Artigos Anteriores

ANALISANDO O CRESCIMENTO DO PIB DO RS

ANO XIV - Nº 007/14 -

PIB DO SEGUNDO TRIMESTRE

Na quarta-feira, 11, a Fundação de Economia e Estatística divulgou o resultado do desempenho da economia do RS, referente ao SEGUNDO TRIMESTRE de 2013.

CRESCIMENTO DE 15%

Pois, para alegria da gauchada, o PIB gaúcho apresentou crescimento de 15% no período, em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. O que, por sinal, garantiu a festa em quase todos os cantos e rincões do Estado.

O RESPONSÁVEL ESPERTO

O governador Tarso, esperto como ninguém, com a mesma ênfase com que culpou o clima pelo fracasso colhido no ano anterior, se considerou responsável pelo bom crescimento verificado no SEGUNDO TRIMESTRE deste ano.

CHINA

Pois, sem o propósito de querer jogar água fria no ambiente alegre que os números proporcionaram, é pertinente dizer que a economia do RS não é nada parecida com a da China, como referiu o governador Tarso.

PÉ DE SALSA

Aliás, é importante lembrar dois aspectos importantíssimos: 1- os dados correspondem ao SEGUNDO TRIMESTRE DE 2013; e, 2- a base sobre a qual houve crescimento, se mostrava extremamente baixa. Ou seja, diante do tsunami promovido pela seca no ano anterior, bastaria a colheita de apenas um pé de salsa para que a agricultura apresentasse algum crescimento.

BASE MUITO BAIXA

Vale lembrar também que no SEGUNDO TRIMESTRE DE 2012, em comparação com o mesmo período de 2011, o PIB do RS apresentou REDUÇÃO DE 6,8%. A Agropecuária caiu 46,4%; a Indústria recuou 3,1%; e o setor -Serviços- foi o único que apresentou crescimento: alta de 2,8%.

VELA PARA OS SANTOS

Portanto, quando a comemoração se justifica, festejar é sempre bom e necessário. Sugiro, entretanto, que os gaúchos não deixem de acender uma vela para cada um dos dois santos que proporcionaram o belo crescimento do PIB do RS: o CLIMA e a SOJA.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • INDÚSTRIA GAÚCHA
    A atividade da indústria no Estado do RS avançou 6,1% em julho, em relação ao mesmo mês do ano passado. Dos 17 setores industriais pesquisados, apenas quatro tiveram retração.
  • SÓ NA QUARTA-FEIRA
    O ministro mais antigo do STF, Celso de Mello, tem nas mãos a responsabilidade de desempatar o placar sobre a possibilidade de pelo menos 11 condenados no processo do mensalão apresentarem novos recursos. Seu voto, a ser divulgado na próxima semana, ficou para 4ª feira.
  • GERDAU
    A CASE STUDIES, revista editada pela Insight Comunicação em parceria com a FGV Management, escolheu o estudo de caso da Gerdau, elaborado pela MaxiMarket Gestão do Reconhecimento como um dos DESTAQUE TOP CASE da edição número 100 dessa publicação.
  • IEE
    No próximo dia 16, o presidente da Triunfo Participações e Investimentos S.A, Carlos Bottarelli, participará do jantar-debate semanal do Instituto de Estudos Empresariais (IEE). O tema do encontro: Triunfo: grandes desafios, soluções inteligentes. O evento, fechado para associados do IEE, ocorre às 19h, no Novotel Três Figueiras.

FRASE DO DIA

A VERDADE DEVE TER ESCRAVOS E NÃO DONOS.

C. MAIA