Artigos Anteriores

FAÇAM O QUE EU DIGO...

ANO XIV - Nº 007/14 -

REAÇÃO INTERESSANTE

O ministro Mantega, dentro de suas calças modelo ideológico puramente petista, foi muito original ao reagir às queixas de alguns empresários que reclamavam da contínua valorização do real frente ao dólar.

INVESTMENT GRADE

Ao afirmar que o preço da nossa moeda reflete tão somente o tamanho do sucesso alcançado pelo Brasil, sucesso esse que oportunizou a obtenção do cobiçado selo de - Investment Grade -, conferido, ontem, pela agência Moddy?s, Mantega chamou a atenção dos empresários informando que precisam cortar custos para ganhar competitividade.

RACIOCÍNIO DE MANTEGA

Interessante o raciocínio do ministro Mantega. Combina com o famoso ditado:

Façam o que eu digo, mas não façam o que o governo faz.

No momento que em que propõe o corte de despesas das empresas, o governo noticia que só a Previdência registrou um déficit de R$ 30 bilhões até agosto de 2009. Até agosto, entenderam?

EXPORTAÇÕES

Como estamos tratando de exportações, principalmente, é preciso deixar claro que o Brasil só passou a vender produtos para o exterior depois que houve a desoneração do ICMS, através da Lei Kandir. Antes, para impedir que as exportassem, os governos estaduais taxavam os produtos com ICMS.

LEI KANDIR

O resultado obtido era simples: nada de exportações. Com a Lei Kandir, que originalmente foi criada com prazo de dois anos, tinha como propósito a desoneração do valor do ICMS dos Estados para que as exportações passassem a acontecer.

PRORROGAÇÃO

Com o passar do tempo, os Estados pediram à União que a Lei Kandir fosse prorrogada para não perderem arrecadação. Ora, nenhum Estado perdeu dinheiro com a Lei Kandir. Até porque, se o imposto existisse ninguém exportaria coisa alguma.

FAÇAMOS AS CONTAS

Como os Estados não cortam custos na mesma proporção daquilo que imaginam deixar de arrecadar, resolveram que a União tem o dever de ressarcir o valor das chamadas perdas.Ora, ora, gente, façamos as contas e deixemos de ser estúpidos: se o valor da desoneração é bancado pela União, significa que o custo permanece. Ele só deixou de ser estadual e passou a ser federal. Isto é desoneração? A resposta é muito clara, gente: isto é exploração.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • NA ANTENA 1
    Em outubro inicio a apresentação de comentários diários na emissora Antena 1 - Porto Alegre (89,3). É o Ponto Crítico no ar, gente. Na boa companhia de ouvintes qualificados.
  • NOVAS LOJAS
    Nas próximas semanas, o shopping Iguatemi Porto Alegre vai comemorar uma série de novidades. Em menos de um mês, serão sete inaugurações. Passam a integrar o mix de 300 operações, o Restaurante Z Café, Tânia Bulhões Perfumes, Mandi & CO, Maria Filó, Greek Donner, Tyrol e Usina de Massas Express. Além disso, recentemente, a Spezzato dobrou de tamanho e passou a oferecer duas novas marcas, a Giòve e a Teen.
  • ALAVANCAGEM FINANCEIRA
    Embalada pelos bons índices apresentados pela economia brasileira no segundo trimestre, a CDL Porto Alegre realiza nos dias 24 e 25 de setembro um evento sobre: Alavancagem Financeira para a Expansão dos Negócios no setor de franquias. O encontro marca o início das atividades da ABF/RS, uma parceria entre a entidade da Capital e a Associação Brasileira de Franchising (ABF).
  • ABIMAQ
    A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos ? ABIMAQ/RS ? promove reunião-almoço às 12h desta quinta-feira (24) no Centro de Eventos da Fiergs. O diretor da Norberto Odebrecht S.A., Afonso Celso Legaspe Mamede, falará sobre o tema: Oportunidades para Máquinas e Equipamentos ? Projetos e Investimentos da construtora.

FRASE DO DIA

AQUELE QUE TUDO ADIA, NÃO DEIXARÁ NADA CONCLUÍDO NEM PERFEITO.

Demócrito