Artigos Anteriores

BRASIL: PAÍS DOS IPOs

ANO XIV - Nº 007/14 -

IPO

Nunca antes na história deste país houve tantos lançamentos de ações na Bovespa. Uma loucura magnífica cujo nome é: IPO - Initial Public Offering ?, ou a primeira venda de ações de uma empresa ao mercado.

ESGOTAMENTO

Se tais lançamentos de ações no mercado fossem tentados num momento de baixo crescimento econômico, muita desconfiança, com uma alta taxa de risco-país e taxas de juros mais competitivas, com toda a certeza haveria um rápido esgotamento de interesse por parte dos potenciais investidores.

CRÉDITO

Além disto, como os brasileiros por longo período não podiam dispor de crédito para o consumo de bens duráveis, a pequena poupança formada ou disponível nas suas contas não tinha como absorver muitos lançamentos de ações.

AÇÕES

Considere-se também, como muito importante, que o mercado de ações nunca foi visto com bons olhos pela imprensa. Sendo bastante bombardeado por aqui, mais dificultava qualquer argumento de que as ações são menos arriscadas do que aplicações em renda fixa.

RISCO PAÍS

Com a melhora sintomática do ambiente macroeconômico do Brasil, o índice que mede o risco-país simplesmente despencou. E junto com a nova confiança que passávamos então a despertar, a poupança dos estrangeiros também tratou de aproveitar as oportunidades para investir aqui. Tanto em juros quanto em ações de empresas brasileiras.

NOVO PERÍODO

A partir daí passamos a viver um novo período, em que a poupança interna aumentou e ficou mais livre para investir; e a poupança externa, bastante exuberante, também passou a acreditar no Brasil pelos indicadores favoráveis apresentados. Uma soma de interesses expressada por volumes financeiros fantásticos que, por sua vez, tem suportado um grande número de IPOs.

LANÇAMENTOS PRIMÁRIOS

Este novo Brasil de juros menos competitivos, mais confiante, com crescimento ainda moderado porém firme e cheio de expectativas, levou muitas empresas a experimentarem o nosso mercado de ações fazendo lançamentos primários denominados de IPOs.

NOVO COMPORTAMENTO

Só que esta decisão não é de graça. Ela está exigindo um novo comportamento por parte do acionista controlador. O fato deste acionista embolsar muito dinheiro com a venda de parte de suas ações e ainda manter o controle acionário, que muitas das vezes não representam qualquer injeção de capital nos cofres da empresa, só despertará interesse se houver um forte comprometimento com a governança corporativa.

POSTURA

Esta nova postura empresarial comprometida ainda precisa ser testada. É preciso que entendam a importância da Governança Corporativa e os compromissos que ela define. Sem isto, num estalar de dedos os poupadores tratarão de cair fora. E aí não haverá poupança interna suficiente para dar liquidez aos papéis já lançados e negociados no mercado. Este teste de maturidade empresarial ainda está em curso. Tomara que haja êxito.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • VIVA SARNEY
    O senador José Sarney atacou duramente ontem, em discurso, o presidente Hugo Chávez e alertou para o \"perigo\" aos demais países da América Latina que representa a militarização da Venezuela. Para ele, pode ser o início de uma \"corrida armamentista\" no continente. Sarney previu que o Congresso brasileiro não aprovará a entrada da Venezuela no Mercosul porque o governo Chávez está ferindo a cláusula de defesa democrática do tratado.
  • OPERAÇÃO FINADOS- 1
    As equipes de operações das concessionárias que formam o Consórcio Univias ? Sulvias (Pólo de Lajeado), Convias (Pólo de Caxias) e Metrovias (Pólo Metropolitano) - estão mobilizadas para atender à demanda dos usuários neste feriadão de 02/11, Dia de Finados. A expectativa é que 330 mil veículos trafeguem pelas estradas dos três pólos do Univias, um aumento de 24% no tráfego dos fins de semana normais.
  • OPERAÇÃO FINADOS- 2
    A Operação Feriadão começa às 15h de quinta, 01/11 e vai até 12h de segunda, 05/11. As concessionárias vão disponibilizar recursos materiais e humanos extras para atender ao usuário especialmente nas rodovias de maior tráfego ? BR-116, RS-040 e BR-290. As praças de pedágio vão atender com capacidade plena nas cabines e acionará a operação ?papa-fila?.
  • SEMINÁRIO
    O INEC - Instituto Nacional de Educação do Consumidor e do Cidadão, e Paulo Silva Cons. Jurídico-Empresarial, realizam nesta quarta, 31, das 8h às 19 horas no Plenário Mercosul, da Fiergs, o 4º Seminário Direitos & Deveres dos Consumidores de Energia Elétrica.

FRASE DO DIA

OU ABATEMOS O OUTRO OU O OUTRO NOS ABATE.

N. Bonaparte