Artigos Anteriores

MERENDA PODRE

ANO XIV - Nº 007/14 -

ROTINA

As fraudes e os escândalos já se tornaram coisas muito comuns e rotineiras no Brasil todo, e no RS em especial. Aliás, o RS vem ganhando notoriedade como Estado formador e acolhedor de corruptos e safados de todos os tipos. Coisas que só a grande e comentada hospitalidade gaúcha pode explicar, imagino.

UMA QUESTÃO DE TEMPO

Se alguém, por ventura, pretenda descobrir casos de corrupção praticados no RS verá que é uma tarefa facílima. Basta conseguir entrar em qualquer reunião, principalmente se for de pessoas do setor público, e já vai flagrar um monte de falcatruas. Tudo é uma mera questão de vontade, disposição de tempo para tanto.

MAIS DE MIL

A fraude da merenda escolar, último escândalo noticiado na imprensa do RS, por exemplo, é só mais uma que foi descoberta. E esta graças à investigação feita pelo repórter Giovani Grizotti, de ZH, que recebeu a denúncia e resolveu ir atrás com uma câmera de TV escondida. A verdade, porém, é que mais de mil outras fraudes continuam sendo praticadas diariamente. Só não foram descobertas.

FORMAÇÃO DO PREÇO

Para aumentar a indignação é importante observar o quanto esta fraude da merenda escolar, e todas as demais fraudes ainda não descobertas, contribuem para um importante esclarecimento: além da enorme carga tributária que assola os fazedores e consumidores de produtos e serviços no Brasil, ainda é preciso incluir o custo-propina. Didaticamente: este custo-propina, assim como a carga de impostos, integra a formação do preço de qualquer produto. Coisas que só a pena de morte ameniza.

RISCO-FINLÂNDIA

É bem possível que a visita que Lula acabou de fazer a Finlândia tenha oportunizado aos governantes e cidadãos daquele longínquo país a tirar várias conclusões. Se ainda não conheciam muito bem o nosso pobre presidente agora já devem estar mais convencidos de que se trata de uma figura ímpar.

ESCONDENDO AS CARTEIRAS

Razões não faltaram, começando pela arriscada decisão por receber o presidente de um país que adora surfar, como grande líder, nas ondas intermitentes da corrupção e da má gestão dos recursos públicos. Não duvido que os finlandeses mais esclarecidos devem ter escondido muito bem suas carteiras, tão logo souberam que Lula deveria visitar o país.

PRESIDENTE-MOR

Além disto devem também ter ficado perplexos quando ouviram, durante a coletiva concedida por Lula, que cabe aos americanos resolverem os problemas econômicos criados a partir da crise imobiliária dos EUA. E que não vai admitir que o Brasil seja atingido pela crise. Foi, sem dúvida, uma pérola. Até parece que os presidentes dos bancos centrais do mundo todo ouviram o pito proferido por Lula e resolveram imediatamente dar um basta no problema. Maravilha, não? Este sim é o presidente-mor deste mundo inexplicável. Viva!

IMÓVEIS

A Divisão de Desenvolvimento e Economia da Federasul se reúne amanhã, 13, às 12h. Pauta: Setor Imobiliário: perspectivas e desafios. O diretor Regional Rossi Residencial, Rodrigo Martins, e o diretor Urban Systems Brasil, Thomaz Assumpção, debaterão o tema assim como a bolha imobiliária dos Estados Unidos e os reflexos que podem gerar.

AULA INAUGURAL

A aula inaugural do III Curso de Especialização em Mercado de Capitais será ministrada pelo vice-presidente executivo de finanças do Grupo Gerdau, Osvaldo Burgos Schirmer, amanhã, 13 de setembro, na sede da Apimec-Sul, às 19h. A especialização, parceria realizada entre a UFRGS e a Apimec-Sul, é voltada aos profissionais que desejam obter a Certificação do Profissional de Investimento do Mercado de Capitais (Conteúdo Brasileiro e Global) e está com a turma lotada.

45 ANOS

A Unidos, concessionária Volkswagen, comemora seus 45 anos com coquetel no dia 18/09, às 20h, na sua sede da Ipiranga, 6400.

REGULAÇÃO

A AGERGS passa a regular concessões para os serviços de saneamento entre Corsan e os municípios gaúchos deTaquara, Paraí, Pedras Altas, Santa Bárbara do Sul e Xangri-lá. A iniciativa é pioneira no país por se enquadrar nas determinações da nova Lei Federal de Saneamento, que impõe a atuação de uma entidade regulatória no que se refere ao cumprimento dos contratos. Com a atual legislação, os municípios podem negociar suas prioridades de investimentos com a Corsan.

DOW JONES

A Aracruz Celulose está, pelo terceiro ano consecutivo, na seleta lista de empresas do Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI World) 2007, da Bolsa de Valores de Nova York, que destaca as melhores práticas em sustentabilidade corporativa no mundo. A companhia é mais uma vez a única do setor a compor o índice, das 13 empresas florestais do mundo que concorreram este ano. O indicador é composto por 318 empresas de 24 países no total, sendo sete delas brasileiras e sul-americanas.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

EU NÃO PROCURO. EU ACHO.

Pablo Picasso