Artigos Anteriores

EMPURRANDO COM A BARRIGA

ANO XIV - Nº 007/14 -

FALIDO

Ninguém neste mundo pode negar que o Estado do RS está falido. E o pior é que a terrível crise , ao invés de contribuir para um BASTA GERAL E DEFINITIVO na gastança fantástica do dinheiro que é arrecadado com impostos, já afetou, de forma irreversível, as cabeças dos gaúchos. A ponto de impedir que os governantes tomem atitudes capazes de ainda salvar alguma coisa.

PACOTE INFRUTÍFERO

O Pacote fiscal preparado pelo Executivo, que está sendo encaminhado à Assembléia Legislativa do RS, não dá, por exemplo, uma nova vida aos gaúchos. Não cria esperanças de solução das contas públicas. Cria, isto sim, a viabilidade de só continuar pagando a folha dos servidores no ano de 2008. O resto fica como está, ou seja, não melhora coisa alguma.

POVO IDIOTIZADO

E mesmo que as propostas não sejam radicais como deveriam ser, muita gente ainda se mostra contrariada com o governo como se ele estivesse sendo muito maldoso. Imaginem se as decisões fossem para resolver o problema do Estado. Aí, o povo bastante idiotizado já teria mandado os governantes para fora do país.

ESPANCADO

Alguns habitantes perpétuos de certos poderes constituídos continuam absolutamente convencidos de que dinheiro dá em árvores ou nos rios. E quando informados de que isto não existe sugerem que os cidadãos comuns tratem de conseguir os recursos. Mesmo que não tenham mais de onde tirar. E quando alguém grita dizendo que governos não foram feitos para pagar aposentadorias, que devem ser custeadas exclusivamente por planos de previdência, este alguém é espancado até mudar de idéia.

FANTASMA

Continuando assim, o RS vai virar um Estado Fantasma. As empresas vão cair fora e os cidadãos vão precisar viver na informalidade. Tanto para produzir quanto para consumir. E os desocupados deverão preencher o seu longo tempo em frente das TVs, quando assistirão o quanto outros lugares são mais prósperos e mais atraentes.

PERDA IRREPARÁVEL

Assim como se comemoram nascimentos e vidas bem sucedidas, também são registradas datas de falecimentos ou de catástrofes. Principalmente aquelas que jamais devem ser esquecidas. É por isto que devemos lembrar a passagem de mais um aniversário da dolorosa perda da fábrica da Ford, do RS.

MISSA

Não fosse a enorme estupidez e a irresponsabilidade do governo petista gaúcho, cuja administração foi regada a ódio e pautada pela expulsão de todo o tipo de investimento que poderia escrever uma história fantástica de sucesso para o RS, poderíamos estar em melhor situação. Fica aí, pois, a lembrança fatídica do falecimento daquele projeto, cujo efeito sempre pode contribuir para abrir algumas cabeças por aqui. Valeria uma missa bem rezada.

NÚMEROS ESPETACULARES

Se já é muito doloroso para os gaúchos relembrar tudo o que foi perdido com a expulsão da Ford do RS, pior sentimento quando observados os maravilhosos números apresentados pela montadora localizada na Bahia. É de perder o sono, a paciência e o rumo. Os veículos produzidos em Camaçari não param de bater recordes. Ainda choro, todos os dias, pela perda incrível que tanta falta faz à economia gaúcha.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • PRÊMIO SESI
    Serão anunciadas as vencedoras do Prêmio Sesi Qualidade no Trabalho (PSQT) na etapa estadual do RS, em cerimônia nesta terça-feira, dia 2 de outubro, às 17h, no Salão de Convenções da FIERGS, em Porto Alegre. O Prêmio é o reconhecimento público das indústrias às suas práticas de gestão de pessoal, saúde, segurança e meio ambiente, lazer, entre outras ações, que visam à melhor qualidade de trabalho. Em sua 12ª edição, o processo de avaliação do Prêmio Sesi Qualidade no Trabalho considera quatro categorias grande, média, pequena e microempresa.
  • CAIS MAUÁ
    Os grupos de empresas interessadas em participar da modelagem do Projeto Cais Mauá, em Porto Alegre, entregam, nesta segunda-feira (1º), às 18 horas, no Salão Azul da Secretaria do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais (SEDAI) ? no 16º andar do Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), os planos de trabalho para a modernização da área urbana do porto da Capital.
  • REUNIÃO ALMOÇO
    O Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do RS (Sinplast) promove a 3ª Reunião-Almoço 2007, que contará a palestra: O futuro da petroquímica e a inserção da Braskem nos novos cenários, ministrada pelo vice-presidente da Braskem, dr. Luiz de Mendonça. Na ocasião, haverá ainda a entrega do Prêmio Plast aos universitários vencedores. Dia 4 de outubro, às 12h, no Salão Mercosul, do Sheraton Hotel, em Porto Alegre.
  • DIA DA CRIANÇA
    O comércio de Porto Alegre está se preparando para o Dia da Criança, que será comemorado no próximo dia 12 de outubro. A data deve contribuir para o crescimento de até 7% nas vendas no mês de setembro, com perspectiva de aumento em relação ao mesmo período do ano passado.
  • BOVESPA
    A partir de 15/10/2007, serão adotados novos horários para os sistemas de negociação na BOVESPA: PREGÃO REGULAR: das 10h45 as 11h ? leilão de pré-abertura ? registro de ofertas para a formação do preço teórico de abertura;SESSÃO CONTÍNUA: das 11h as 18h ? para todos os ativos em todos os mercados; CALL DE FECHAMENTO: das 17h55 as 18h ? para os ativos negociados no mercado a vista que fazem parte da carteira de qualquer um dos índices da BOVESPA e para as séries de opções de maior liquidez. AFTER-MARKET: das 18h30 as 18h45 ? fase de pré-abertura; e a fase de negociação será das 18h45 as 19h30.

FRASE DO DIA

NÃO É PRECISO SER SEVERO E FRACO AO MESMO TEMPO.

N. Bonaparte