Artigos Anteriores

BLOCO DO DIABO

ANO XIV - Nº 007/14 -

INGRESSO TRANQUILO

Hoje, 29, a Comissão de Relações Exteriores do Senado deve aprovar, com muita tranquilidade, o ingresso triunfante da Venezuela no falido MERCOSUL. Falido porque não oferece as mínimas vantagens exigidas para a existência de um bloco comercial.

NOS MOLDES DO FSP

Aliás, para deixar bem claro, o MERCOSUL, depois que os atuais governantes dos países membros (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) chegaram ao poder, ficou mais identificado como Bloco do Diabo. Sim, porque não passa de um bloco Político, cujo ideário neo-comunista vem sendo seguido à risca. Nos mesmos moldes do Foro de São Paulo.

CHÁVEZ

Assim, a entrada da Venezuela no MERCOSUL, como é mais do que esperado, além de coroar as intenções maquiavélicas dos líderes latinos, vai trazer para o seio dos integrantes do bloco o espírito já desenvolvido pelo grande líder do movimento bolivariano, Hugo Chávez.

ABERTURA

O Brasil, como se sabe, nunca se mostrou simpático à abertura de mercado. Quando algumas frestas conseguiram ser abertas por aqui, não faltaram ativistas para tentar brecar esta eventual vontade de poucos. Agora, em se tratando da Venezuela, os corações e mentes da maioria se sentem totalmente abertos e desejosos de ter um parceiro que abomina a democracia.

PETRÓLEO

O senador Tasso Jereissati, que havia se manifestado contrário ao ingresso da Venezuela, mudou de ideia. Ontem, já se disse a favor. Deve ter sido influenciado por um punhado de grandes empresários brasileiros que enxergam a entrada do novo parceiro como importante para o desenvolvimento de seus negócios. Oportunistas, que nada têm de patrióticos, estão de olho no dinheiro do petróleo de Chávez.

PARCERIA

Vejam: o Chile, por exemplo, que tem desempenho bem melhor do que qualquer outro país latino, não é cogitado para ingressar no Mercosul. Tudo porque é um país bem mais avançado para os nosso moldes. O que o Brasil mais gosta, a considerar o interesse em ter Chávez como parceiro, é se manter no atraso, no subdesenvolvimento e na companhia dos maus parceiros.

IRÃ

O próximo país a ser seduzido para fazer parte do Bloco do Diabo, que embora afastado geograficamente da América Latina está grudado sob o ponto de vista ideológico, é o Irã. A visita que o líder Armadinejadh fará ao Brasil, já no próximo mês, vai servir para estreitar ainda mais as relações com o possível novo parceiro. Viva.

GUERRA A CHINA

Já sei: a primeira coisa que vai acontecer, tão logo o Senado aprove a entrada da Venezuela no Bloco do Diabo, é o seguinte: devemos declarar guerra comercial à China. Chega de país competitivo. Nós queremos outra coisa.

GRINGOS

Presumo que os tais gringos, que o presidente Lula se referiu, ontem, no RJ, quando disse que não vai deixar que vençam o Brasil nas Olimpíadas de 2016, são a Etiópia, Romênia, Quênia, Jamaica e Ucrânia, por exemplo. Como o Brasil ficou em 23º lugar na Olimpíada de Pequim, deduzi que os gringos devem ser esses.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • MEETING JURÍDICO
    \"A governança na gestão ambiental e seus aspectos legais\" é o tema do meeting jurídico que acontece hoje, 29, a partir das 12h na Federasul. Os convidados são os advogados Wellington Pacheco Barros e Marcino Fernandes Rodrigues Júnior.
  • SENAC
    Estão abertas as inscrições para o vestibular de verão das Faculdades Senac de Porto Alegre, de Pelotas e de Passo Fundo. A prova única de redação ocorre no dia 13 de dezembro (domingo), das 14h às 17h. O candidato poderá optar por oito cursos. Informações adicionais sobre o processo seletivo pelo site www.senacrs.com.br/vestibular.
  • WORKSHOP
    O Comitê Setorial Comércio e Serviços do Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) promove o 2° Workshop Comércio e Serviços, que acontecerá amanhã, 30, das 14h às 18h, no Teatro do Sesc, em Porto Alegre. O encontro contará com a presença do coordenador-executivo do PGQP, Luiz Pierry, que abordará o tema Gestão Colaborativa e Sustentável, na abertura do evento. Mais informações pelo telefone (51) 3284-2300 ou http://comitequalidade.fecomercio-rs.org.br.
  • Você sabia...
    ...Que ao contrário do que muitos acreditam, o eucalipto não seca o solo? Quando comparado com diversas espécies de árvores nativas do Brasil, o eucalipto consome quantidade similar de água. Além disso, sua eficiência no aproveitamento da água garante maior produtividade em comparação com outras culturas agrícolas. Fonte: Associação Brasileira dos Produtores de Florestas Plantadas (www.abraflor.org.br).

FRASE DO DIA

A VIDA É MUITO CURTA PARA SER PEQUENA.

B. Disraeli