Artigos Anteriores

ESPÍRITO BOLIVARIANO

ANO XIV - Nº 007/14 -

COERÊNCIA

Ontem, como foi amplamente noticiado, para se manter absolutamente em linha com a forma bolivariana de governar, o Ministério do Planejamento (?) informou que a previsão inicial de crescimento do PIB do nosso pobre país, estimado no início do ano pelo governo Dilma Neocomunista em 2,5%, foi reduzida para 1,8%.

DE DUAS UMA

Ora, de duas uma, gente: 1- ou Dilma e sua equipe econômica não leem o Boletim Focus, do Banco Central; ou, 2- o governo está preparando uma maquiagem hollywoodiana com o propósito de enganar o povo pouco esclarecido, transformando um número quase negativo em algo muito positivo.

DESCONHECIMENTO DA MATEMÁTICA

Pelo visto, neste triste, mas real, momento econômico que o país vive, só os governantes petistas-neocomunistas fazem questão de dizer que a débil economia brasileira vai crescer bem acima do que é esperado (na realidade está manipulando a opinião pública e a mídia que, ao não contestar, mostra desconhecer a matemática).

MOODY\\\'S

Como a ordem petista-mentirosa é jamais se entregar, mesmo diante de realidades evidentes e gritantes, a presidente Dilma Neocomunista, quando tomar conhecimento da afirmação feita pelo diretor da Moody\'s Analytics para a América Latina, Alfredo Coutiño, de que a probabilidade do Brasil ter dois trimestres consecutivos de contração no PIB, neste ano, já é superior a 50%.

PESSIMISMO FORA

Mais tiririca Dilma vai ficar quando souber que Coutiño também prevê que a franca e contínua fragilidade da economia brasileira deve aumentar ainda mais na segunda metade do ano. Com certeza, se seguir ao pé da letra o que vem fazendo com quem não aposta no sucesso do Brasil, vai pedir aos meios de comunicação que não deem espaço para quem prega o -pessimismo- no nosso país.

IPCA

Prosseguindo, quanto ao IPCA (índice que mede a inflação oficial) o Ministério do Planejamento elevou a estimativa inicial, que era de 5,6%, para 6,2%. Detalhe: qualquer criança que está no Jardim de Infância sabe que a inflação já está acima da meta, mas o governo insiste que é compatível com a meta estipulada. Pode?

PREÇOS RELATIVOS

Quanto ao câmbio, para provar que não é mais flutuante, mas -absolutamente controlado- para impedir um avanço ainda maior da inflação, o Ministério do Planejamento (?) manteve a previsão em R$ 2,29. Ou seja, se o câmbio vier a ser novamente -flutuante- e os preços dos combustíveis vierem a ser ajustados pelo mercado, como manda a lógica de raciocínio, a inflação pula para 15% em termos anualizados. E o câmbio-dolar pula para R$ 2,50, no mínimo.Anotem aí: as intervenções que reprimem os preços, mais dia menos dia acabam. E acabam sempre em tragédia. Em algum momento, portanto, isto será inevitável.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PISO HISTÓRICO
    Pelo terceiro mês consecutivo, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) alcançou um novo piso histórico. O indicador recuou 1% em julho ante junho na série com ajuste sazonal, para 108,4 pontos, informou hoje a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Houve piora tanto na percepção sobre o momento atual quanto do futuro, e os investimentos acompanharam a tendência de deterioração. (J.Comércio)
  • QUASE PARANDO
    Os negócios na construção civil estão mais lentos do que o esperado por empresários, que passaram a rever suas estimativas de crescimento para 2014. Os problemas no setor provêm principalmente do desempenho fraco da economia brasileira.Na cidade de São Paulo, maior mercado imobiliário do País, as vendas de imóveis residenciais novos acumuladas entre janeiro e maio foram de 7.982 unidades, 41,4% inferiores ao mesmo período do ano passado. (Exame)
  • DIA DOS PAIS
    Pesquisa realizada pelo Sindilojas Porto Alegre e CDL Porto Alegre com consumidores da Capital mostra que o Dia dos Pais em 2014 deve ter crescimento de 8% nas vendas em relação a 2013. A expectativa é que a data gere um incremento de R$ 52 milhões no varejo da cidade em função da data. Tomara...
  • LIVRO VIRTUAL
    O livro -O Rio Grande tem saída?- : uma análise das potencialidades e dos entraves para o desenvolvimento-, de autoria do Pensador Darcy Francisco dos Santos, já pode ser adquirido na forma virtual. Clique em (http://www.livrariasaraiva.com.br/produto/7879242). Sugiro que Marcelo Daneris leia o livro para comprovar que tudo que escreveu no artigo que foi publicado ontem no jornal Zero Hora, é pura fantasia.

FRASE DO DIA

Você pode encarar um erro como algo a ser esquecido ou um resultado que aponta para uma nova direção.

Steve Jobs