Artigos Anteriores

INCENDIÁRIOS E IRRESPONSÁVEIS

ANO XIV - Nº 007/14 -

SÓ O CAOS INTERESSA

A atitude dos senadores, ao aprovar o aumento do salário mínimo para R$ 384,00 merece muitas classificações. Todas da pior espécie. Incendiários. Não podem ignorar que o rombo nas contas públicas seria extraordinária. Como a economia não agüentaria o golpe, o caos seria inevitável. E sabem, também, que o presidente Lula não fará outra coisa senão vetar o aumento para estes níveis. Sobra o quê, então, nesta coisa toda?

FRUSTRAÇÃO

Sobra um grau de frustração imensa na cabeça de um povo mal esclarecido. Um povo que só acredita e louva quem mais eleva o salário mínimo. Um povo que, por falta de educação, não tem alcance mental para entender que qualquer aumento desta ordem prejudicaria mais ainda a situação de quem recebe só o mínimo. Ou seja, para enfraquecer o presidente, os senadores usaram a ignorância do povo. E deitaram e rolaram em cima dela conscientemente. Mau caratismo.

REINTEGRAÇÃO DE POSSE

Creio que ando me comunicando mal quando proponho a privatização das empresas públicas. O brasileiro, principalmente o gaúcho, mal esclarecido, morre de paixão por empresas estatais. Assim, aquele que propõe a venda de uma ou todas as estatais para a iniciativa privada, ganha imediatamente uma antipatia profunda por parte dos delirantes fracos de pensamento. Para tentar convencer estes apaixonados estou substituindo o termo ?privatizar-, por reintegração de posse. É preciso, antes de tudo, que as estatais retornem às mãos do poder público. O que está correndo hoje é que todas as empresas públicas estão nas mãos de seus funcionários e do partido do governo.

COLHEITA DE FRACASSOS

O péssimo comportamento que vem sendo apresentado pela industria do RS, que está na rabeira do Brasil, tem alguma coisa a ver com a estiagem, certamente. Mas não é algo tão relevante assim o tal efeito climático, que até poderia ter sido evitado. O problema maior está mesmo no exagerada carga tributária que o governo do RS impõe às empresas. Não é à toa que o grande estrago produzido pelo governo de Olívio Dutra está sendo colhido agora. A plantação de forte desestímulo, que os petistas impuseram absurdamente, se mostra na colheita farta das catástrofes industriais do RS. E o governo atual, incrivelmente, aumentou mais ainda o nível de colheita de fracassos quando aumentou os tributos. Buscando salvar somente as contas do Estado está liquidando com tudo.

ÓDIO E RAIVA

O presidente Lula, pelo que está sendo observado, está sem condições para governar. Pelo forte envolvimento de seu partido nas falcatruas políticas, se decidiu por usar o máximo do seu tempo para viajar a todos os cantos do Brasil. O pretexto utilizado para tanto tem sido a inauguração de obras. Mas, o seu grande interesse mesmo tem sido de fazer discursos que ainda possam salvá-lo deste mar de lama. O curioso é que os instrumentos que Lula vem utilizando já ficaram claros: em todos os eventos, de forma repetitiva, as palavras são sempre cheias de muito ódio e raiva.

DESAFORADO

O estranho é que tais sentimentos são destilados brutalmente contra o povo que nada tem a ver com desonestidade de seus amigos mais íntimos. Na primeira vez todos relevaram pelo compreensível estado de ânimo do presidente. Agora as platéias estão ficando aborrecidas por tanto desaforo. Este negócio de só levar nas malas e nos bolsos o máximo de pedras possíveis para atirar no povo está ficando muito ruim. E fica pior quando Lula desfila o seu conhecimento a respeito dos governos anteriores, enquanto nada sabe do que se passa no seu governo e com sua equipe petista.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FEMÓVEIS
    A 4ª edição da Feira dos Fabricantes de Móveis e Esquadrias do Vale do Paranhana (Femóveis) terá a presença de 22 micro e pequenas empresas, que mostrarão ao público o potencial do setor moveleiro da região. O evento, com entrada franca, acontecerá na cidade de Taquara, distante 73 quilômetros de Porto Alegre,RS, de 12 a 21 de agosto, sempre a partir das 10h. Informações pelo telefone (51) 542 6444.
  • PRÊMIO ASSESPRO
    Na próxima sexta-feira, 12, a partir das 17h30min, no Salão de Atos da PUC-RS na solenidade de Formatura das Faculdades de Informática e de Ciência da Computação, haverá a entrega do Prêmio Assespro para os dois melhores trabalhos de conclusão, desenvolvidos por alunos dos cursos e analisados do ponto de vista da aplicabilidade empresarial.
  • CURSO PARA VETERINÁRIOS
    Para auxiliar no controle da brucelose e tuberculose, doenças que geram prejuízos para a pecuária, o Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF), vinculado à Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), vai promover um curso para veterinários. As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas. As aulas serão de 12 a 16 de setembro, no campus de Canoas da ULBRA.
  • JOVEM CIENTISTA
    As inscrições para a 21ª edição do Prêmio Jovem Cientista, uma das mais importantes premiações da área da ciência na América Latina, encerram no próximo dia 31 de agosto. Na edição deste ano, CNPq, Grupo Gerdau, Eletrobrás/Procel e Fundação Roberto Martinho estão desafiando os pesquisadores e estudantes brasileiros com o tema Sangue: Fluido da Vida. As inscrições são individuais e podem ser feitas pelo site www.jovemcientista.cnpq.br

FRASE DO DIA

NADA DE CONCESSÕES NEM DE TRATAÇÕES COM OS AGITADORES.

N.Bonaparte