Artigos Anteriores

A REFORMA DAS REFORMAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

PRIMEIRA TEMPORADA

Encerrada mais uma Temporada da Série -FORA TEMER-, que a Rede Globo pagou alta soma para poder divulgar todos os capítulos -em primeira mão- (direitos reservados), proponho a todos os brasileiros, -sensatos- que voltem seus olhos e ouvidos, com o máximo possível de atenção e responsabilidade, para a necessária e inadiável REFORMA DA PREVIDÊNCIA. 

DEDICAÇÃO TOTAL

Bom mesmo seria se a mídia brasileira, em geral, notadamente aquela que é detentora de maior audiência, viesse a se interessar, com a mesma intensidade que dedicou para transmitir os capítulos da interminável novela -Fora Temer-, em informar e/ou ajudar a esclarecer o quanto é importante esta sempre adiada Reforma da Previdência. 

MAIOR INJUSTIÇA DO PLANETA

Ainda que todas as injustiças devam ser punidas, independente de valor, é inquestionável o FATO de que nossa Previdência Social representa a MAIOR INJUSTIÇA SOCIAL deste planeta. Além de privilégios absurdos que precisam ser atacados, somem-se os fantásticos ROMBOS que as DUAS PREVIDÊNCIAS (setor público - PRIMEIRA CLASSE- e setor privado -SEGUNDA CLASSE-) produzem nas contas públicas. 

MINI-SÉRIE PARA TV

Como tenho dedicado inúmeros editoriais com temas que julgo como realmente importantes para o país, estados e municípios, como é o caso da PREVIDÊNCIA SOCIAL, faço aqui uma proposição a todos os novelistas que atuam nas principais redes de televisão: ajudem, por favor, nesta tarefa de esclarecimento público. Sugiro, por exemplo, uma MINI-SÉRIE mostrando o quanto a Previdência Social não só é absurdamente INJUSTA como, também, uma enorme fábrica de ROMBOS e PRIVILÉGIOS. 

MUTILADO

Já se sabe, infelizmente, que o projeto da REFORMA DA PREVIDÊNCIA, que está tramitando no Legislativo, nasceu tímido e raquítico. Como se não bastasse uma flagrante fraqueza, o projeto recebeu forte mutilação no percurso que leva ao plenário para ser votado. Pois, mesmo assim continua sendo alvo de críticas e/ou não aceitação por parte da turma da esquerda, que sofre de doenças mentais incuráveis. 

ROMBO DE 307,9 BILHÕES SÓ EM 2016

Volto a afirmar: o Brasil precisa urgentemente desta REFORMA para poder diminuir o ROMBO DAS CONTAS PÚBLICAS. Vejam que, enquanto o Ministério da Fazendo está fazendo de tudo para fechar o ano de 2017 com um ROMBO DE R$ 139 BILHÕES (será maior, infelizmente) nas contas públicas, só as DUAS PREVIDÊNCIAS,  em 2016 (ano passado), produziram um ROMBO de R$ 307, 9 BILHÕES. 

DESMEMBRANDO OS ROMBOS

Desmembrando este ROMBO MONUMENTAL (sempre crescente), para melhor e bom entendimento, eis: 

- Em 2016, o Regime Geral de Previdência Social (INSS) destinado aos trabalhadores de segunda classe (empresas privadas) com 100,6 milhões de participantes (70,1 milhões de contribuintes e 30,5 milhões de beneficiários) gerou um déficit previdenciário da ordem de R$ 152,2 bilhões (déficit per capita por participante de R$ 1.512,92).
- Em 2016 o Regime Próprio da Previdência Social destinado aos trabalhadores de primeira classe (servidores públicos) – União, 26 estados, DF e 2087 municípios mais ricos, com apenas 9,9 milhões de participantes (6,3 milhões de contribuintes e 3,6 milhões de beneficiários) gerou um déficit previdenciário da ordem de R$ 155,7 bilhões (déficit per capita por participante de R$ 15.727,27).

Detalhe: o RPPS (servidores púbicos) é 10,40 vezes mais grave do que RGPS (aposentados pelo INSS).

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • TAXA DE DESEMPREGO NOS EUA

    Nos EUA, o mercado de trabalho de julho mostrou criação líquida de 209 mil vagas de trabalho, resultado acima do esperado pelo mercado (180 mil). A taxa de desemprego recuou para 4,3%, ante 4,4% no mês anterior.

  • REFORMA TRABALHISTA

    A CDL Porto Alegre receberá o Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico Ricardo Gomes (integrante do Pensar+) em sua reunião-almoço de Diretoria, no dia 7 de agosto, na sede da Entidade. O objetivo do encontro é promover um debate sobre os impactos da reforma trabalhista no varejo e na economia da Capital a partir das informações sobre os novos direitos e deveres de empresários e trabalhadores.   

  • NOVA DIREITA

    O "Guia bibliográfico da nova direita" está com nova tiragem. Conheça o ótimo livro de estreia do jovem Lucas Berlanza.( https://pag.ae/bcmFDVY)

    O que têm em comum personalidades tão multifacetadas quanto díspares como Edmund Burke, Friedrich Hayek, Ludwig von Mises, Olavo de Carvalho, José Guilherme Merquior, J. O. de Meira Penna, Raymond Aron, Roger Scruton, Russell Kirk, João Pereira Coutinho, Joaquim Nabuco, Carlos Lacerda, Bruno Garschagen, João Camilo de Oliveira Torres, Roberto Campos e Winston Churchill? Todos foram / são expoentes do pensamento liberal-conservador e estão “fazendo a cabeça” da nova geração de brasileiros.
    Louvado por figuras de relevo como Rodrigo Constantino (que assina o prefácio), Rodrigo Mezzomo (autor do texto das orelhas) e Alexandre Borges, que leram os originais, este “Guia bibliográfico da nova direita – 39 livros para compreender o fenômeno brasileiro”, livro de estreia do jornalista Lucas Berlanza, propõe-se a apresentar o processo de ressurgimento de uma direita no país por um compilado de ensaios sobre alguns dos clássicos do pensamento político ocidental, de autores já consagrados pelo tempo, mas também de outros em plena atividade criadora, num diálogo entre os mortos, os vivos e os que estão por nascer, dentro da lição fundamental do conservadorismo.
    A Resistência Cultural cumpre o seu papel ao entregar ao leitor um antídoto contra a insanidade mental dominante, dos que odeiam a divergência e sequer imaginam que a Verdade é patrimônio de todos e de ninguém.

FRASE DO DIA

Não acredite em tudo que você ouve. Existem sempre três lados de uma história: o seu, o dos outros e a verdade.