Artigos Anteriores

INTERPRETANDO O IDHM

ANO XIV - Nº 007/14 -

ARQUIPÉLAGO

Foi muito oportuna, principalmente neste momento, a divulgação do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal IDHM-2013, o qual é elaborado pelo PNUD (ONU), em parceria com o IPEA e a Fundação João Pinheiro. Levando em conta que o Brasil, tal qual um enorme arquipélago, é formado por mais de 5500 municípios, é possível constatar que em algumas delas (poucas) existe uma razoável e/ou boa qualidade de vida.

EDUCAÇÃO

É importante observar que até o ano passado os estudos e levantamentos, feitos pelo PNUD, para definir o nível de desenvolvimento humano de determinada região eram, basicamente, econômicos. Recentemente, com a mudança de metodologia, o item que ganhou mais força é a EDUCAÇÃO. Com isso, para que um município obtenha IDH maior é preciso que ofereça acesso ao conhecimento.

COMPOSIÇÃO

Desta forma, o IDHM passou a ser um índice composto, BASICAMENTE, por três das mais importantes áreas do desenvolvimento humano: 1- VIDA LONGA E SAUDÁVEL (LONGEVIDADE);2- ACESSO AO CONHECIMENTO (EDUCAÇÃO); e,3- PADRÃO DE VIDA (RENDA).

INTERPRETAÇÃO

Há, certamente, várias maneiras de interpretar os índice obtidos pelos municípios brasileiros. No entanto, a maioria das pessoas e, principalmente, a mídia, que se dedicaram a ler os números publicados pelo PNUD, das duas uma:1- não se dedicaram ao tema com a profundidade que eles merecem; 2- usaram, como sempre, a paixão ideológica, que impede a visão com a devida transparência.

RENDA

Na minha visão, o crescimento da renda, considerado BOM pela importante evolução percentual obtida no período, se deu em cima de uma base extremamente baixa. Olhando um pouco mais para trás, vê-se que a renda havia apresentado uma queda muito forte. Daí que estamos retornando aos patamares anteriores, basicamente.

EDUCAÇÃO

Passemos, então, para a área da EDUCAÇÃO. Segundo informa o estudo do Pnud, a Educação foi o indicador que mais melhorou. Subiu 128%. 
OK, mas olhando melhor os números já se identifica que o mesmo apresenta o menor valor absoluto do IDHM (0,637 em 2010, contra 0,279 em 1991). Ou seja: saímos do péssimo para o ruim. Vale, portanto, a pergunta: - Isto é, realmente, melhorar?

QUALIDADE DE VIDA

O estudo, certamente merece muitas análises e observações. Através dos indicadores é possível fazer um planejamento sério e correto para que o Brasil possa avançar no IDHM, que nada mais é do que a verdadeira QUALIDADE DE VIDA. Entretanto, uma coisa o IDHM revelou com total clareza: nas ações que dependem do governo, a situação é a pior de todas. Já aquilo que depende dos indivíduos é o que está melhorando. Resumindo: o socialismo adotado pelo governo é a parte ruim do nosso desenvolvimento. Que tal?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • VEJA.COM
    O Instituto Liberal informa que, hoje, o seu presidente, Rodrigo Constantino (também Pensador) começa um novo blog na Veja.com.Isso dará uma visibilidade muito maior aos valores liberais defendidos pelo Instituto. A era moderna, das redes sociais, demanda um canal dinâmico e virtual para poder levar a mensagem liberal a mais gente, principalmente aos mais jovens.
  • GERDAU
    O lucro líquido da Gerdau referente ao segundo trimestre do ano, de R$ 401 milhões, veio 30% acima da média da expectativa de vários bancos.O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), de R$ 1,196 bilhão, também ficou acima da média das projeções. O montante veio 7,3% superior ao R$ 1,115 bilhão previsto.
  • JCP
    Com isso, o Conselho da Gerdau aprovou a proposta da diretoria de pagar, a partir de 21/08, juros sobre o capital próprio em substituição aos dividendos, no valor de R$ 0,07 por ação, ordinária e preferencial, ou o valor líquido de R$ 0,0595. O montante representa a cifra de R$ 119,047 milhões e referem-se a antecipação do dividendo mínimo obrigatório para o exercício social em curso. A posição acionária válida é de 12 de agosto, portanto as ações ficam ex-direito a partir de 13 de agosto. Já para Metalúrgica Gerdau, o valor a ser pago é de R$ 0,0935 líquidos (R$ 0,11 brutos) por ação.
  • DIA DOS PAIS
    O Dia dos Pais, no segundo final de semana de agosto, deve trazer um incremento de R$ 45,4 milhões para o varejo de Porto Alegre. Uma pesquisa da CDL Porto Alegre e Sindilojas Porto Alegre mostrou uma alta de 10,61% em relação às expectativas do ano passado, que girou em torno dos R$ 41 milhões. O otimismo é justificado pela maior intenção de presentear e o aumento do tíquete médio por presente.

FRASE DO DIA

A simplicidade é o último degrau da sabedoria.

Khalil Gibran