Artigos Anteriores

IMPOSTO PARA FINANCIAR A CORRUPÇÃO?

ANO XIV - Nº 007/14 -

MAIS DISTANTE

Se houve um tempo que as expectativas de ver um Brasil melhor e menos custoso para o povo eram até certo ponto razoáveis, esse tempo, infelizmente, está cada vez mais distante dos nossos olhos e da nossa mente.

FORA DAS MEDIDAS

A julgar pelas manifestações e declarações de uma gama de políticos de maior influência, o imaginário do povo já deu lugar a uma triste certeza, incontestável: o buraco no qual estamos metidos está cada vez maior. Tanto na profundidade quanto no comprimento e largura.

DECLARAÇÃO DE AMOR

Ontem, por exemplo, o estranho, para não dizer estúpido, governador do RJ, Sérgio Cabral, fez uma confissão de amor à Contribuição sobre Movimentação Financeira. Pode? Pois, além de se declarar um apaixonado pelo tributo, Cabral disse que foi uma covardia a sua extinção.

COVARDIA

Ao longo da minha vida, infelizmente, jamais vi ou ouvi declarações de políticos em defesa da melhoria de gastos públicos e/ou a favor do corte de despesas de governo. Esse mau comportamento ESCLARECE onde nasce e se desenvolve a fantástica covardia dos nossos agentes públicos.

CONCENTRAÇÃO DE PROBLEMAS

Os grandes problemas que assolam o Brasil, como se sabe, estão bem concentrados na Educação, Saúde e Segurança. Até porque: 1- Quem não vai a escola sabe tanto quanto aqueles que assistem aulas nos colégios públicos; 2- Na saúde, a qualidade dos serviços, quando acontecem, é pra lá de lamentável; e, 3- Na Segurança, a quantidade de policiais envolvidos em roubos, assaltos e assassinatos é alarmante.

DESVIO

Ora, como a carga tributária que pagamos é pra lá de escandalosa, a única coisa que ninguém poderia alegar é falta de dinheiro. Como isto é um fato, a explicação para tanto desprezo é uma só: ao invés de administrar com qualidade aquilo que a Constituição defende como direito dos cidadãos, os políticos desviam para seus próprios bolsos. Aí reside a grande covardia.

IMPOSTO PARA A CORRUPÇÃO

O meu receio, neste nosso país que não tem jeito de melhorar, é que venha faltar dinheiro para satisfazer os corruptos. Aí, certamente, o governador Sergio Cabral pode vir a sugerir a criação de um imposto para financiar a corrupção. E quem for contra será chamado de covarde. Independente de tudo, uma coisa está mais do que garantida: os impostos vão aumentar. Municipais, Estaduais e Federais.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • VEÍCULOS
    O financiamento para compra de veículos está crescendo em menor volume e com maior inadimplência, segundo dados divulgados pela Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras. O segmento fechou o mês de julho com saldo total financiado de R$ 196,2 bilhões, crescimento de 14,6% na comparação com julho de 2010, abaixo da taxa de expansão do ano passado ante 2009, que foi de 18,1%. Em julho ante o mês anterior, a evolução foi de 0,7%, abaixo de junho ante maio, que ficou em 1%.
  • CONGRESSO DO PT
    Entre tantas bobagens mostradas no Congresso do PT, no último fim de semana, duas mostraram a cara mais autêntica dos petistas: a foto de Che Guevara e a proposta de estabelecer limites para a expressão. Ou seja: eles não mudam. São comunistas da gema.
  • MEDO
    Os depósitos em caderneta de poupança superaram os saques em R$ 2,222 bilhões em agosto, segundo informou hoje o Banco Central. Com isso mais os créditos de rendimento, o saldo dessas aplicações fechou o mês em R$ 401,763 bilhões, ante R$ 397,085 verificados no fim de julho.
  • ZONA DO EURO
    Está difícil a manutenção da Zona do Euro. O número de países que querem cair fora, recriando suas próprias moedas, está aumentando. Para desespero dos credores de títulos públicos da Grécia e Cia.

FRASE DO DIA

O medo tem alguma utilidade, mas a covardia não.

Mahatma Gandhi