Artigos Anteriores

ESCLARECENDO UM MAL-ENTENDIDO

ANO XIV - Nº 007/14 -

ESCLARECIMENTOS NECESSÁRIOS

Como o editorial de ontem -A FANTÁSTICA FÁBRICA DE ROMBOS- provocou reação significativa por parte de centenas de leitores, a maioria consciente do quanto é urgente a aprovação da REFORMA DA PREVIDÊNCIA, volto ao tema com esclarecimentos que julgo necessários para melhorar o entendimento do MAIOR PROBLEMA DO BRASIL.

MAL-ENTENDIDO

Desta vez, porém, o meu propósito é esclarecer um importante MAL-ENTENDIDO que pairou no ar tão logo o ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou, na entrevista coletiva que concedeu na 3ª feira, 5, ao lado do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que a proposta de reforma da Previdência do governo projeta uma economia de pelo menos um R$ 1 trilhão, em um período de 10 ou 15 anos.

SOBRA DE RECURSOS

A confusão, ou mal-entendido, ficou muito clara quando percebi que muitos leitores se mostram convencidos de que a NOVA PREVIDÊNCIA, caso o projeto que o governo pretende enviar ao Congresso Nacional venha a ser aprovado, vai provocar, em 10 ou 15 anos, não uma ECONOMIA, mas um SUPERÁVIT PREVIDENCIÁRIO na ordem de  R$ 1 trilhão.

DIREITOS ADQUIRIDOS

Na realidade, é bom que fique bem claro, a tal -economia de R$ 1 trilhão em 10 ou 15 anos-, que o ministro se referiu, servirá para abater parte do FANTÁSTICO ROMBO QUE A PREVIDÊNCIA, que, gostem ou não,  continuará existindo por muitos anos a frente, por imposição dos absurdos -DIREITOS ADQUIRIDOS-.

ROMBO DE R$ 3,6 TRILHÕES EM 10 ANOS

Como a atual PREVIDÊNCIA SOCIAL (INSS + SERVIDORES DA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS) gera um ROMBO -ANUAL- superior a R$ 300 bilhões, isto sem levar em conta que o mesmo cresce ano após ano, a projeção é simples: em 10 anos, o tamanho do ROMBO supera a absurda marca de R$ 3, 6 TRILHÕES.

ABATIMENTO DE 1/3 DO ROMBO

Portanto, de novo: a projetada -ECONOMIA- de R$ 1 TRILHÃO ao longo de 10 anos, como referiu Paulo Guedes em conta simples, servirá, isto se o projeto do governo for aprovado, para abater algo como 1/3 do ROMBO que seguirá acontecendo por muitos anos a frente, por força dos DIREITOS ADQUIRIDOS impostos pela Constituição NADA CIDADÃ.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • NÃO HÁ ATIVOS INEGOCIÁVEIS NA PETROBRÁS

    Li hoje, no jornal Valor, uma notícia pra lá de alvissareira: o presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco disse, alto e bom tom, que não há nada na estatal que não possa ser privatizado, com exceção dos ativos relacionados às suas principais atividades, que são prospectar e explorar petróleo. Castello Branco deixou claro que o plano de desinvestimento, isto é, a saída de alguns negócios e a venda de subsidiárias será ampliado. Ufa!

  • PRÊMIO LIBERDADE DE IMPRENSA

    O Troféu -Liberdade de Imprensa-, premiação que acontece anualmente na abertura do Fórum da Liberdade, prêmio que tive já tive a honra de receber, nesta edição será entregue ao jornalista Alexandre Garcia. A homenagem se dá, de acordo com o evento, pelo trabalho feito pelo profissional em prol da liberdade de expressão ao longo de sua carreira. O Fórum da Liberdade,  ocorrerá nos dias 8 e 9 de abril, na PUC.

  • OFICINA DE MUSICALIZAÇÃO

    O Boulevard Assis Brasil realiza, no dia nove de fevereiro, a Oficina de Musicalização, atividade voltada para crianças de seis meses à quatro anos e promovida em parceria com a escola de música Cantarolando. O evento, que será realizado no Espaço Kids da Praça de Alimentação do empreendimento, tem como objetivo proporcionar às crianças, de forma lúdica, uma maior percepção de elementos musicais. Os pais auxiliam e estimulam os filhos no decorrer das atividades.

    A oficina será dividida em seis grupos distribuídos por idades. No período da manhã, os exercícios são voltadas para bebês de seis meses à dois anos de idade, e vão acontecer em duas turmas, uma com início às 10h e outra com início às 11h. Durante à tarde, as dinâmicas serão voltadas para crianças de dois até quatro anos, e serão divididas em quatro grupos, com turmas entre às 13h e as 16h. A participação é gratuita mediante inscrição prévia pelo número (51) 98478 0076.

FRASE DO DIA

O sábio fala porque tem alguma coisa a dizer. O tolo porque tem que dizer alguma coisa.