Artigos Anteriores

COERENTE COM O ASTRASO

ANO XIV - Nº 007/14 -

RUMO AO ATRASO

As especulações sobre a economia brasileira, por tudo que já se viu e assistiu ao longo dos dez anos de administração petista, já ficaram para trás. Hoje, a realidade mostra, com total transparência, que o Brasil voltou a tomar o rumo do atraso.

PORTA-VOZ

O ministro Mantega, grande porta-voz da economia, por exemplo, em todos os momentos que fala à imprensa sempre tem se mostrado absolutamente coerente com a mentira e a enganação. Esta postura, aliás, já é vista como uma marca registrada do governo Dilma.

MINICRISE

Mantega, na última segunda-feira, para não fugir à regra, com os pés no chão discursou para uma plateia de empresários dizendo que o Brasil está diante de uma MINICRISE. Pode? Pois, é, gente, este é o ministro da Fazenda do Brasil...

POUCO LÚCIDO

Francamente, não sei se os empresários esperavam ouvir algo diferente por parte do pouco lúcido ministro. Aliás, não entendo o que leva os organizadores do evento a convidarem o ministro Mantega. Será que, diante da incompetência demonstrada, alguém ainda consegue acreditar na criatura?

DECEPÇÃO

Na semana passada, Jim O?Neill, o economista que ganhou fama mundial por ter criado o BRIC, sigla que definiu os grandes países emergentes (Brasil, Rússia, Índia e China), afirmou que só a China não decepcionou nos últimos anos.

RAZÕES ÓBVIAS

O Brasil decepcionou e vai continuar decepcionando por razões óbvias, mesmo que Mantega entenda de forma diferente. O fato é que o mundo todo apostava que o Brasil, finalmente, estava disposto a fazer reformas para poder crescer e com isso continuar seduzindo os investidores internacionais.

PIORAR AINDA MAIS

Pois, além de abominar totalmente o assunto, a equipe comandada por Dilma/Mantega fez tudo piorar ainda mais: as despesas públicas, que deveriam ser contidas, aumentaram dramaticamente nos últimos anos. Mais: as medidas protecionistas e fortemente carregadas de intervenção têm levado as empresas estatais ao colapso. A Petrobrás e a Eletrobrás que o digam...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • TURBULÊNCIA
    A Petrobrás vem enfrentando um período turbulento nos últimos meses, afetada principalmente por endividamento crescente e intervenção do governo em uma questão crucial para sua sobrevivência, ou seja, no reajuste dos preços dos combustíveis.Segundo Marco Antônio Pinto de Faria, presidente e fundador do Grupo Skill - consultoria tributária, de contabilidade e tecnologia da informação -, a solução para erguer essa gigante adormecida é clara: privatização.
  • BRINCANDO
    Em entrevista ao InfoMoney, Faria diz que a gestão do PT está brincando com a Petrobrás. E nada teria uma resposta melhor do mercado a não ser sua privatização. Segundo ele, o PT acabou com a Petrobrás. Uma empresa endividada em R$ 332 bilhões (soma do passivo circulante e não circulante da companhia contabilizado no primeiro trimestre deste ano) é praticamente impossível recuperá-la.
  • VALE MAIS
    De 1º a 30 de setembro ocorre a 5ª edição da Vale Mais, a maior promoção do Sindilojas Porto Alegre para o varejo. A iniciativa representa um investimento de R$ 1,6 milhão. Desse montante, R$ 350 mil serão transformados em prêmios, sorteados e entregues ao final da promoção na forma de vales-compras. Mais de duas mil lojas de Porto Alegre e Alvorada estão participando. A cada R$ 50,00 em compras o consumidor ganhará um cupom para concorrer a 50 prêmios de R$ 5 mil.
  • FRIO
    Os lojistas de Porto Alegre comemoram mais um mês com alta nas vendas. O comércio cresceu 4,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, confirmando a tendência de julho, quando registrou alta de 4%. A estimativa feita pela CDL Porto Alegre aponta que uma nova onda de frio que atingiu o Estado foi o principal fator que impulsionou os números.

FRASE DO DIA

SABER PENSAR É SABER MELHORAR.

K. Gibran