Artigos Anteriores

CHERIAL KILLER

ANO XIV - Nº 007/14 -

CRIMINOSO

A excelente matéria publicada pela revista Veja, sobre a vida do bandido Che Guevara, embora rica em muitos detalhes merece algumas considerações. Quando o filme Diário de Motocicleta foi apresentado nas salas de cinema do Brasil cheguei a escrever um artigo comentando que, além de estúpido o Cherial Killer era também um péssimo motociclista.

AMOR CEGO

Na ocasião, lembro bem, até fui muito repreendido por algumas viúvas do assassino, incluindo aí gente de todos os sexos, que se mostravam perdidamente apaixonados pelo sanguinário. Sentimento que certamente impedia e ainda impede melhor conhecimento sobre suas barbáries. Amor cego, portanto.

LEITURA

Recomendo a leitura da reportagem. Mais: sugiro que a leitura seja feita, em voz alta, para as crianças e para os adultos, durante o café da manhã, o almoço e o jantar. Por muitos dias e várias vezes por dia, se possível. Só assim seria possível exorcizar a torta admiração por alguém que só soube cometer crimes. Hediondos.

ADORAÇÃO POR BANDIDOS

Chego a arriscar que toda a covardia e resignação quanto às atitudes dos políticos safados que ocupam os cargos públicos do Brasil, é muito parecida com a paixão devotada a Che. Ou seja, os brasileiros, por não reagirem aos safados dão demonstração clara de que adoram bandidos.

IDENTIFICAÇÃO DE CARÁTER

Alguns, mais ardorosos, chegam a mostrar comportamento de tal forma doentio que fazem questão de tatuar no próprio corpo a cara do FARSANTE. Uma identificação pura de caráter, sem dúvida.

TRANSFORMAÇÃO ACELERADA

É importante que matérias como esta que a Veja está divulgando sejam bem exploradas e repercutidas. Como estamos em processo avançado e inegável de transformação da sociedade brasileira, onde o ensino praticado nas escolas públicas identifica claramente que em poucos anos já estaremos vivendo dentro de regime social-comunista instalado, é bom saber que nos espera.

DEVOTOS DE UM ASSASSINO

Sob o forte e competente comando do Foro de São Paulo, os aliados do Castrismo, do Chavismo e do Lulismo estão crescendo de forma impressionante. O movimento é tão forte que já elegeu diversos presidentes de países da América Latina, como Nicaragua, Bolívia, Equador e Argentina. Todos falando a mesma língua. A língua revolucionária.E, por incrivel que possa parecer, para alguns menos avisados, são todos devotos do grande mártir, mito e santo Che Guevara. Devotos de um assassino. É dose.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CRESCIMENTO
    O Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), medido pela FIERGS, cresceu 9,4% em agosto, comparado ao mesmo período de 2006, e com o melhor resultado deste ano. As vendas e as compras foram os principais fatores positivos, com aumento de 24% e 9,1% respectivamente. Este crescimento elevou a atividade do setor fabril em 2007 para 5,5%, contra o valor negativo de 11,5% no ano passado.
  • PRIVATE LABEL
    O Banrisul e o Shopping Total assinaram hoje o contrato para implantação do cartão de crédito private label do Shopping Total. Com a iniciativa, inédita no mercado de shopping na Região Sul, os consumidores de estabelecimentos comerciais, de lazer e entretenimento do Shopping Total poderão usufruir de todas as vantagens do cartão nas suas compras.
  • PAELLA GIGANTE
    Porto Alegre deverá receber, em novembro deste ano, um tradicional evento dacidade de Piriápolis, da Província de Maldonado, Uruguai, que pretendeatrair cerca de três mil pessoas ao Cais do Porto. É a Paella Gigante,evento gastronômico realizado anualmente em dezembro no mais antigobalneário uruguaio e que marca a abertura da temporada de verão dalocalidade, que se situa entre Punta del Este e Montevidéo.
  • GLOBO DE OURO
    A fotógrafa gaúcha, Gisele Flores, recebeu o troféu -Globo de Ouro-, na categoria Empreendedorismo, pela original iniciativa da criação da agência de notícias e conteúdos -Sobre Motos-. O troféu \"Globo de Ouro\" é uma promoção anual da revista Magazine Mulher e Negócios. Parabéns.

FRASE DO DIA

NÃO AJUDARÁS OS POBRES SE ACABARES COM OS RICOS.

A. Lincoln