Artigos Anteriores

DA EUFORIA À FRUSTRAÇÃO

ANO XIV - Nº 007/14 -

FRUSTRAÇÃO

O claro sentimento de EUFORIA mostrado pela imensa maioria daqueles que elegeram Jair Bolsonaro como presidente do nosso empobrecido Brasil, quer pelas fofocas e/ou bizarrices cometidas nestes quatro meses de governo, quer pela explícita má vontade de boa parte da mídia e/ou da oposição, que não admite que o País melhore, começa a dar lugar a um lamentável sentimento de FRUSTRAÇÃO.

CONTRIBUIÇÃO DOS ALIADOS

Se as forças do mal estivessem colocadas apenas do lado da mídia detratora e dos opositores preocupados, certamente que o sentimento de EUFORIA não estaria muito ameaçado. Entretanto, para espanto geral, o que se percebe, claramente, é que muitos daqueles que integram e/ou ajudaram a eleger este governo Bolsonaro passaram a contribuir para o crescimento de FRUSTRAÇÃO.

NÃO VENDE E NÃO MOBILIZA

Se por um lado o governo mostra o quanto tem sido ineficaz e/ou incompetente para -vender- suas boas propostas ao Poder Legislativo, como forma para a obtenção de uma elevada taxa de sucesso nas aprovações, por outra, por incrível que possa parecer, demonstra enorme incapacidade de mobilização do próprio partido do presidente. Pode? 

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Até agora, a bem da verdade, graças ao espetacular empenho do ministro da Economia Paulo Guedes e sua equipe, a REFORMA DA PREVIDÊNCIA, assim como outras medidas mais que tem sido preparadas pela área, segue avançando, aos trancos, com maior interesse e forte determinação. Mesmo enfrentando uma descomunal força das corporações, que em hipótese alguma admite que o Brasil saia da UTI. 

COMBATE A CORRUPÇÃO

Já no que diz respeito ao MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA, chefiado pelo excelente e consagrado Sérgio Moro, ministro escolhido a dedo pelo presidente Bolsonaro para promover um verdadeiro e urgente COMBATE À CORRUPÇÃO, infelizmente as coisas não estão acontecendo como TODOS OS ELEITORES queriam e/ou imaginavam. 

POVO NADA SOBERANO

De novo: justamente aquela que se traduziu na principal razão, que de fato pesou na decisão povo brasileiro para eleger Jair Bolsonaro como presidente do Brasil, não está sendo atendida. Tudo porque as FORÇAS DO MAL, lideradas por centenas de políticos envolvidos com notórios casos de CORRUPÇÃO, simplesmente não querem.

Mais: os corruptos, para não serem importunados, contam com uma decisiva vontade da maioria dos ministros da Corte Suprema. A FRUSTRAÇÃO  consiste no fato de que o POVO NÃO É NADA SOBERANO nas suas decisões e vontades. Quem, no final, manda e desmanda é a CORTE SUPREMA, que se notabiliza por mandar, dia após dia, o POVO ÀS FAVAS .  Que tal?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • EQUILÍBRIO FINANCEIRO E ATUARIAL?

    Ouço e leio, todos os dias, que a Constituição Brasileira existe para ser cumprida. Entretanto, nem a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, quando votou pela admissibilidade da PEC da NOVA PREVIDÊNCIA, e muito menos a Comissão Especial, que está examinando o mérito da proposta, levaram em conta o que prega  o ARTIGO 201 da Constituição, que diz com todas as letras o seguinte:

    - A PREVIDÊNCIA SOCIAL SERÁ ORGANIZADA SOB A FORMA DE REGIME GERAL, DE CARÁTER CONTRIBUITIVO E DE FILIAÇÃO OBRIGATÓRIA, OBSERVADOS CRITÉRIOS QUE PRESERVEM O EQUILÍBRIO FINANCEIRO E ATUARIAL. 

    Ora, se a Constituição fosse cumprida, a PREVIDÊNCIA SOCIAL jamais seria DEFICITÁRIA. Que tal? 

FRASE DO DIA

No Brasil, aquele que sabe três coisas sempre será criticado por aqueles que só sabem duas.

J.Merquior