Artigos Anteriores

CÉREBROS DESTROÇADOS

ANO XIV - Nº 007/14 -

PROTESTOS

Por  mais incrível que possa parecer, o fato é que neste exato momento de verdadeiro PÂNICO, onde a maioria do povo brasileiro quer se safar desta monstruosa CRISE ECONÔMICA, que em matéria de destruição de empresas, empregos e contas públicas se assemelha, em número gênero e grau, aos estragos promovidos pelos maiores tsunamis, há quem vá às ruas para protestar querendo um caos ainda maior. Pode?

CÂNCERES

Pois, como estamos assistindo, a olho nu, em várias cidades do nosso imenso Brasil, não são poucos os manifestantes que foram hoje às ruas, para protestar, pasmem, contra o tratamento dos DOIS MAIORES CÂNCERES, quais sejam:

1- o câncer da nossa Previdência Social, que além de extremamente INJUSTA produz rombos cada vez maiores nas contas públicas; e,

2- o câncer das nossas leis Trabalhistas (CLT), que ao invés de estimular contratações produz mais e mais desemprego. 

EXAME CONSTANTE

Por questões de bom senso e uso da razão, sempre me disponho a examinar os motivos que levam estes grupos a fazer pregação, com apoio da mídia, tanto em forma de publicidade quanto de opinião jornalística, se manifestarem contra estas importantes e necessárias REFORMAS. Faço isto para ver até que ponto os argumentos que utilizam, a cada manifestação, são mais ou menos procedentes. 

CÉREBRO DESTROÇADO

Pois, em todas as vezes que me dispus a ler os cartazes e/ou ouvir os manifestantes e anúncios na mídia, sempre saí bastante convencido de que os manifestantes que saem às ruas para cumprir o programa são escolhidos a dedo pelos líderes das suas corporações. 

 

EVITANDO SURPRESAS

Mais: para evitar eventuais surpresas -negativas- a ordem é simples: só pode participar dos movimentos organizados pelos sindicatos e corporações aquele que provar que seu cérebro está destroçado. Quem mostra uma mínima capacidade para raciocinar recebe a recomendação de que não está pronto para participar de qualquer movimento comunista.

FRUTA VERDE

Não sei se -LAMENTÁVEL- é o termo adequado para explicar estes tipos de manifestações. Na verdade, pouco importa o termo. Entretanto, o que mais me preocupa é que a FRUTA, que representa o descontentamento da grande maioria que quer e exige mudanças para melhor, NUNCA AMADURECE. Está sempre VERDE, o que significa que nunca está pronta para ser COLHIDA. 

PRAGAS E INSETOS

Detalhe: quanto mais a fruta fica no pé, aguardando amadurecimento, mais as pragas e insetos se sentem à vontade para atacar e destruir o que a safra previa. Tenho receio de que mais uma vez vamos perder a oportunidade de tirar proveito daquilo que a CRISE PLANTOU. Tomara que esteja errado...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • POR QUE OS ESTADOS UNIDOS

    Eis o texto produzido pelo pensador Diego Casagrande, publicado no jornal Metro, com o título: Por que os Estados Unidos:

    Alguém, por favor, pode me explicar por que tanta gente quer morar, legal ou ilegalmente, nos EUA, se lá não tem CLT e nem Justiça do Trabalho? Se lá não tem 13º e tampouco licença maternidade remunerada? Como suportar um país onde decisões sobre férias, ausências por doença ou feriados nacionais são negociados caso a caso entre empregador e empregado?

    Por que tantas pessoas se arriscam a morrer no deserto, na fronteira árida do México e nas mãos dos coiotes, se lá não tem SUS e não tem INSS? Se naquele lugar os trabalhadores precisam ter seguro de saúde e poupar para uma emergência? Como podem os Estados Unidos ser a preferência da maioria dos imigrantes do planeta, se lá não existe faculdade gratuita, sendo que as famílias poupam uma vida inteira para ver o sonho do diploma superior realizado?

    Como pode tantos brasileiros quererem se mudar para um país onde o armamento é liberado em quase todo o lugar e onde as pessoas podem ter até fuzis em casa para se proteger? Como se sentir seguro em uma nação que não tem Estatuto do Desarmamento? Como pode tanta gente querer se mudar para o país onde quem bebe e dirige passa a noite na cadeia e se for reincidente pode ficar longos meses ou até anos preso? Onde corruptos quebram a cara?

    Qual a lógica de alguém sair de um país que não tem prisão perpétua e nem pena de morte e querer morar em um outro, no caso os Estados Unidos, onde existe tudo isso e até castração química para estupradores e pedófilos? Como morar em um território onde menores de 18 anos respondem como adultos se cometerem crimes hediondos?

    Me digam: como é possível alguém querer viver em um local onde delegados, juízes e promotores são eleitos pela comunidade? Como morar em um país onde não existe estabilidade no emprego para os funcionários públicos? Onde qualquer um que trabalhe em uma prefeitura, no governo de um estado ou mesmo no governo federal pode ser demitido por conveniência ou mesmo razões estratégicas dos governantes?

    Não é tão difícil assim compreender por que tanta gente do mundo todo quer se mudar para os Estados Unidos. É que lá á existem duas palavrinhas mágicas que devem ser seguidas por todos: “liberdade” e “responsabilidade”. Entendeu?

  • CENTENÁRIO

    Ontem, um dos maiores liberais brasileiros completou 100 anos: José Osvaldo Meira Penna, formado em direito, tornou-se embaixador, vivendo em Calcutá, Xangai e Ankara. Com muitos artigos e vários livros, Meira Penna, como é conhecido, merece os meus cumprimentos pelo seu centenário. Parabéns! 

FRASE DO DIA

Onde não há lei, não há liberdade.

John Locke