Artigos Anteriores

CAPACIDADE GERENCIAL RECONHECIDA

ANO XIV - Nº 007/14 -

NA PONTA DO LÁPIS

Ontem, a governadora Yeda Crusius, no descontraído almoço de fim de ano que ofereceu a um grupo de comunicadores, deixou uma notável impressão da sua capacidade gerencial. Finalmente, através de uma boa administração, o RS está conseguindo cumprir, na ponta do lápis, o Orçamento do Estado.

SEM FICÇÃO

Nos últimos quarenta anos, como se sabe, em matéria orçamentária o povo gaúcho foi simplesmente engambelado. Nesses longos anos o orçamento público não passou de uma peça de ficção. Gozando do descrédito de que poderia alcançar algum sucesso no enfrentamento do problema, a governadora Yeda foi em frente e resolveu dar um basta na fantasia dos números orçados.

ACERTOS RECONHECIDOS

Hoje, se motivos existem para criticar a postura política da governadora, no aspecto administrativo e gerencial não há como não elogiá-la. Afinal, os acertos já estão sendo reconhecidos pelos reais resultados colhidos durante os anos de 2007, 2008 e 2009. O Orçamento do Estado do RS, enfim, deixou de ser uma farsa.

SEM DÉFICIT

A situação econômica do RS está muito longe do ideal. Mas, pelo efeito comparativo, muita coisa já mudou. Para melhor. Principalmente nas contas públicas, quando se compara aquilo que foi orçado com o efetivamente realizado. As contas, pasmem, vem fechando, ano a ano, sem déficit, coisa que, repito, era impensável, para não dizer impossível.

PROJETOS REJEITADOS

Embora a governadora esteja festejando as conquistas até agora obtidas, muitos projetos que poderiam ter contribuído para melhorar o RS não foram reconhecidos por outros Poderes. Gente, enfim, que continua desprovida de vontade, interesse, inteligência e discernimento sobre os grandes problemas que afligem o Estado gaúcho.

BEM AVALIADA

Se os porto-alegrenses não conseguiram enxergar com muita clareza as realizações do governo Yeda, nestes últimos três anos, o povo que vive no interior do Estado teve percepção mais nítida e consagradora. Daí a razão pela qual a governadora vem recebendo muitas homenagens em muitos municípios. Cidades estas que nunca haviam recebido atenção do governo estadual.

REELEIÇÃO

Creio que é no interior que Yeda está encontrando forças e razões para se lançar candidata à reeleição. Vários jornalistas de diversas regiões do Estado confirmaram isso, ontem. A impressão que tenho é que o povo, finalmente, está dando mais preferência para o aspecto gerencial dos governantes. Ora, se isto se confirmar, o peso da boa administração deste governo pode definir a eleição.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • JUROS
    A Petrobrás vai pagar no dia 21 de dezembro a segunda parcela da distribuição de juros sobre capital próprio referente ao exercício de 2009. A empresa creditará R$ 0,20 por ação ordinária ou preferencial, com base na posição acionária de 30 de setembro.
  • FIM DO CHEQUE
    O Conselho de Pagamentos do Reino Unido, que determina as regras sobre as formas de pagamento da região, decidiu que os cheques devem ser abolidos e escolheu o ano de 2018 como meta para isso acontecer. Segundo o Conselho os cheques deverão ser suprimidos do mercado de modo gradual, até outubro de 2018.
  • PARADA NATALINA
    O Shopping Iguatemi realiza nesta quinta-feira, 17, às 19 horas, a última Parada Natalina do ano. Ao todo mais de 30 mil pessoas acompanharam o Bom Velhinho, suas noeletes, os malabaristas, palhaços, bonecos, dançarinas e a banda de jazz.
  • FIBRIA
    A Fibria concluiu em 15/12 a venda da Unidade Guaíba (RS) para o grupo chileno CMPC. Na conclusão do negócio, a Fibria recebeu a primeira parcela do pagamento, no valor de US$ 1,3 bilhão; o saldo de U$ 130 milhões deverá ser pago dentro de até 45 dias, sujeito aos ajustes de praxe para esse tipo de operação.

FRASE DO DIA

A diferença entre o impossível e o possível reside na determinação da pessoa.

Adágio Popular