Artigos Anteriores

GARANTIA DE PÚBLICO

ANO XIV - Nº 007/14 -

FÓRUM DA LIBERDADE

Tudo leva a crer que o 26º Fórum da Liberdade, que acontece no início da próxima semana (08 e 09) em Porto Alegre, será um dos mais concorridos. Independente dos ótimos assuntos que serão abordados e o nível dos palestrantes, todos de primeira linha, só com a confirmação de participação do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, e da blogueira, Yoani Sanches, o sucesso está garantido.

CAMPOS

A presença de Eduardo Campos, que além de participar do Fórum da Liberdade também está agendado para palestrar no tradicional almoço da Federasul (Tá na Mesa) será muito importante para que os gaúchos o conheçam. Como o governador de PE está sendo cogitado para concorrer ao cargo de presidente do país nas próximas eleições, a sua vinda ao RS é uma boa oportunidade para se apresentar aos eleitores do Estado.

YOANI

Já a blogueira Yoani Sanches, só pelo fato de ser uma cubana que se manifesta contra o regime da Ilha dos Irmãos Castro, sem medo de ser feliz, tem tudo para chamar a atenção do evento, além de mexer com a curiosidade dos gaúchos. Aliás, a sua participação no Fórum da Liberdade promete um sabor especial, por duas importantes razões: 1- o contingente de gaúchos que adoram Fidel Castro, Che Guevara e a ditadura cubana é muito significativo; e, 2- esses comunistas, certamente, vão fazer de tudo para tentar desqualificar a blogueira. Como se vê, e se espera, o prédio 41 da PUC/RS (ambiente estudantil), onde será realizado o evento, vai pegar fogo.

TEMA

O tema desta 26ª Edição é muito oportuno: O QUE SE VÊ E O QUE NÃO SE VÊ. Nos diversos painéis e apresentações serão abordados temas sobre empreendedorismo, liberdade de imprensa, segurança pública, educação, protecionismo, gasto público e infraestrutura. Tudo a ver, portanto, com aquilo que a sociedade vê e o que ela não vê.

PREMIAÇÕES

Na solenidade de abertura, no final da tarde de segunda-feira, 08, serão entregues os prêmios Libertas e Liberdade de Imprensa. O primeiro será entregue ao empresário João Roberto Marinho, concedido aos empreendedores que se destacam no trabalho pela valorização dos princípios de economia de mercado e de respeito ao Estado de Direito democrático. Já o Prêmio Liberdade de Imprensa, que é conferido aos profissionais que preconizam a liberdade de imprensa e que se dedicam ao desenvolvimento do pensamento crítico, será entregue ao ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Carlos Ayres Britto.Faço questão de lembrar sempre que tenho o orgulho de ter sido escolhido para receber o primeiro troféu LIBERDADE DE IMPRENSA, que ocupa lugar de destaque no meu escritório.

RS, UM ESTADO FALIDO

Aproveito estes dois últimos blocos do editorial para tecer alguns comentários sobre a situação crítica das contas públicas do RS. Ontem, os gaúchos foram acordados (se é que ainda conseguem dormir) com mais um estrondo motivado pela incompetência do governador Tarso Genro. Socialista da gema, Tarso promoveu uma destruição total do caixa do Tesouro pelo excesso de gastos, principalmente, ou exclusivamente, com a folha de pagamento dos servidores. Como o déficit público não para de aumentar, nem o caixa único tem sido capaz de manter os pagamentos em dia. Isto que a carga tributária dos gaúchos é superior a muitos Estados.

DEPÓSITOS JUDICIAIS

Apavorado, Tarso Genro, que mentiu de forma sucessiva dizendo em várias oportunidades que as contas públicas não estavam deficitárias, resolveu pegar o dinheiro dos depósitos judiciais para pagar contas públicas. Dinheiro esse, para quem não sabe, não pertence ao Estado. É dos cidadãos e/ou empresas que estão discutindo judicialmente aquilo que entendem como seus direitos. Atenção: a falência de um Estado ou Município é a impossibilidade de pagar pelos serviços públicos decididos por leis e contratos, decorrente do não pagamento adequado dos impostos. No RS, a situação é diferente: os contribuintes são escorchados e o Estado simplesmente gasta mal os recursos arrecadados. Pode?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • INCONSTITUCIONAL
    O Supremo Tribunal Federal julgou inconstitucional a cobrança de Imposto de Renda e de Contribuição Social do Lucro Líquido (CSLL) sobre lucros obtidos por empresas com sede no Brasil que possuam controladas no exterior ou estejam coligadas com outras empresas fora do País. No entanto, o tribunal não proclamou o resultado do julgamento da ação direta de inconstitucionalidade e mantém suspenso o destino do caso.
  • DESONERAÇÃO
    Pelas contas do governo Dilma, a ampliação do número de setores incluídos na desoneração da folha de pagamento vai diminuir a arrecadação em R$ 16 bilhões este ano e R$ 19 bilhões em 2014. Isto significa que haverá aumento de impostos para cobrir o rombo, não?
  • AMÉRICA LATINA
    A CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe reduziu levemente a projeção de crescimento da região para entre 3,6% e 3,7% neste ano. No meu entender, quem vai garantir este crescimento será o Chile, Peru, Colômbia e México. Ou seja, os países não alinhados com o Lula/Chavismo.
  • GOVERNO ESTATIZANTE
    A presidente Dilma Rousseff prepara a criação de mais uma estatal, a quinta em menos de 3 anos de governo - o mesmo número alcançado pelo ex-presidente Lula em 8 anos de mandato. A NOVA ESTATAL vai cuidar de portos fluviais, hidrovias e eclusas, assumindo, nessa área, atribuições do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), e seria vinculada ao Ministério dos Transportes e à Secretaria de Portos. Que tal?

FRASE DO DIA

O esquecimento é o adubo que nutre a impunidade.

Wesley E. Hayas