 90 projetos para o desenvolvimento do Estado nos próximos 15 anos, em 11 áreas diferentes: educação, saúde, meio-ambiente, desenvolvimento de mercado, desenvolvimento regional, disponibilidade de recursos financeiros, ambiente institucional e regulatório, inovação e tecnologia, infra-estrutura, gestão pública e cidadania e responsabilidade social.Para o evento foram convidadas pessoas representativas da sociedade e, entre elas, as 850 lideranças gaúchas, de vários segmentos, que estiveram presentes no lançamento do projeto, em março deste ano, os 350 especialistas dos fóruns temáticos, além dos dois candidatos ao Governo do Estado que passaram para o segundo turno das eleições. Imperdível. Apareça. Promova.

SIMECAN NA MERCOPAR

Além dos contatos com os visitantes, compradores e representantes, os empresários da Ilha Simecan na Mercopar 2006 receberam uma visita especial nesta quarta-feira. O prefeito Marcos Ronchetti, acompanhado dos secretários de Desenvolvimento Econômico, Ernani Daniel, e de Governo, Francisco Fraga, esteve verificando de perto o andamento dos negócios junto a cada uma das 12 empresas associadas que estão em busca de novos negócios na feira que encerra nesta sexta-feira em Caxias do Sul.

NOVIDADES

A Inelbra, especializada em serviços de rebobinagem de motores elétricos, apresenta na Mercopar deste ano o seu sistema de vendas \\\"Fidelidade\\\", onde para cada motor Eberle MetalCorte adquirido na Inelbra, a empresa estará disponibilizando uma peça igual de reserva, além de um atendimento nas 24h do dia. Já a Omnitec Automação é uma empresa com experiência no projeto, desenvolvimento e fabricação de máquinas, dispositivos e equipamentos especiais sob encomenda, fornecendo soluções para situações de montagem, teste, inspeção, manipulação, gravação e rodagem.A Urano Automação Comercial e Balanças Eletrônicas, classificada entre as três maiores fabricantes de balanças eletrônicas do país, apresenta na Mercopar a sua linha completa de balanças industriais, com destaque para a linha de balança de plataforma US 10000 com maior resistência e durabilidade no ambiente industrial; a CP 6/0,5 POP, balança industrial contadora de peças, e a impressora térmica de código de barras USE CB II. A Sulforja, que atua no ramo de forjados desde 1990 nos setores de implementos agrícolas, rodoviários, eletro-ferragem e blindagem, está apresentando na Mercopar algumas peças forjadas e usinadas para consumo final, assim como produtos da linha agrícola e da linha automotiva, como terminais de direção e pivôs de suspensão, que j;a estão sendo fabricados e montados para o mercado de reposição. A Ilha Simecan reúne ainda as empresas Biometal, CEL, Lasa do Brasil, Metalmolas, Passo Automação, SMC, Sulpol, Ziemann Liess.

COLETIVA

Representantes da FrankfurtRheinMain GmbH, instituição que representa uma região de 22 cidades da Alemanha estarão a disposição da imprensa dia 10 de outubro, das 11h30 às 12h, no 6º andar da Federasul. A Coletiva antecede reunião-almoço com empresários do setor de TIC.

ARACRUZ

O lucro líquido da Aracruz no terceiro trimestre foi de R$ 277 milhões, o que representa aumento de 20% em relação ao trimestre anterior, quando o valor atingiu R$ 230 milhões. A receita líquida alcançou um recorde R$ 938 milhões, 6% acima da registrada no segundo trimestre. A Aracruz foi novamente escolhida para integrar a seleta lista de empresas do Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI World) 2007, que destaca as melhores práticas em sustentabilidade corporativa no mundo. \\\"É a primeira vez que o DJSI tem apenas uma empresa representando o setor de papel e celulose, o que torna nossa permanência no índice ainda mais importante\\\", diz Isac Zagury, diretor financeiro da Aracruz. Neste trimestre, a agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou o rating em moeda estrangeira da Aracruz em mais um nível dentro da escala de classificação de grau de investimento, concedida em junho, passando agora para \\\\\\\"BBB\\\\\\\". A Aracruz é uma das poucas empresas brasileiras que possuem o grau de investimento em moeda estrangeira reconhecido pelas três agências de classificação de risco Fitch Ratings, Moody\\\\\\\'s e Standard & Poor\\\\\\\'s.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

O MEDO DE PERDER TIRA A VONTADE DE GANHAR.

Wanderley Luxemburgo