Artigos Anteriores

MEDIDA ACERTADA

ANO XIV - Nº 007/14 -

ALTA DO DÓLAR

Ao longo do tempo a história conta que o Banco Central do Brasil sempre precisou fazer grandes esforços para tentar conter a alta do dólar frente a todas as moedas que o país já teve. E, em todas elas o mercado venceu, pois a pressão compradora de dólares sempre se mostrou maior do que a quantidade disponível no BC.

CÂMBIO FLUTUANTE

Como o governo se recusava a adotar o mecanismo do câmbio flutuante, restava ao BC tentar espantar os compradores promovendo as várias maxis, midis ou minis desvalorizações pelas quais passamos.

QUEDA DO DÓLAR

Atualmente, pela feliz adoção do eficiente câmbio flutuante, somada à magnífica performance apresentada pelas reservas do país, o que acontece é exatamente o contrário: o BC não está conseguindo segurar a queda do dólar frente ao real.

POLÍTICA MACROECONÔMICA

Como o risco-país encolheu devido aos acertos obtidos com a séria política macroeconômica, a conquista do Investment Grade foi uma mera consequência. A partir de então o ingresso de capital estrangeiro passou a ser maior do que a capacidade de compra de dólares pelo BC.

PATAMAR PRÉ-CRISE

Caso esta enxurrada continue avançando, o que é bom para o país, não se pode desprezar a possibilidade de que, em breve, o dólar volte ao patamar de R$ 1,80, experimentado antes da deflagração da crise financeira mundial.

PROTEÇÃO

A considerar esta probabilidade, nada mais lógico do que aumentar as operações de hedge cambial, por parte de exportadores. Mas, por favor, não confundir operações de Hedge com as formas de Derivativos que ficaram completamente demonizadas. Hedge é proteção e não uma aventura.

A NOVA POUPANÇA

A imprensa em geral está caindo de pau em cima das mudanças da Caderneta de Poupança propostas pelo governo. A ponto de informar coisas absurdas que mais confundem os poupadores.A proposta informada é de que a poupança passará a receber um tratamento tributário. Nada mais. E não será taxada na fonte, gente. O ganho obtido por quem têm mais de R$ 50 mil deverá ser somado a outros rendimentos para serem oferecidos à tributação, na Declaração do IR. Isto significa que pode não haver tributação, pois as deduções podem anular esta possibilidade.Além do mais, para liberar o governo à novas reduções da taxa Selic, se faz necessária a adaptação do produto frente aos demais, do gênero.Portanto, se for para criticar é preciso ter bom senso. Exemplo: gritar contra a tributação de todas as formas de aplicações, pois aí a concorrência aparece naturalmente.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • BALANÇO BANRISUL
    O Banrisul fará a divulgação dos resultados financeiros do 1º trimestre de 2009 hoje, 14, após o fechamento do mercado.
  • 10 ANOS
    A Enfato Comunicação Empresarial completou ontem, 13 de maio, uma década. Para comemorar a data a empresa está lançando sua marca alusiva aos 10 anos e prepara ações focadas no aprimoramento dos serviços prestados. Parabéns.
  • WTTC
    A Intelly, responsável pela comunicação estratégica do Fórum Nacional de Secretários e Dirigentes de Turismo - FORNATUR marca presença na 50ª edição do encontro, que acontecerá amanhã, 15, no Costão do Santinho, em Florianópolis. A reunião integra a programação do WTTC, um dos principais eventos do setor do turismo mundial.
  • PILOTAGEM SEGURA
    Motociclistas recém habilitados, mulheres, aqueles que estão voltando a pilotar moto depois de muito tempo e motoboys e profissionais de entregas que precisem de aperfeiçoamento encontrarão no curso: Pilotagem Segura de Motos, o meio pelo qual poderão transitar por cidade e estrada com mais segurança. O curso desenvolve técnicas básicas de pilotagem por meio de exposições teóricas e treinamentos práticos em pista. São 4 horas de exposições teóricas e 11 horas de treinamento prático, totalizando 15 horas de instrução, orientado pelos pilotos Jaime Nazário e Gisele Flores. Informações: (51) 3061.4030 ou (51) 3061.3306 ou e-mail para: sobremotos@sobremotos.com.br .
  • VOCÊ SABIA...
    ... que, dos aproximadamente 9,6 milhões de metros cúbicos de madeira consumidos nas fábricas da Aracruz em 2008 para produção de celulose, 16% vieram do Programa Produtor Florestal?
  • XEQUE MARKETING
    A jornalista Miriam Leitão virá a Porto Alegre participar do Xeque Marketing, programa de endomarketing do Bourbon Shopping voltado exclusivamente aos lojistas da rede. Com base em sua larga experiência na área de economia, Miriam realiza nesta sexta-feira (15), no Teatro do Bourbon Country, palestra com o tema: Conjuntura Econômica em Tempos de Crise.

FRASE DO DIA

O SENSO COMUM NÃO É TÃO COMUM.

Voltaire