Artigos Anteriores

MANDATO NOVO. MENTIRAS VELHAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

RECHEADO DE MENTIRAS

Aproveitando ao máximo, como já é praxe, a quase nula capacidade de discernimento do povo brasileiro e, principalmente, dos políticos aliados que são convocados para aplaudir (claque) em todas as recepções e eventos governamentais, a presidente Dilma tratou de rechear de mentiras e enganações o discurso de posse.  

REPETITIVA

Agindo desta forma, contando obviamente com o apoio irrestrito da mídia comprometida, tanto por questões de afinidade ideológica quanto influenciada pelas verbas oficiais de propaganda, Dilma foi repetitiva, ou seja, iniciou o seu segundo mandato da mesma forma como acabou o primeiro: mentindo descaradamente. 

DISCERNIMENTO

O lamentável, repito, é que só os raros brasileiros que têm alguma capacidade de discernimento são capazes de entender o quanto há de enganações nas palavras da presidente Dilma e do presidente do Congresso, Renan Calheiros, que comandou a cerimônia de posse.

CLAQUE

Cumprindo o que parecia estar escrito no -programa oficial- que teria sido entregue aos deputados e senadores antes da cerimônia, com absoluta precisão os -puxa-sacos de plantão- não deixaram de interromper a fala da presidente com os mais efusivos aplausos, sorrisos e movimentos de manifestação de concordância.

PROVA DA MENTIRA

Pois, enquanto a plateia cumpria o seu papel de claque sorridente, Dilma tratava de fazer a sua parte: mentir. Como não tenho o mínimo interesse e/ou vontade de ser um -estraga prazer- desde o primeiro momento de 2015 proponho uma mera comparação daquilo que Dilma afirmou versus a realidade. Para não enumerar todos vejamos o que a presidente disse a respeito da INFLAÇÃO e PETROBRÁS.

 

INFLAÇÃO E PETROBRÁS

 1- No quesito INFLAÇÃO, Dilma afirmou que conseguiu terminar o seu primeiro mandato com índice abaixo da meta.

Na realidade, como dizem os índices oficiais, nos últimos quatro meses a taxa ficou sempre acima da meta.

2- No quesito PETROBRÁS, Dilma disse ter muitos motivos para preservar e defender a estatal de -predadores internos- e de seus -inimigos externos-. Por isso, vamos apurar com rigor tudo de errado que foi feito e fortalecê-la cada vez mais. Vamos, principalmente, criar mecanismos que evitem que fatos como estes possam voltar a ocorrer.

Na realidade, os predadores e inimigos são, exclusivamente, políticos de seu partido e partidos aliados. Pode?

MERGULHO DA BALEIA

Ainda que estejamos no segundo dia do ano, pelo que foi dito ontem já é possível admitir que o pífio desempenho da economia brasileira, registrado ao longo do primeiro mandato de Dilma Neocomunista Rousseff, admite uma clara afirmação: face ao apreço que o PT tem pela matriz bolivariana de subdesenvolvimento, o ano de 2015 será ainda mais preocupante.

Tudo leva a crer que neste segundo mandato o desempenho anterior, identificado como -voo de galinha- será substituído pelo -mergulho da baleia-.
 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • RÉVEILLON EM CUBA

    As -autoridades- cubanas detiveram ou colocaram sob prisão domiciliar, no dia 30/12, vários dissidentes para impedir a realização de uma manifestação pública convocada pela artista Tania Bruguera na emblemática Praça da Revolução de Havana.
    Ativistas denunciaram que ao menos 12 dissidentes foram detidos ou postos sob prisão domiciliar para impedir a manifestação artística no coração político de Cuba. 

    Há quem diga e afirme que o problema de Cuba é o embargo. Pode?

  • FILTRADOS

     De acordo com números apurados pela Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), as vendas de produtos típicos para a Virada cresceram 6%, no setor, na comparação com a mesma festividade do ano passado. O balanço do Réveillon foi fechado no final da tarde desta quarta-feira (31) pelo presidente da entidade, Antônio Cesa Longo, que destacou a baixa procura por filtrados como um marco das festas de 2014.
     

  • IEE - 30 ANOS

    No próximo dia 05 de janeiro, segunda-feira, o pensador (Pensar+) e sócio titular da Quantum Consultoria Ltda., Claudio Ness Mauch, é o palestrante convidado para o jantar-debate do Instituto de Estudos Empresariais (IEE). Na ocasião, falará sobre o tema Brasil – um problema econômico ou político? O evento, fechado para associados do IEE, ocorre às 19h30min, no Novotel Três Figueiras, em Porto Alegre (RS). 

FRASE DO DIA

Se você não pode controlar o vento, ajuste as velas.