Artigos Anteriores

BESTEIROL PIBIANO

ANO XIV - Nº 007/14 -

PAGODE

O ministro Guido Mantega é mesmo um pagode. Pela incrível capacidade que tem para dizer bobagens, só não ganha mais fama porque os profissionais da imprensa sabem muito pouco de economia. Daí, a razão pela qual não conseguem captar o farto besteirol que sai da boca do ministro.

PIBÃO E PIBINHO

Ontem, quando o ministro Mantega divulgava o PIB do 3º trimestre de 2009, que apresentou alta de 1,3% em relação ao 2º trimestre, fez uma confusão absurda. Ao explicar que ficou abaixo dos 2% previstos inicialmente, o ministro disse que ainda era um PIBÃO, se comparado com o PIBINHO da União Européia, que mostrou crescimento de pífios 0,4%. Uma bobagem gigantesca.

OS NÚMEROS

Para quem não sabe, em 2008 o PIBINHO da União Européia ficou acima de U$ 14 trilhões. E o nosso PIBÃO foi de U$ 1,8 bilhão. Ou seja: nosso PIBÃO não passa de 12% do PIB europeu. E mesmo assim o ministro trapalhão diz que a UE é dona de um PIBINHO. Pode?

RENDA PER-CAPITA

A renda per-capita da UE, em 2008, foi de U$ 32 mil, enquanto a nossa foi de U$ 9.500. Que tal? O curioso nisso tudo é que Mantega ainda consegue se sair melhor que os comunicadores de suas besteiras. Por não contestarem os absurdos que o homem diz, muitos profissionais da imprensa têm se revelado como verdadeiros analfabetos funcionais.

PAÍS DO (MAU) JEITINHO

A Lei de Responsabilidade Fiscal foi um dos instrumentos mais importantes para que o Brasil ganhasse maior credibilidade. Nacional e internacional. Junto com as medidas de ordem financeira e econômica, a LRF também contribuiu bastante para a conquista do cobiçado Investment Grade, que deu visibilidade ao país no mercado financeiro mundial.

BESTEIRAS

Como os governos têm uma capacidade ilimitada para fazer besteiras e criar impostos, os nossos senadores já conseguiram aprovar um projeto, na Comissão de Assuntos Econômicos, que visa uma flexibilização da LRF. Entenda-se que flexibilizar significa tão somente afrouxar o cumprimento da lei.

ÁGUA ABAIXO

Como se vê, tudo aquilo que conquistamos, a duras penas, de que só pode haver despesa desde que haja uma fonte de receita, está indo por água abaixo. Não demora e os Estados e municípios também ficarão liberados para emitir moedas, através de títulos de crédito. Este é, enfim, o país do momento. A bola (de neve) da Vez.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • CENSURA NO ESTADÃO
    Por 6 votos a 3, o STF rejeitou o recurso apresentado pelo jornal O Estado de S. Paulo para tentar suspender a censura imposta ao veículo por decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.
  • ASILO
    Pelo andar da carruagem, o golpista Manuel Zelaya vai mesmo trocar de moradia. Quando deixar a Embaixada do Brasil, em Honduras, vai viver aqui, como mais um feliz asilado.
  • JOINT VENTURE
    A empresa gaúcha ALTUS e a coreana HANA MÍCRON anunciaram a formação de uma joint venture, com sede no RS, para fabricação e fornecimento de semicondutores para a indústria brasileira. O investimento da nova empresa, HT Micron, nos próximos 5 anos, poderá chegar em 200 milhões de dólares com geração de mais de mil empregos. O investimento inicial é na ordem de 30 milhões de dólares. A projeção é atingir um faturamento de 160 milhões de dólares até 2012.
  • INTERNET
    O número de brasileiros, de 10 anos de idade ou mais, que utilizam regularmente a internet atingiu 56 milhões de pessoas no ano passado, uma alta de 75,3% na comparação com os 31,9 milhões de 2005. Só para lembrar: a internet é uma maldição capitalista, como diz turma de esquerda.

FRASE DO DIA

A ÉTICA DO PODER É A MENTIRA.

Millor Fernandes