Artigos Anteriores

ECONOMIC CLIFF

ANO XIV - Nº 007/14 -

FISCAL CLIFF

Os leitores do Ponto Critico devem estar muito bem lembrados do quanto a mídia brasileira, no apagar das luzes de 2012, teceu todos os tipos de comentários a respeito do Fiscal Cliff (Abismo Fiscal), o qual, com toda razão, se apresentava (e continua se apresentando) como uma séria ameaça à economia dos Estados Unidos.

ABISMO ECONÔMICO

O curioso, para não dizer lamentável, é que o governo brasileiro resolveu, por vontade própria, colocar o país diante e à beira de um perigoso ABISMO ECONÔMICO. E nem por isso a mídia está se mostrando preocupada e/ou dando o devido destaque sobre a encrenca na qual já estamos metidos.

ALVARÁS VENCIDOS

Pois, mantendo intacto o meu ponto de vista, que não paro de expor desde o momento em que os governos Lula/Dilma resolveram liquidar com a Matriz de Desenvolvimento Econômico Global para voltar à velha e equivocada Matriz Nacionalista, afirmo que o Brasil está com vários alvarás vencidos.

RELÂMPAGOS

Esses alvarás vencidos significam, com toda clareza, que estamos sujeitos a riscos enormes de uma tragédia econômica, cujos raios, OU RELÂMPAGOS, já estão se apresentando em vários pontos (ou setores) do céu, de forma pra lá de ameaçadora.

FALÊNCIAS

Vejam, por exemplo, que o número de falências requeridas aumentou 20,14% em janeiro deste ano (2013). Segundo dados divulgados pelo Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, o número de falências requeridas passou de 139 em dezembro de 2012 para 167 em janeiro deste ano. Este quadro reflete, matematicamente, o cenário que as empresas enfrentaram em 2012, abrangendo a desaceleração do crescimento econômico e o patamar elevado da INADIMPLÊNCIA DOS CONSUMIDORES.

PRATO CHEIO

Levando em conta: 1- o que informam todos os índices que medem a inflação no Brasil; 2- as desonerações de impostos sem o correspondente corte de despesas públicas (que por sinal estão aumentando); 3- incentivos ao consumo (ao invés da produção); a situação deplorável da Petrobrás; etc., etc., temos aí um prato cheio para fazer o país cair no Abismo Econômico. E, mesmo assim, a mídia brasileira só tem olhos voltados para os problemas vividos por outros países. Pode?

DUAS RAZÕES PARA SER OTIMISTA

Só pode ser, ou estar, otimista no Brasil quem está acima da lei. Quem anda nos trilhos, no caminho certo segundo os padrões normais de comportamento, só pode se manter otimista por duas principais razões: porque é ingênuo ou porque desconhece o que acontece no país.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • EUROPA
    A crise que atingiu a Europa fez com que os países que utilizam o euro como moeda terminassem 2012 sem registrar crescimento em nenhum trimestre, segundo o Eurostat, escritório oficial de estatísticas da região.Para os 17 países da zona do euro, o quarto trimestre de 2012 foi o pior, com uma queda de 0,9% no PIB. No ano inteiro, a região registrou contração de 0,5% na economia.
  • DÍVIDA DA UNIÃO
    Segundo me informa o Prof. Bergamini (Grupo PENSAR!), ao contrário do que os noticiários estão informando, a dívida bruta interna da União é de R$ 2.734,5 bilhões. Somando com a dívida externa, de US$ 394,1 bilhões ( ao um dólar médio de US$1,00/R$ 1,95) que representa R$ 768,5 bilhões, temos uma dívida bruta total da União (interna e externa) de R$ 3.503,0 bilhões, ou R$ 3,5 trilhões.
  • LIQUIDA PORTO ALEGRE
    Em 10 dias de promoções, o Liquida Porto Alegre já atingiu 26% da expectativa de vendas para a campanha inteira. As projeções desta edição apontam para um movimento de mais de R$ 1 bilhão no comércio da Capital, o que representa um incremento de 8%, em comparação ao ano passado. Segundo o presidente da CDL Porto Alegre, Gustavo Schifino, já no primeiro dia foram registradas filas de consumidores nas lojas para aproveitar os descontos. As mercadorias mais procuradas são eletrodomésticos, móveis e decoração, além de artigos de confecções.
  • BANRISUL
    O lucro líquido do Banrisul foi de R$ 818,6 milhões, em 2012, com retração de 9,5% em relação ao obtido em 2011. O resultado corresponde a uma rentabilidade de 17,6% calculada sobre o patrimônio líquido médio. O patrimônio líquido do Banrisul alcançou R$ 4,9 bilhões, apresentando crescimento de 11,2% em relação ao montante registrado em 2011.

FRASE DO DIA

O Brasil e a Argentina parecem dois bêbados cambaleantes a cabecear nos postes. Só que, enquanto a Argentina parece estar a caminho da economia de mercado, o Brasil parece estar de volta ao bar.

Roberto Campos