Artigos Anteriores

GRADUAL, SEGURA E ... ACELERADA

ANO XIV - Nº 007/14 -

PERCEPÇÃO DE RISCO

A percepção risco, nas mais diversas formas de investimento no Brasil, vem aumentando de forma clara e segura em 2014.Aliás, se comparada com a abertura política-institucional do país iniciada em 1974 (no governo Ernesto Geisel) indo até l988, cujo processo é lembrado pela forma -Lenta, Gradual e Segura-, a percepção de risco só difere mesmo no aspecto velocidade: a -LENTA- deve ser substituída por -ACELERADA-.

MOTIVOS GRITANTES

Como as janelas de observação do risco-Brasil estão todas muito escancaradas, os eventuais erros de visualização e/ou interpretação ficam simplesmente afastados. Vejam, por exemplo, sob o ângulo dos seguintes pontos, onde a visão é muito nítida e gritante:

IBOVESPA

É pra lá de sabido que o Índice da Bolsa de Valores é tido como o grande Termômetro da Economia de qualquer país do mundo. Pois, o Ibovespa identifica, pelo patamar que está, abaixo dos 50 mil pontos, o quanto os investidores estão tratando de cair fora do país.

RISCO-PAÍS (EMBI+)

Outro índice, que reputo de maior importância (é ele que provoca a debandada de capitais) é o que mede o risco-país. Pois, só para que tenham uma ideia do tamanho do risco-Brasil atualmente, nos dois últimos anos a nossa taxa praticamente dobrou em relação ao México. Que tal?

INFORMAÇÃO NULA

Aliás, não consigo entender como os meios de comunicação, que de hora em hora adoram informar o preço do dólar e o comportamento da Bolsa, deixam de lado a informação mais importante, como é o caso do Índice que mede o Risco-Brasil.

INFLAÇÃO

Por mais que o governo afirme que a Inflação Brasileira está dentro da meta, é inegável que está muito distante do alvo. Isto tudo considerando que o câmbio é altamente manipulado e os preços do petróleo e energia elétrica estão fortemente represados. Caso contrário, a inflação estaria num patamar ainda maior. Portanto, quem tinha ideia de investir em energia e petróleo já caiu fora do país faz tempo. Quem tem alguma dúvida a respeito destes pontos basta ler o Boletim Focus, do Banco Central do Brasil. Está tudo lá.

MARCO REGULATÓRIO

Nos países onde os governos são socialistas-intervencionistas não há espaço para terceirizar serviços à iniciativa privada. Esta ideia é vendida ao povo, que sem educação e discernimento, a ponto de provocar uma nítida sensação de que serviços públicos prestados pela iniciativa privada é coisa do diabo. Como o Brasil é governado pelo PT, partido reconhecidamente avesso à privatizações, até as concessões temporárias, que nada têm de privatização, são demonizadas. Pior: a mídia repete isto a todo momento como formadora de opinião. Pode?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CONSUMIDOR DESCONFIADO
    A confiança do consumidor registrou o menor nível desde maio de 2009, segundo informa a Fundação Getúlio Vargas. O índice que mede esse sentimento recuou 1,7% em fevereiro, para 107,1 pontos, após se situar em 108,9 pontos na abertura deste ano. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda é de 7,7%. Detalhe: o índice manteve-se abaixo da média histórica recente pelo 12º mês consecutivo.
  • GERDAU
    Após apresentar o resultado do 4º trimestre de 2013 - no qual apresentou um lucro 244% maior no último trimestre do ano - o Grupo Gerdau anunciou a distribuição de dividendos:Segundo comunicado divulgado na CVM, o conselho de administração da Gerdau aprovou o pagamento de R$ 119,3 milhões em dividendos aos acionistas, o que corresponde a R$ 0,07 por ação. Já a Metalúrgica Gerdau aprovou o pagamento de R$ 32,5 milhões em dividendos aos acionistas, o que resulta em R$ 0,08 por ação ordinária e preferencial.
  • LIMINAR
    Após muitas batalhas no ano passado, as entidades do Chega de Mordida ? CDL Porto Alegre, AGV, Federasul e Movimento Lojista ? comemoraram, no final de 2013, a vitória em prol das micro e pequenas empresas gaúchas que eram bitributadas com a cobrança do Imposto de Fronteira. Foi aprovado, com unanimidade na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei 376, que impede a cobrança de tributos adicionais às empresas do Simples. Mesmo sem a sanção do governo estadual, o projeto foi promulgado pela presidência do Parlamento do RS. Agora, o movimento tem mais um bom motivo para comemorar: uma liminar retira a obrigação dos lojistas da Capital de pagarem a alíquota adicional.
  • CAPITAIS BASILEIROS NO EXTERIOR
    No último dia 17 iniciou o prazo para a entrega ao Banco Central da Declaração de Capitais Brasileiros no Exterior, com data-base de 31 de dezembro de 2013. O prazo se estende até o dia 07 de abril, às 18h.São obrigados à entrega da declaração as pessoas físicas e jurídicas residentes no Brasil que sejam titulares de bens ou direitos (imóveis, ações, depósitos, empréstimos, leasing financeiro, etc.) no exterior que totalizem valor igual ou superior US$ 100.000,00.O não fornecimento ou a prestação de informações falsas, incompletas, incorretas ou fora do prazo estabelecido sujeitam os infratores a multa de até R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais), de acordo com critérios definidos na Resolução do Conselho Monetário Nacional nº 3.854/2010.A declaração é preenchida através do site do próprio Banco Central (www.bcb.gov.br).

FRASE DO DIA

Fui um bom profeta. Pelo menos, melhor que Marx. Ele previra o colapso do capitalismo; eu previ o contrário, o fracasso do socialismo.

Roberto Campos