Artigos Anteriores

AS TRAGÉDIAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

RIO DE JANEIRO

Em meio à lamentável tragédia que vive o Rio de Janeiro, outras tragédias estão acontecendo em vários pontos do país, porém sem o mesmo destaque dos sacrifícios que os atingidos ainda terão pela frente.

RIO GRANDE DO SUL

Uma dessas tragédias, por exemplo, está estampada hoje nos jornais do RS. Mesmo não havendo o quadro triste que mostra desaparecimento de pessoas e/ou escombros devidos à destruição física de casas e ruas, as finanças do povo gaúcho, já fortemente abaladas, foram atingidas por mais uma desgraça.

O VERDADEIRO HERDEIRO

Embora alguns jornais digam que caberá ao próximo governador a administração da conta resultante dos projetos aprovados na semana anterior, o correto é dizer, alto e bom som, que o verdadeiro herdeiro da desgraça é o povo do RS, que vai precisar pagar mais esta enorme despesa.

ESTADO CAMBALEANTE

De repente, de um dia para outro, sem que nada tenha mudado na vida das pessoas que vivem no RS, eis que aparece uma conta de R$ 800 milhões para ser paga ao Tesouro do Estado, a cada ano.Insisto: não é uma despesa única. É despesa que se repete a cada ano, com saques mensais. Uma enorme tragédia para um Estado já cambaleante, sem capacidade de investimento.

SÓ NO BRASIL

Esta catástrofe inapelável, porque já aprovada no parlamento gaúcho, é o retrato do Brasil como um todo, infelizmente. Daí a razão incontestável de quem um dia afirmou que duas coisas só existem no nosso país: a jabuticaba e a vontade de fazer besteira.

DISPOSIÇÃO INCRÍVEL

Esta incrível disposição que os nossos políticos têm para aumentar despesas e dificultar o desenvolvimento é simplesmente ímpar e total. Se despendessem somente 10% dessa força estúpida, usando meramente a lógica de raciocínio, para fazer as reformas que o país necessita, já seria muito bom.

ESPERANÇA MORTA

Atitudes como esta que os governantes do RS tomaram servem para explicar porque a esperança, que o ditado insiste que é a última coisa que morre, já morreu faz tempo no Brasil. Já perdi a conta dos anos que se passaram desde seu sepultamento. Como ninguém presta homenagem póstuma a esta senhora há quem imagine que uma dia ela ressuscitará. Sinceramente? Não vai.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

AQUELE QUE COMETEU UM ERRO E NÃO O CORRIGIU, ESTÁ COMETENDO OUTRO ERRO.

Confúcio