Artigos Anteriores

DILMA LAVROU A ATA DA HERANÇA

ANO XIV - Nº 007/14 -

SEM RUMO

O governo Dilma, devido à péssima herança recebida do seu antecessor, está literalmente perdido. Como Lula se notabilizou pela mentira e pela descomunal elevação da despesa pública, a sua sucessora, que lavrou e endossou a ata da tal herança, não sabe como sair da encrenca.

TROFÉUS

A inflação, que não para de subir, nada mais é do que o fruto de tudo que o governo Lula promoveu e se lambuzou. O incrível é que o dito recebeu vários troféus e homenagens mundo afora pela forma como administrou o país. Pode?

DOSES CAVALARES

Pois, é gente. Todo o esforço que foi feito para debelar o mal que afligiu o Brasil por várias décadas, que graças ao Plano Real foi possível equilibrar de alguma forma, os governantes petistas trataram de liquidar. Com doses cavalares de atitudes altamente populistas.

LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

Até a Lei de Responsabilidade Fiscal, que foi criada para dar sustentação ao Plano Real, os maldosos deformaram ao seu bel prazer. Tudo para que deixasse de produzir os efeitos necessários, quais sejam de conter os gastos públicos.

AFRO

Pois é, gente. Agora o que se vê, e ouve, da própria presidenta Dilma, é que a coisa ficou feia demais. Ela declara, inclusive, não saber como consertar o estrago que o governo anterior fez. Como o programa petista não cogita redução de gastos, tampouco a realização de reformas, o futuro do país é afro pra não dizer negro.

OBSTÁCULO

Para inibir o desenvolvimento do país, o grande obstáculo que foi colocado à frente da economia, por vários governos, foi a carga tributária. Esta barreira, cada vez mais alta, acabou como fonte para aumentar, substancialmente, os salários do setor público. Por consequência deixou a economia brasileira sem capacidade de competir.

INGREDIENTES EXPLOSIVOS

Pois, se a carga tributária é elevada a ponto de barrar o crescimento regular da nossa economia e as despesas públicas não param de aumentar, a taxa de juros, por mera consequência, não tem como não subir. Levando em conta que a economia continua fortemente indexada, o resultado destas causas é mais inflação. Ela só vai ceder se os ingredientes acima forem modificados. Alguém quer?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • MANIFESTO
    A Associação dos Profissionais e Analistas de Investimentos do Mercado de Capitais da Região Sul (Apimec-Sul) lançou um manifesto de preocupação diante de episódios cada vez mais recorrentes que denotam uma tentativa do Governo Federal de interferir na gestão e de controlar empresas privadas de capital aberto. Como entidade representativa de profissionais como os analistas de investimento, a Apimec-Sul tem a obrigação ética, exercida historicamente através de um posicionamento apartidário, de promover o esclarecimento e a reflexão sobre aspectos fundamentais relacionados ao funcionamento do mercado de capitais, considerando as melhores práticas de Governança Corporativa. O exemplo mais recente de práticas que ferem esses princípios é a tentativa de pressão do Governo Federal exercida indevidamente sobre acionistas da mineradora VALE que estimulou o processo de saída do atual presidente Roger Agnelli. Neste caso, fica evidente a tentativa do Governo Federal de influenciar nas decisões da empresa, sem ao menos ser acionista controlador, e valendo-se da influência que tem em acionistas majoritários da companhia, como a Previ, que pertence a milhares de famílias de funcionários e ex-funcionários ligados ao Banco do Brasil. As consequências da confirmação dessa intromissão vão contra uma gestão financeira equilibrada, conforme é possível verificar na evolução da VALE desde a privatização, e ferem princípios baseados nas melhores práticas de Governança Corporativa.
  • REINO UNIDO
    A economia do Reino Unido teve expansão de 0,5% entre janeiro e março deste ano, invertendo a direção observada nos três últimos meses de 2010, quando o PIB registrou retração de 0,5%. Os dados são do departamento de estatísticas ONS.
  • CRÉDITO
    O volume total de crédito do sistema financeiro brasileiro subiu 1% em março, para R$ 1,752 trilhão, o correspondente a 46,4% do PIB. Em fevereiro, o estoque estava em R$ 1,734 bilhão, ou 46,4% do PIB. Nos 12 meses até março, houve incremento de 20,7%. No primeiro trimestre, o avanço foi de 2,7%.
  • JUROS BANCÁRIOS
    A taxa média de juros bancários teve elevação de 0,9 ponto percentual de fevereiro para março deste ano, para 39%. Esse percentual corresponde à média das taxas cobradas em operações prefixadas, pós-fixadas e flutuantes, com pessoas físicas e jurídicas. Os juros médios para pessoa física registraram incremento de 1,2 ponto, para 45%. A taxa média de juros da pessoa jurídica aumentou 0,7 ponto, para 31,3%.

FRASE DO DIA

Seja senhor da tua vontade e escravo da tua consciência.

Aristóteles