Artigos Anteriores

CUBA VAI VIRAR FOGUETE?

ANO XIV - Nº 007/14 -

FIM DO EMBARGO?

A grande notícia, que deixou o mundo todo perplexo ontem e que ainda vai repercutir por alguns dias, é a aproximação dos EUA com Cuba, como se dispuseram o presidente dos EUA, Barack Obama, e o ditador cubano Raul Castro.

Se bem conduzida, esta aproximação tem tudo para resultar no fim do embargo econômico iniciado em 1961.
 

REAÇÕES DIFERENTES

Pois, antes de qualquer apreciação mais apressada sobre o assunto, o qual, é sempre preciso lembrar, ainda vai depender da aprovação do  Congresso americano, o fato é que a disposição manifestada pelos dois presidentes já produziu reações diferentes, tanto no sentido de aprovação quanto de desaprovação desta tentativa de aproximação. 

NOVA MATRIZ?

Aqui no nosso pobre país, por exemplo, o economista e pensador (Pensar+) Paulo Rabello de Castro, nas mensagens que trocamos ontem à noite sobre o assunto, me disse: - Muita coisa vai mudar na região, caso o fim do embargo se confirme. Parece pra valer e há claras razões econômicas para isso, especialmente do lado da Ilha. Aqui, não preciso dizer que é uma bomba atômica. Ou um presente de Papai Noel, conforme a visão que se tenha. 

CONFISCO

Por ora,  enquanto o mundo todo espera, ansiosamente, pela aprovação do destravamento pelo Congresso americano, e começa a se preparar para tudo de bom que pode vir a acontecer daqui para frente na Ilha, que foi destruída pelo regime comunista imposto pelo ditador Fidel Castro,  gostaria de obter respostas para duas indagações: 

DUAS INDAGAÇÕES

1- as propriedades invadidas e confiscadas pelo governo cubano, quando Fidel & Cia se apoderaram da Ilha, serão devolvidas aos seus legítimos donos?

2- Dilma Rousseff também pretende acabar com o embargo econômico que promoveu no nosso pobre país, o qual, diga-se de passagem, foi imposto, exclusivamente, pelo seu governo petista?

 

CANTEIRO DE OBRAS

Ainda assim, especulando sobre o que pode acontecer de bom em Cuba, a impressão que muita gente tem, caso Raul Castro seja acometido por um forte surto de juízo e doses de bom senso, é de se esperar que a Ilha venha a se transformar num enorme canteiro de obras, com muitas oportunidades de investimento. A exemplo de Berlim Oriental. Vamos ver...  

O que me causou surpresa foi a declaração de Dilma dizendo que foi um grande acerto o Brasil ter construído o Porto de Mariel. Afinal, o Porto de Mariel é cubano ou brasileiro? Sendo brasileiro, na linguagem ideológica comunista isto representa uma enorme exploração. Ou será uma nova PPP - Parceria Público Pública? A conferir...

PETROBRÁS

Ah, antes de encerrar preciso me manifestar, mais uma vez, sobre a necessidade de privatizar a Petrobrás. Aliás, se há um propósito real e verdadeiro de salvar a estatal, o que não é crível com este governo, a saída é uma só: a sua privatização.


Ontem, para confirmar ainda mais esta necessidade, a presidente da Petrobrás, Graça Foster, foi decisiva quando afirmou que ninguém foi demitido porque não foram encontradas, dentro das limitações de investigação pela Petrobrás, evidências de dolo ou má fé.

Ou seja, para a presidente da Petrobrás, a incompetência não é suficiente para demitir quem quer que seja? Privatização JÁ!
 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • TRATEM DE PRODUZIR!

    Com a célere aprovação dos magníficos aumentos dos salários dos representantes dos Três Poderes da União, que por efeito legal deflagram um processo idêntico, em cadeia, por todos os Estados e Municípios, a sociedade brasileira recebeu uma ordem: TRATEM DE PRODUZIR! 

     

  • CONEXÃO VAREJO

    A Conexão Varejo, publicação do Sindilojas Porto Alegre, traz em sua 78ª edição, matéria especial sobre as expectativas econômicas para o setor em 2015. Tendo em vista que 2014 não representou um ano positivo para a economia no País, a Conexão Varejo ouviu os economistas Marcelo Portugal, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Bruno Fernandes, da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e o diretor da Mixx Consultoria para o Varejo, Enio Foganholo, para traçar um panorama para o próximo ano.

    Com uma inflação que pode se aproximar dos 6,5% e o crescimento do país em 1,5%, o economista Marcelo Portugal adianta que o varejo precisará “saber comprar bem para poder vender bem e manter os estoques e os custos relativamente baixos”. No entanto, para Bruno Fernandes o cenário não deverá ser muito diferente de 2014, mas acredita que os apertos fiscais e monetários devem impedir a retomada de crescimento de todos os setores. Segundo ele, o poder de compra da população está diminuindo e entre os principais motivos está o baixo crescimento do mercado de trabalho e as altas taxas de juros para as operações de crédito.

  • OBJETIVISMO

    Aos leitores/assinantes que querem saber mais sobre o Objetivismo, uma boa notícia: basta  
    acessar a Apple Store, o Google Play ou a Amazon e baixar o aplicativo, inteiramente de graça.

    Quem está por trás disso o é o pensador Roberto Rachewsky (Pensar+). Roberto tem se dedicado bastante no estudo que trata do Objetivismo de Ayn Rand, o qual, certamente, é altamente benéfico para o desenvolvimento de uma mentalidade capitalista.

FRASE DO DIA

SE VOCÊ SE COMPORTASSE COMO O GOVERNO DILMA, VOCÊ ESTARIA PRESO.