Artigos Anteriores

JORNADA DO ATRASO

ANO XIV - Nº 007/14 -

BORDOADA

Ontem, os otimistas incorrigíveis, que seguem acreditando com muita fé e esperança que depois de experimentar inúmeros modelos econômicos desastrosos o Brasil ganhou, enfim, maturidade suficiente para entender que a condição para entrar na rota do crescimento sustentado e de longo prazo é dar fim ao já crônico ROMBO DAS CONTAS PÚBLICAS , levaram mais uma grande bordoada.

 

VERDUGO

Desta vez, quem fez o papel de verdugo foi o péssimo ministro do STF, Ricardo Lewandowski, que resolveu suspender os efeitos da MP 805, que congela reajustes dos servidores federais e aumenta a contribuição da previdência. Tal decisão, ainda que na forma liminar, aumenta o ROMBO DAS CONTAS PÚBLICAS em torno de R$ 6 BILHÕES. 

R$ 160 BILHÕES

Levando em conta que o Congresso Nacional aprovou, na semana passada, o Orçamento Geral da União com DÉFICIT previsto de R$ 159 BILHÕES, antes mesmo de começar o ano de 2018 o ROMBO já atinge R$ 160 BILHÕES. Pode?

NO ATRASO

Como se a decisão do petista Lewandowski  não bastasse para deixar indignados os brasileiros mais otimistas, outros dois ministros do STF, Gilmar Mendes e Dias Toffoli, entraram em cena para deixar bem claro que  a vocação do Brasil é se manter no atraso. 

BONDADES NATALINAS

Após conceder prisão domiciliar para Adriana Ancelmo, mulher do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, o ministro Gilmar Mendes se juntou ao ministro Dias Toffoli para que ambos rejeitassem, de forma definitiva, a denúncia contra três deputados federais e um senador na Lava Jato.  Maravilha, não?

JORNADA DE DESGRAÇAS

Para completar a jornada de desgraças contra a maioria do povo brasileiro, que pertence à SEGUNDA CLASSE, outro golpe na REFORMA DA PREVIDÊNCIA foi desferido pela PGR. A procuradora Raquel Dodge resolveu entrar com um pedido de inconstitucionalidade contra a liberação de um crédito adicional de R$ 99 milhões para o governo investir em publicidade sobre a reforma.

Este é o nosso triste Brasil, gente! 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESTUPIDEZ SEM FIM

    Hoje, terça-feira, começa mais uma audiência pública em Comissão Especial na Câmara dos Deputados para debater um projeto de regulamentação de criptomoedas nos Brasil. Pois, para mostrar que o Brasil precisa se manter eternamente no atraso, o relator do projeto, o deputado Expedito Netto (PSD-RO) já proferiu seu voto, e ele vai na linha contrária de tudo que se tem debatido ao redor do mundo. Sua proposta é não só proibir, mas tornar crime a emissão e negociação de criptomoedas no Brasil. Pode?

     

  • BANRISUL NA APIMEC

    O Banrisul irá detalhar o resultado econômico-financeiro referente ao terceiro trimestre e aos nove meses consolidados de 2017. A apresentação, organizada pela Associação dos Analistas e Profissionais do Mercado de Capitais da Região Sul (Apimec-Sul), acontece hoje, às 18h30min, no Hotel Embaixador (Rua Jerônimo Coelho, 354), em Porto Alegre.
    O encontro é direcionado aos analistas e investidores do mercado de capitais, acionistas do Banrisul e associados da Apimec-Sul.
    O evento contará com a presença do diretor Financeiro e de Relações com Investidores do Banrisul, Ricardo Hingel; do diretor de Planejamento e Atendimento do Banrisul, Júlio Brunet; do superintendente da Unidade de Contabilidade do Banco, Werner Kohler, e do superintendente da Unidade de Relações com Investidores da instituição, Alexandre Ponzi.

  • PENICO

    O ministro da Fazenda decidiu se antecipar e vai tentar convencer as agências de classificação de risco a não promoverem um novo rebaixamento da nota do Brasil em razão da frustração com a votação da reforma da Previdência em 2017. Ou seja, o Brasil pede penico.

FRASE DO DIA

Quem pensa pouco, erra muito.

Leonardo Da Vince