Artigos Anteriores

ACHADOS E PERDIDOS

ANO XIV - Nº 007/14 -

TELEFONEMA

Ontem, por volta da meia noite recebi um telefonema do Departamento Nacional de ACHADOS E PERDIDOS, dando conta de que lá se encontrava a minha ESPERANÇA DE UM BRASIL MELHOR, que depois de muita procura já havia dado como definitivamente perdida.

CÁRMEN LÚCIA

Antes mesmo de agradecer pela informação tratei de perguntar quem a havia encontrado e em que estado ela estava. Gentilmente, a atendente disse que quem a encontrou foi uma senhora chamada  Cármen Lúcia. No entanto, pelo que descreveu, percebi que ela estava muito debilitada e que a sua recuperação depende de forte tratamento de choque.

ACOMPANHADA

Antes de desligar ainda perguntei se esta senhora chamada Cármen Lúcia estava sozinha quando encontrou a minha debilitada Esperança. Não, ela estava acompanhada de outra senhora, chamada Rosa Weber, e mais quatro senhores: Luiz Fachin,  Luiz Fux, Roberto Barroso e Alexandre de Moraes.

AGRADECIMENTO

Satisfeito com a notícia corri para o depósito de ACHADOS E PERDIDOS. Ansioso, queria ver como seria o encontro com aquele sentimento que já não imaginava vivo. Enquanto me deslocava para o endereço do DNAP fiquei imaginando como poderia agradecer pela gentileza que estas seis pessoas tiveram de fazer a entrega, ainda que mutilada, da minha ESPERANÇA.

GRUPO DOS ONZE

Pois, ao me apresentar no guichê do Depto. Nacional de Achados e Perdidos fiquei sabendo que a entrega da minha ESPERANÇA não foi uma tarefa fácil. No boletim que os entregadores preencheram consta que o grupo era formado por onze pessoas, sendo que cinco delas só se interessaram em chutar para a sarjeta a minha pobre e desmilinguida Esperança.

ESCORE APERTADO

Entendi, com absoluta clareza, que a minha Esperança só foi devolvida (ou entregue) porque a maioria do grupo dos onze votou a favor. Isto, infelizmente, não me fez bem. O apertado  escore que acabou por definir uma simples atitude mostra que estamos longe de viver num país de gente honesta. Foi neste momento que me passou pela cabeça se, realmente, valeria a pena levar a minha ESPERANÇA de volta para casa...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESPAÇO PENSAR+

    Eis o artigo do pensador Marcelo Aiquel, com o título -A ÓPERA BUFA (OU, O TEATRO DO STF):

              Não festeje muito, pois o “pau que bate em Chico, também bate em Francisco”.

             Todos viram o quanto é inconfiável a nossa Suprema Corte. Um palco de vaidades absolutas, onde os Ministros derretem-se frente às câmeras e – cada um, por sua vez – quer mostrar mais conhecimento, mais saber jurídico. E nada de bom senso.

             Escolhidos de maneira completamente frágil, são indicados de forma pessoal e – com raras exceções – ficam à mercê dos interesses do seu “padrinho”.

             Não fosse o grande clamor popular, somado ao recado objetivo (e assustador) dos chefes das forças armadas, e o resultado de ontem seria outro.

             Tivemos Ministros refletindo sobre o “sexo dos anjos”; Ministros “inventando” liminares intermináveis; Ministros destilando indignação contra as pressões recebidas. Como se isto não fosse inerente ao cargo público que optaram por seguir!

             Enfim, tivemos um julgamento que levou quase 12 horas para decidir o óbvio. Ululante!

             Quanto tempo perdido. Quanta encenação.

             E, não se sinta vingado. Pois o baile continua e a orquestra é a mesma que “desafinou” ontem, quando alguns quiseram dar a um condenado, a sobrevida.

             Não fosse – repito – o receio de intervenção militar, e hoje a festa seria em outro endereço.

             Portanto, muito cuidado ao louvar um Supremo inconfiável!

  • MIX DE LOJAS BOULEVARD

    A rede Boulevard está recebendo novidades no seu mix de lojas. O Boulevard Laçador ganhou uma unidade da Gourmet Popcorn, marca que trabalha com pipocas produzidas artesanalmente em Gramado; enquanto, no Boulevard Assis Brasil, foram inauguradas a loja Sport Grenal, que oferece artigos esportivos dos times Grêmio e Inter, e o Café Au Lait, na praça de alimentação.

  • FÓRUM DA LIBERDADE

    O Fórum da Liberdade proporciona debates entre grandes palestrantes e fomenta alternativas objetivas e viáveis para equacionar os problemas do Brasil e da América Latina. Sua principal característica são as discussões entre as personalidades convidadas para o evento. Esses conferencistas, de renome nacional e internacional, mediante a visão de tendências mundiais, trazem diferentes perspectivas para o Brasil do futuro.

    Vai ficar de fora? Se inscreva usando o código "pontocritico" e garanta seu desconto. http://forumdaliberdade.com.br

FRASE DO DIA

Esse não é o país que quero deixar para os meus filhos: um paraíso de homicidas, estupradores e corruptos.

Min. Roberto Barroso