Artigos Anteriores

FEIRA DE HANNOVER - 1 -

ANO XIV - Nº 007/14 -

CLIMA DE CONFIANÇA

A Hannover Fair abriu ontem, 20, em clima de confiança, apesar do momento econômico mundial complicado. Como o número de expositores se manteve praticamente igual ao ano anterior (6.150), a Primeiro Ministra da Alemanha, Ângela Merkel, no passeio tradicional que as autoridades costumam fazer no primeiro dia da Feira, arriscou um prognóstico: -

Talvez a Feira de Hannover seja um sinal claro de que o pior está passando.

Tomara.

DISCURSO DA HORA

Afinal, com esses tipos de discursos já estamos bem acostumados. Todos eles são, e precisam ser, carregados de otimismo mesmo que à nossa volta as paredes estejam caindo. A ordem, para que o ânimo empresarial continue imperando, é dizer sempre que o pior já passou.

OPORTUNIDADES

De qualquer forma, à primeira vista, a maioria dos expositores brasileiros presentes à Feira parecem estar satisfeitos. Os contatos que estão sendo feitos têm boas perspectivas de negócios. O presidente da FIERGS e do Sebrae/RS, Paulo Tigre, que lidera uma missão de cerca de 100 empresários de 12 estados brasileiros em Hannover, insiste que se a crise traz dificuldades, também traz oportunidades de se criar, buscar novas oportunidades e tecnologias e o momento é de abrir tais possibilidades.

TECTO YOU

Pelo terceiro ano consecutivo a Hannover Messe oferece o espaço chamado Tecto You. Esta iniciativa é destinada a fomentar o entusiasmo dos jovens pela técnica, oferecendo uma mostra geral das possibilidades profissionais. Em mais de 150 ônibus, os jovens vindo de toda a Alemanha , são recebidos por mais de 60 guias especialmente treinados para lidar com este público. Durante as visitas temáticas, especialmente adaptadas a este público, os jovens vão a lugares especificos da feira, onde experts nos assuntos estão à disposição para todas as informações. Inclusive, vários expositores de renome organizam programas de apresentação especial para os jovens estudantes.

EXPOSITORES ESTRANGEIROS

A proporção dos expositores internacionais registrou um crescimento contínuo nos últimos anos, principalmente em setores representativos do mercado mundial relacionados com a automação industrial . A maior parte dos expositores estrangeiros vem da Itália(504), seguido da China(452), Coréia do Sul(193), Turquia(181), Índia(150), Taiwan(130), Suíça(125), França(120), EUA(100), Países Baixos(90) e Espanha(90). A alta proporção de expositores coreanos demonstra que o conceito de - País Associado - volta a ser um êxito este ano.

CORÉIA DO SUL - PAÍS ASSOCIADO

A propósito: a Coréia do Sul é o Pais Associado deste ano na Hannover Messe. Este país da Ásia Ocidental se situa entre os primeiros países mundiais no setor de construção de máquinas e instalações, assim como nas tecnologias de informação e automobilística. Com 193 empresas expositoras praticamente em todas as áreas, a Coréia do Sul apresenta tecnologia de ponta em automatização industrial, energia, técnicas motrizes e subcontratação.

LIGNA

Entre os dias 18 a 22 de maio acontecerá, aqui nos pavilhões da Hannover Messe, a LIGNA, maior feira mundial da indústria florestal e de madeira.Apesar da crise econômica mundial, na LIGNA deste ano estão confirmadas todas as empresas relevantes do setor.Os expositores esperam que a feira impulsione seus negócios. Com o tema: Eficiência de Recursos - somos mais atuais que nunca. Com a situação econômica tensa só poderão superá-la aqueles que trabalharem com eficiência. Para isso é preciso soluções tecnológicas e inovadoras para a indústria florestal e de madeira.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ROBOCUP
    Pelo terceiro ano consecutivo se realiza na Hannover Messe o RoboCup German Open, uma competição em alta tecnologia robótica em várias áreas. Um exemplo é o uso de robôs para salvamentos e resgates em catástrofes, realização de tarefas domésticas. Participam desta competição, cientistas, universitários, assim como fãs de tecnologia e de competição.
  • E A REFORMA?
    O déficit da Previdência Social cresceu 12,1% em março deste ano, na comparação com o mesmo período de 2008, e chegou a R$ 3,1 bilhões. Resumo: a arrecadação foi de R$ 14,2 bilhões e despesa de R$ 17,3 bilhões. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, as receitas cresceram 10,6% e as despesas, 10,8%.Só no primeiro trimestre deste ano, o déficit da previdência cresceu 16,3%, para R$ 12,1 bilhões. As receitas tiveram aumento de 5,2% (R$ 39,5 bilhões) enquanto as despesas subiram 7,6% (R$ 51,6 bilhões). Reforma pra quê, não é mesmo?
  • TÁ NA MESA
    O sócio-diretor da Gás Energy New Ventures, Marco Tavares, é o convidado da Federasul para o Tá na Mesa de amanhã, quarta-feira, 22/04. Ele falará sobre o tema: GNL em Rio Grande: da lei do gás ao pré-sal, uma solução inovadora. Às 12h.
  • PROJETO BANRISUL
    Os alunos do Colégio La Salle Dores, de Porto Alegre, terão um recreio com muita diversão e educativo amanhã, 22, às 10 horas. Será realizado o Projeto Banrisul no Colégio, que estimula o desenvolvimento da responsabilidade financeira em crianças, adolescentes e jovens, através de um jogo inspirado no clássico Jogo da Vida. Os próprios estudantes serão as peças jogadoras, com simulações de uso do cartão bancário nas várias situações do cotidiano em um grande tabuleiro em tamanho natural no pátio da instituição de ensino. A iniciativa do Banrisul acontecerá neste ano em 60 estabelecimentos de ensino da Capital e interior do Estado, com expectativa que 50 mil alunos participem do projeto.

FRASE DO DIA

A hora é do progresso e não do retrocesso.

Extraído do discurso de abertura da Feira de Hannover