Artigos Anteriores

CONCURSO LATINO-AMERICANO DE POBREZA

ANO XIV - Nº 007/14 -

CONCORRENDO ENTRE SI

A julgar pelas decisões tomadas por seus líderes, os países latino-americanos que cumprem o programa de governo aprovado, por unanimidade, pelos membros do Foro de São Paulo, dão a entender que estão concorrendo entre si para ver qual será o primeiro a atingir o nível de pobreza conquistado por Cuba sob o comando DITATORIAL dos Irmãos Castro.

BRASIL

Atualmente, como é possível prever, os países que apresentam as melhores chances de sucesso para se transformar numa Nova Cuba são: Venezuela, Equador, Bolívia e Argentina. O Brasil, mesmo que esteja cumprindo à risca o programa gramscista, por estar um pouco mais atrasado que os demais não tem chances de vitória no curto prazo.

PRIMEIRA DIVISÃO

Entretanto, pelas decisões que o governo Dilma está tomando, o Brasil já está com sua vaga assegurada para permanecer, pelo tempo que quiser, na primeira divisão dos países mais atrasados. O andar da carruagem mostra que o atual governo está preparando a entrada triunfal do Brasil no regime ditatorial.

MELHORES

Assim, mesmo que todos os concorrentes estejam fazendo de tudo para ficar igual à Cuba, penso que a Venezuela e a Argentina estão com melhores possibilidades de levantar a TAÇA DA POBREZA ABSOLUTA, que poderia levar o nome de Fidel Castro em homenagem a tudo que o ditador fez para destruir a economia de Cuba.

EXTERMINADORA CRISTINA K

Como a situação calamitosa vivida pela Venezuela já foi muito explorada pela mídia, em função do falecimento de Hugo Chávez e da eleição de Nicolas Maduro, me parece mais oportuno neste momento mostrar a situação caótica da Argentina, chefiada pela fantástica exterminadora Cristina K.

NOVA CUBA

Começando pelo lado do câmbio, cuja cotação já chegou a 10 pesos por dólar no paralelo, enquanto no oficial é de apenas 5,2 por 1, a Argentina já mostra o quanto quer, de fato, chegar ao título. Some-se a isto a taxa de inflação, que no paralelo é de 30% enquanto que no oficial o governo diz que é insignificante, aí o país de Cristina K vira concorrente sério para ser a Nova Cuba.

DE OLHO NA TAÇA

Tem mais: as reservas cambiais já estão abaixo de U$ 40 bilhões. Assim, não demora muito para que a Argentina venha a ser sagrada duplamente campeã: da pobreza e da estupidez. Como o espírito ditatorial-intervencionista de Cristina K é o que dita a realidade econômica do país, tudo por lá é controlado e/ou proibido. Ou seja, o que é bom para o país não tem permissão. Permitido e/ou incentivado só a burrice. Olha, gente: se a Venezuela está respirando por aparelhos, a Argentina está em situação pior, pois sequer dispõe dos aparelhos para poder respirar. Das duas uma: ou dá empate ou a Argentina leva a Taça FIDEL CASTRO. Detalhe: o Brasil está de olho nesta Taça....

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ERROS OU INTENÇÕES?
    A autossuficiência no setor de petróleo, alardeada como um fato pelo ex-presidente Lula quando ainda estava no cargo, é agora prevista para 2020. Deixou de constar do repertório de bravatas ofi­ciais. Mas a expansão das im­portações da Petrobrás é só um dos componentes negativos da balança comercial. Erros seme­lhantes aos cometidos na ges­tão da estatal ocorreram em muitas outras áreas.
  • DESCOMPASSO
    O aumento do déficit em transações correntes do país é uma das consequências da erosão do saldo comercial. O buraco formado em 12 meses passou de 2,05% do PIB em março de 2012 para 2,93% um ano de­pois. Não é um desastre, mas a piora é rápida e a tendência é clara. Basta ver o descompasso entre exportação e importação de mercadorias.
  • INFLAÇÃO
    A irresponsabilidade fiscal é irmã da tolerância à inflação. Quem quiser negar essa tole­rância terá de explicar por que o governo mantém desde 2005 a meta de 4,5% com a escandalo­sa margem de dois pontos. Paí­ses emergentes com governos respeitáveis têm adotado me­tas bem mais severas. Ainda é preciso esperar para saber se o recente aumento de juros pelo Banco Central foi o início de uma mudança. Por enquanto, o mais seguro é duvidar.
  • EXTRAÍDO DO ESTADÃO
    O que consta acima foi escrito por Rolf Kuntz e publicado no Estadão de 04/05. Alguém tem algo contrário para dizer o que acontece no nosso pobre Brasil? Duvido.

FRASE DO DIA

COM O TEMPO, O PODER EM EXCESSO ACABA POR DEPRAVAR O HOMEM MAIS HONESTO.

N. Bonaparte