Artigos Anteriores

CORREÇÃO E PESQUISAS ELEITORAIS

ANO XIV - Nº 007/14 -

CORREÇÃO

Primeiramente, um pedido de desculpas aos leitores/assinantes do Ponto Critico: no editorial de nº 180, publicado em 06 de agosto, cometi um enorme equívoco ao colocar o título - CARTA AO POVO BRASILEIRO.

CARTA DO POVO BRASILEIRO

Explico: como foram os brasileiros que emitiram as opiniões colocadas na CARTA, como informa a pesquisa nacional de opinião pública conduzida pelo Instituto Datafolha em fevereiro de 2014, com 2.091 entrevistados em 120 municípios, abrangendo todos os grupos sociais e regiões brasileiras, o título correto é CARTA DO (e não AO) POVO BRASILEIRO.

TODOS PODEM ASSINAR A CARTA

Portanto, ao renovar o meu pedido de desculpas pelo lamentável erro, peço que atentem para o mais importante: todos (eu disse todos) podem assinar a CARTA. Até porque o documento nada tem de ideológico, que na maioria das vezes impede a defesa de ações e propostas onde só impera o bom senso.

ADESÕES PELO SITE

Como quem fala é o povo, todos aqueles que quiserem engrossar as fileiras dos mais de 250 mil brasileiros que já assinaram o -abaixo assinado do MBE-, podem fazê-lo através do site (www.assinabrasil.org). Assim, a Carta -DO POVO- terá ainda mais adeptos.

PESQUISAS ELEITORAIS

Mudando de assunto: tudo aquilo que o Ponto Crítico, o Santander e a Empiricus dizem (ou vem dizendo) já ganha maior comprovação hoje. A pesquisa de intenção de voto, divulgada ontem, mostrando Dilma Neocomunista com grande possibilidade de se reeleger, fez o que todos já sabiam e/ou imaginavam: Bolsa em queda e dólar em alta. Na mosca!

MASOQUISMO

É óbvio que cada eleitor tem o direito sagrado de escolher seus candidatos. Entretanto, diante de tanta corrupção, excesso de má administração, descontrole de gastos públicos, inflação em alta, crescimento econômico em baixa, carga tributária absurdamente alta, investimentos parados e falta de competitividade, o fato de reeleger Dilma deve ser visto como um ato de pura insanidade e/ou masoquismo sem limite.

NADA DE INCERTO

Como se isto não bastasse, o futuro do Brasil com Dilma Neocomunista-Petista nada tem de incerto. Os próximos quatro, segundo os próprios petistas informam, serão dedicados para colocar, definitivamente, o nosso pobre país no estágio BOLIVARIANO vivido hoje pela Venezuela. Tanto no aspecto econômico quanto no político. Pode?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CUSTO DAS RESERVAS
    A nossa dívida externa, nos últimos 12 meses, custou 8,42% ao ano e nossas reservas são remuneradas por juros negativos em torno de 1,5% ao ano (juros americano em 2014 tem previsão de 0,50% ao ano e a inflação americana prevista para 2014 será de 2,00%), assim sendo os juros será negativo de 1,5% no ano de 2014. De novo: Captamos recursos ao custo de 8,42% ao ano e somos remunerados com juros negativos de nossas reservas em -1,5% ao ano, segundo informa o Pensador Ricardo Bergamini.
  • IPC-S
    O IPC-S de 07 de agosto de 2014 apresentou variação de 0,16%1, 0,06 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação.
  • COLÓQUIO
    O Instituto de Estudos Empresariais (IEE) promoverá, no dia 11 de agosto, o 3º Colóquio do Fórum da Liberdade. O evento, que tem como objetivo dar continuidade ao debate de ideias gerado no Fórum da Liberdade, contará com palestrantes de renome nacional. O tema desta edição será Desafios e Oportunidades no Brasil.
  • CINEMAS
    Porto Alegre passa a contar com mais duas salas de cinema a partir desta semana com a inauguração do Arcoplex Boulevard Assis Brasil. O novo espaço de cinemas irá operar no shopping Boulevard Assis Brasil com salas em formato stadium, projetores de última geração, som digital e capacidade para exibição de filmes em 3D. No total, as duas salas terão capacidade para 357 lugares, com poltronas numeradas e bilheteria eletrônica. Para os amantes da sétima arte, o cinema reserva ainda uma bomboniere completa e cafeteria.

FRASE DO DIA

Se você quiser evitar decepções, diminua suas expectativas.