Artigos Anteriores

HÁ RAZÕES PARA ACREDITAR?

ANO XIV - Nº 007/14 -

COMERCIAL DA COCA COLA

Baseado em um estudo sobre o mundo atual, a Coca-Cola está veiculando um comercial na mídia televisiva, o qual informa que há razões para acreditar. Acreditar, porque os bons são a maioria, diz a mensagem com vários exemplos. Legal não?

BOA INICIATIVA

A iniciativa da Coca-Cola é boa e deve ser aplaudida, certamente. Além de propor um conforto maior ao universo dos mais desanimados, ainda vai ganhar maior preferência por parte dos consumidores de seus produtos.

ALERTA

No entanto, mesmo que a peça publicitária deva ser exaltada, é preciso fazer um alerta aos mais influenciados com a mensagem, para que não se deixem levar assim, tão facilmente.Afinal, só porque os bons são a maioria no mundo, não significa que isto basta para que a batalha contra os maus seja vencida.

OS MAUS CRESCEM EXPONENCIALMENTE

Vejamos o que acontece no Brasil, por exemplo: os bons também perfazem a maioria do povo, em termos absolutos. Mas, em termos relativos, o número de maus vem crescendo muito, exponencialmente, de forma impressionante e assustadora.

IMPUNIDADE

Além disso, o poder dos maus também não para de crescer, graças a impunidade, fantásticos privilégios e incríveis proteções consentidas e aprovadas pelos nossos governantes, em todos os poderes. A soma disto tudo é o bastante para se transformar numa ameaça extremamente perigosa para o enorme universo dos bons.

COMPORTAMENTO DOS BONS

Em suma: não basta que os bons sejam maioria, se a maioria for fraca, passiva, covarde, silenciosa, concorde, etc.. Aí, a minoria esperta acaba colocando todos de joelhos, com muito mais força e autoridade, como já existem muitos exemplos. Aliás, se os grandes fossem sempre vencedores, Davi jamais teria abatido Golias.

MAIORIA ACOVARDADA

Enquanto o povo não tiver educação, discernimento e determinação suficiente, a minoria safada continuará fazendo o que bem entender. Exemplo 1: o terrorista Cesare Battisti é um só? Pois ganhou a liberdade porque uma minoria de maus assim quis. Exemplo 2: Os mensaleiros e outros maus são poucos? E aí? Estou enganado? Não querendo ser um estraga prazer, um agourento, o fato é que, enquanto a minoria faz barulho, a maioria cala. E sem um mínimo de indignação com ação, a injustiça impera e ganha força. A ponto de deixar a maioria acovardada. É o nosso caso, infelizmente.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • MERCANTILISMO PURO
    O empresário Abilio Diniz, do Pão de Açúcar, afirmou ontem, no Jornal Nacional, que o BNDES realizou um -serviço à sociedade- ao fazer um aporte de recursos para a fusão entre o grupo e o Carrefour. Mais uma prova do mais puro mercantilismo. O pior é que não vai faltar quem diga que isto é capitalismo.
  • BANDA LARGA
    O governo e as empresas de telefonia devem assinar hoje um termo de compromisso para que os brasileiros tenham internet de 1 mega a R$ 35 no Plano Nacional de Banda Larga.
  • ROUBO PÚBLICO
    Uma investigação promovida pelo Ministério Público Estadual, no pedágio comunitário de Portão, no Vale do Sinos, RS, revelou um desvio (roubo) de pelo menos R$ 400 mil dos cofres do Estado nos últimos sete meses. Por enquanto 13 funcionários do posto estão envolvidos, além de denúncia pelos crimes de peculato e formação de quadrilha contra 26 pessoas, de uma ação de improbidade contra 25 suspeitos e do bloqueio dos bens da empresa responsável pela prestação de serviços no local.Pergunto: - Será que isto não basta para convencer que o melhor é privatizar? Se alguém rouba de uma empresa os prejudicados são seus acionistas. Roubando do governo, os prejudicados são os contribuintes. Que tal?
  • IGP-M
    O IGP-M registrou, em junho, variação de -0,18%. No mês anterior, a taxa foi de 0,43%. Os três componentes que formam o IGP-M apresentaram as seguintes trajetórias: IPA -0,45%, IPC, -0,12%, e INCC 1,43%.

FRASE DO DIA

Seu futuro depende de muitas coisas, mas principalmente de você.

Frank Tyger