Artigos Anteriores

A TRANSFORMAÇÃO EM ANDAMENTO

ANO XIV - Nº 007/14 -

PROPÓSITOS

Nenhum governante de qualquer país deste mundo é capaz de promover mudanças de uma hora para outra. A não ser nos casos de invasão, ou pelo efeito das guerras, onde o vitorioso trata de implementar imediatamente seus propósitos.

CONTINUIDADE

Portanto, em condições normais de democracia, onde os governantes são substituídos de acordo com a vontade dos eleitores, as mudanças só podem acontecer a longo prazo. Isto tudo, naturalmente, se houver a continuidade do mesmo líder no governo e/ou permaneçam por muito tempo seus objetivos e a aplicação da cartilha de seu partido.

CONSTRUÇÃO

A construção dos processos que mudam as atitudes, comportamentos e propósitos de um povo depende exclusivamente da firmeza da disciplina ideológica imposta pelo governante. E para tanto o tempo é importante para a formação das novas gerações para que pensem de acordo com a vontade dos líderes. Todos devem ser bem educados e preparados para o novo regime.

MATÉRIA PRIMA

Quanto pior for a matéria-prima humana, em termos de conhecimento e escolaridade, melhor será para a cooptação e/ou a necessária lavagem cerebral (já em andamento) dos envolvidos no processo de transformação sócio-político-cultural. O que no Brasil já é um prato cheio, diga-se de antemão.

MELHOR PRODUTO

Considere-se também que o caríssimo programa Bolsa Família caiu como uma luva para que tal processo surta um brutal efeito em termos de prazos. Que já serão bem mais curtos do que se imaginava. Aí está, pois, o grande produto que poderá levar o atual governo a atingir seus objetivos com grande rapidez. Sem qualquer ameaça de ser interrompido.

EXEMPLO VENEZUELANO

Já sei que escrever sobre esta lógica, que está sendo implementada, sempre gera alguma desconfiança. Muitos entendem que há exageros, visão distorcida e excesso de preocupação. No entanto, os venezuelanos também pensavam assim até perceberem que as atitudes de Chávez eram mesmo para valer. Coisa que agora já não tem volta.

PAGAR PARA VER

Gente: uma coisa é certa. Ajudado pelos resultados que estão sendo colhidos com a boa administração da macroeconomia do Brasil, muita gente está vibrando e deixando de lado tudo isto que está vindo por trás. Uma forma hábil e inteligente que o governo encontrou para arrancar aplausos e concordância daqueles que ainda vão perder muito. É pagar para ver.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • MERCOPAR 2007
    O SIMECAN está coordenando a presença das empresas associadas em mais uma edição da Mercopar, Feira de Subcontratação e Integração Industrial que acontece nos pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul, de 23 a 26 de outubro. As empresas Biometal, CEL, Digiport, Inelbra, Metalmolas, Omnitec, SIGA, Sulpol, Sulforja, SMC, Urano e Ziemann Liess irão fazer parte da ILHA SIMECAN, que conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Canoas e do Sebrae/RS.
  • MISSÃO FEIRAS NA ÁSIA
    Buscar novas oportunidades de negócios, mostrar o potencial da indústria local, conhecer tecnologias e verificar de perto como os concorrentes estão trabalhando nos outros países são alguns dos objetivos propostos pela MISSÃO FEIRAS NA ÁSIA coordenada pelo SIMECAN. O grupo, composto por empresários e representantes do Poder Público, viaja neste final de semana para as feiras de eletrônicos Taitronics, em Taiwan, a Hong Kong Electronics e a Electronic Asia, ambas em Hong Kong.
  • PACOTE FISCAL DO RS
    O presidente da Federasul, José Paulo Dornelles Cairoli, disse que a proposta do governo de ampliar a carga tributária prejudica o desenvolvimento do Estado, leva à informalidade e provoca desemprego. A Federasul classificou como equívoco do pacote apresentado pelo governo a proposição de aumento das alíquotas do ICMS.
  • IMPACTO
    -A FIERGS alerta que o verdadeiro impacto da proposta do governo de elevação do ICMS, anunciado ontem, é muito maior do que parece. Por exemplo, o acréscimo da alíquota básica de 17% para 18% significa um aumento de 5%. Já o reajuste da energia elétrica comercial será de 20%. Entre os campeões de majoração está o Gás Natural Veicular (GNV) que terá um impacto de 108,3% ao passar o ICMS de 12% para 25%. Os aumentos atingirão toda a sociedade.
  • VOCÊ SABIA...
    ... que a Aracruz possui escritórios comerciais em Hong Kong e Pequim (China), Miami (Estados Unidos) e Nyon (Suíça)? O objetivo destas unidades é facilitar o comércio da produção de cerca de 3 milhões de toneladas anuais de celulose, distribuídas para clientes localizados na Europa (39% do total), América do Norte e Latina (36%) e Ásia (25%).

FRASE DO DIA

NÃO FORTALECERÁS A DIGNIDADE HUMANA SE SUBTRAÍRES AO HOMEM A INICIATIVA E A LIBERDADE.

A. Lincoln