Artigos Anteriores

ESTADO MALFEITOR

ANO XIV - Nº 007/14 -

PONTAPÉ NO TRASEIRO

Já devidamente conhecido por promover tragédias em vários setores, tanto de empresas públicas quanto privadas, desta vez o governo resolveu dar um enorme pontapé no traseiro dos investidores do setor elétrico. Que o digam as quedas brutais dos preços das ações de várias concessionárias, que vem sendo registradas nos últimos dias na Bovespa.

INFLUENCIAR O POVO

Como o governo só está preocupado com as eleições, o anúncio da redução dos preços da energia elétrica foi provocado para influenciar, nesta reta final das campanhas eleitorais, a cabeça do povo, sempre ávido, naturalmente, por alguma vantagem.

PÂNICO

Ora, diante da exclusiva preocupação em anunciar os percentuais dos cortes de energia, sem explicar quais as empresas que serão atingidas assim como o tamanho das perdas, o que se viu foi um pânico no mercado.

ELETROBRÁS

Em síntese, da mesma forma trágica como o governo agiu com relação à Petrobrás, depois que a empresa fez o maior lançamento de ações no mercado (nacional e internacional), cujas ações já desabaram mais de 50%, agora chegou a vez da Eletrobrás e outras tantas concessionárias.

REESTATIZAÇÃO

Pensando bem, só age desta forma um governo que tem olhos voltados para a reestatização. Como muitas concessionárias não conseguirão suportar as estreitas margens determinadas pelo ESTADO INTERVENTOR, em breve estaremos assistindo a emancipação, ou aquisição a preços vis, de vários controles acionários de concessionárias privadas.

PAREDÃO MONOPOLISTA

Estamos nos dirigindo novamente para o terrível PAREDÃO MONOPOLISTA. Nesta toada, em breve voltaremos a conviver com os monopólios governamentais de serviços públicos. Cujos preços cobrados dos consumidores nada tem a ver com o mercado, mas com a vontade dos governantes.

PRIVATIZAÇÕES

O resultado disso já é conhecido, pois as privatizações realizadas anos atrás já mostraram o estado de penúria com que foram colocadas à venda nos leilões. Com um detalhe importante e horripilante: o caixa estava zerado, as máquinas sucateadas e os investimentos inexistentes. Em compensação, o números de funcionários públicos lotados das estatais quebradas era simplesmente fantástico. Pois é, gente....

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • NEM O MENSALÃO
    Quase a metade do eleitorado de São Paulo (45%) declara que o julgamento do mensalão pelo STF não terá influência no voto para prefeito. A conclusão é de pesquisa Datafolha divulgada ontem. Nem o mensalão nos ajuda. Que tal?
  • FORMAÇÃO DO PREÇO DA ENERGIA
    Para quem ainda não sabe, a formação do preço da tarifa de energia elétrica residencial no Brasil é a seguinte: Encargos, taxas e tributos = 50%; Custo da energia = 24%; Custo de distribuição = 21%; Custo de transporte = 5%. Viram quem fica com a metade? Pois é.
  • ELEIÇÕES 2012
    Estamos na reta final, gente. Trate de escolher o melhor representante para sua cidade. Caso esteja indeciso pergunte para quem sabe. Para alguém que tem bom discernimento, obviamente. Eu já sei em quem vou votar. Inclusive manifestei isto de forma privada. Por isso o meu candidato é um AFORTUNADO. Que tal?
  • SUJO
    O mensaleiro Marcos Valério está tão sujo, mas tão sujo, que até o ministro Ricardo Lewandowski resolveu condená-lo.

FRASE DO DIA

Somos o que fazemos repetidamente. Por isso o mérito não está na ação e sim no hábito.

Aristóteles