Artigos Anteriores

COMUNICADO IMPORTANTE

ANO XIV - Nº 007/14 -

CAROS LEITORES

Faltando poucas horas para a eleição presidencial, a qual reputo como uma das mais importantes da nossa história, e aproveitando para agradecer as centenas de manifestações recebidas pelo novo visual apresentado pelo Ponto Critico a partir de ontem, me proponho a fazer alguns esclarecimentos que julgo por demais importantes neste momento:

NÚMERO DE ASSINANTES

1- O crescimento constante do número de assinantes do Ponto Critico se dá, basicamente, pelo repasse dos editoriais que grande parte dos leitores habituais promovem nas suas redes de relacionamento. A partir daí qualquer pedido de assinatura da -web-opinion- se dá por exclusiva vontade do interessado.

LIBERALISMO

2- É importante frisar, portanto, que o número significativo e cada vez maior de assinantes, não resulta de cadastramentos feitos através de listas de -mailings- comumente ofertadas no mercado. Tampouco, o editor escolhe assinantes. Quer seja por cor, sexo, idade ou pensamento ideológico. Este, alías, é um dos princípios do liberalismo, do qual jamais me afastei.

DECISÃO DO LEITOR

3- Como o ato de vir a se cadastrar e, consequentemente, de passar a ler o Ponto Critico é uma decisão exclusiva do assinante, o mesmo, certamente, tem o direito sagrado de discordar e, inclusive, deixar de ler e/ou pedir o descadastramento.

ALCANCE LIMITADO

3- Mesmo que se mantenha crescente o número de interessados, uma coisa é mais do que certa: o Ponto Crítico, mesmo que tenha leitores fora do país, aqui no Brasil sempre será um veículo de alcance limitado. Isto porque o interesse e o entendimento dos conteúdos publicados exigem um mínimo de capacidade de discernimento dos leitores, coisa que no nosso pobre país, infelizmente, ainda representa um sério obstáculo.

VOTO ABERTO

4- Mesmo que o voto seja secreto (para proteger os eleitores de eventuais perseguições), qualquer comunicador, como é o meu caso, que se dispõe a fazer campanha aberta contra um ou mais candidatos (a governador e presidente), e apoia aqueles que podem representar alguma mudança, está, de forma corajosa, abrindo seu voto. Principalmente, porque sabe dos riscos que está correndo neste momento em que a nossa já tênue democracia está por um fio.

ÚLTIMO ESFORÇO

Desta forma, neste momento que antecede a digitação decisiva dos votos que vão eleger o governador do Rio Grande do Sul e o presidente do Brasil, sinto-me no dever, por tudo que escrevi nesses 13 anos, desde o primeiro editorial publicado, de convocar todos os leitores para um último e derradeiro esforço:

doem, pelo amor que têm pelo RS e pelo BR, a maior parte do tempo que ainda resta para, através de suas redes de relacionamento e conversas pessoais, para pedir votos para José Ivo Sartori (15) para governador do RS, e para AÉCIO NEVES (45) para presidente do Brasil.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • TRANSTORNOS

    Ao agradecer as mensagens de aprovação do novo visual do Ponto Crítico aproveito para pedir desculpas pelos transtornos provocados por uma série de mudanças que precisaram ser implementadas, as quais levarão ainda alguns dias para que os envios dos editoriais voltem ao normal. Até lá os leitores precisarão acessar o site (www.pontocritico.com).

  • SIAL

    Para não perder o foco nas eleições, que merecem todo o esforço possível para tentar livar o nosso pobre país das garras dos maiores corruptos que se distribuem por praticamente todas as esferas do governo, as informações e notícias do SIAL - Salão Internacional de Alimentação, realizado em Paris durante esta semana, serão dispostas após o pleito.

  • COMÉRCIO ABERTO NO DOMINGO

    O Sindilojas Porto Alegre e o Sindec estabeleceram regras para o trabalho neste domingo, quandoa contece o segundo turno das eleições. As duas entidades abriram mão da discussão se o dia é ou não feriado. Todas as empresas do comércio lojista poderão funcionar com empregados no dia 26 de outubro.

    Os empregados receberão uma indenização de R$ 37,00, além do fornecimento de alimentação, obrigação que poderá ser substituída pela concessão de vale ou indenização de R$ 26,00 (empresas até cem empregados) ou de R$ 33,00 (empresas com mais de cem empregados). O empregado fica com a garantia de gozar a folga compensatória 15 dias antes ou depois do dia 26, data esta que deverá ser comunicada ao Sindec até o dia 31 de outubro. Está assegurado aos empregados o direito de exercer o voto no dia da eleição.

  • RAZÕES PARA VOTAR EM SARTORI (15) E AÉCIO (45)

    O pensador Percival Puggina expôs 60 razões para não votar no PT nas eleições deste domingo (http://www.youtube.com/watch?v=lK0WxK6y1zs). Com todos os aplausos que Puggina merece pelos esclarecimento prestados, certamente são mais de mil os motivos para varrer o PT das administrações públicas.

FRASE DO DIA

O VERDADEIRO HEROÍSMO CONSISTE EM PERSISTIR POR MAIS UM MOMENTO QUANDO TUDO JÁ PARECE PERDIDO.