Artigos Anteriores

ABERTA A SAFRA DE APAGÕES

ANO XIV - Nº 007/14 -

PRONTA PARA SER COLHIDA

A safra de APAGÕES está pronta para ser colhida no nosso pobre Brasil. Por ser abundante, a colheita promete se prolongar por vários anos. E desta vez, pelo visto, o governo não fará qualquer discriminação. Como não quer ver ninguém se queixando, todos os setores de atividade econômica deverão ser atingidos.

ADUBO INFALÍVEL

O adubo que o governo resolveu usar para promover os mais diversos APAGÕES é antigo. Tem na sua fórmula, como se sabe, o componente mais eficaz e infalível do mundo: o INTERVENCIONISMO. E, para não deixar dúvidas de que dará certo, a dose que vem sendo aplicada é cavalar.

NOVIDADE

A grande novidade que o governo Dilma está apresentando no menu dos mais diversos APAGÕES é o grau de grandeza. A partir de agora, quem vai dizer qual o mais sério é o cidadão. Ele é quem vai eleger o maior, o mais importante. Tudo dependerá, exclusivamente, da sua maior ou menor necessidade. Que tal?

MAIOR DE TODOS

Nas áreas de infraestrutura os APAGÕES já são conhecidos. Não são poucos nem pequenos e, inclusive, já vem sendo colhidos ao longo das últimas décadas. É o caso das estradas, portos, aeroportos, etc. Mas agora, para tornar insignificantes esses APAGÕES, o governo colocou no forno o maior de todos: o APAGÃO DA ENERGIA. Hors Concours, gente.

ELETROBRÁS

Para evitar especulações a respeito, desta vez o governo Dilma usou a Bolsa de Valores como janela de transparência. Quem duvida do APAGÃO basta olhar para as cotações das ações da Eletrobrás. A queda de mais de 50% do preço das ações da estatal em poucos dias revela o tamanho da encrenca.

PERCEPÇÃO EQUIVOCADA

O mais interessante nisso tudo é que o povo está vibrando com a proposta populista adotada pelo governo para promover o APAGÃO: a redução do valor da conta de luz em até 28%. A falta de educação e/ou conhecimento da sociedade impede a percepção de que vai pagar (menos) por algo que simplesmente não vai existir. Pode?

O PROBLEMA É O SOFÁ

Comparando o preço de energia em vários países fica evidente que o tamanho dos impostos é que torna a nossa energia extremamente cara. Como não consegue convencer os governadores a reduzir o elevadíssimo ICMS da conta de luz, Dilma resolveu acabar com a geração, transmissão e distribuição de energia no Brasil. Ou seja, a solução encontrada foi tirar o sofá da sala...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • APAGÃO DOS COMBUSTÍVEIS
    A Petrobrás estuda (pela enésima vez) elevar em até 15% os preços da gasolina e do diesel no próximo ano. Segundo informa a Folha de São Paulo, a empresa analisa se a alta será de uma só vez, de 12% a 15%, ou se será dividida em duas, em fevereiro e em agosto.
  • APAGÃO DE JUSTIÇA
    Ontem, o bicheiro Carlinhos Cachoeira foi pra casa. Ou seja: criminoso, no Brasil, não fica na prisão. Até porque nem prisão existe...
  • APAGÃO DE ÉTICA
    Ontem, o Senado aprovou projeto que livra os parlamentares de pagar Imposto de Renda não recolhido sobre o 14° e o 15° salários entre 2007 e 2011. A cobrança no período chega a R$ 64 mil para cada senador, excluídos juros e correção monetária. Que tal?
  • APAGÃO DA PREVIDÊNCIA
    Todos querem acabar com o Fator Previdenciário. Mas ninguém se interessa em saber como será pago o rombo que a medida vai promover nas contas da Previdência. É duro, não?

FRASE DO DIA

O BRASIL NÃO É PARA PRINCIPIANTES.

Tom Jobim