Artigos Anteriores

A PALAVRA -LIBERDADE- PROVOCA SURTO JURÁSSICO

ANO XIV - Nº 007/14 -

SURTO JURÁSSICO

No nosso empobrecido Brasil, por incrível que possa parecer, quando a palavra -LIBERDADE- é pronunciada, os incorrigíveis políticos/eleitores do PT, PSOL, PDT, PCB, PCdoB e PSB (partidos que integram o Foro de São Paulo), simplesmente entram em SURTO JURÁSSICO e, de pronto, começam a ter sérias convulsões. 

MP DA LIBERDADE ECONÔMICA

Ontem, por exemplo, a turma do PDT, liderada pela lamentável deputada Tabata Amaral (pupila do também lamentável Ciro Gomes), depois de várias noites sem conseguir dormir, entrou com uma ADI -Ação Direta de Inconstitucionalidade- contra a MP da LIBERDADE ECONÔMICA, alegando, 1- que a medida não é urgente; e 2- que a mesma afeta os direitos sociais dos brasileiros. Pode?

GIANLUCA LORENZON

Ao tomar conhecimento da Ação Direta de Inconstitucionalidade da MP movida pela deputada Tabata Amaral, que não suporta ouvir nem ler a palavra LIBERDADE, o incrédulo diretor federal de DESBUROCRATIZAÇÃO do Ministério da Economia, Gianluca Lorenzon, um dos responsáveis pela construção da MP da LIBERDADE ECONÔMICA, usou a sua conta no facebook para se manifestar. Eis o que disse Gianluca, com total razão:

ACELERA A ECONOMIA

Vocês sabem que eu sou da área técnica e nunca fui de nenhum partido político. Para justificar a urgência da MP da LIBERDADE ECONÔMICA juntamos dezenas de estudos empíricos, publicados em grandes revistas internacionais, que demonstram como melhorar a liberdade econômica CIENTIFICAMENTE acelera a economia, diminui o desemprego e ajuda a dar resultado nos investimentos de tecnologia e educação. Com 13 milhões de desempregados, se uma iniciativa dessas não é urgente, então o que seria?

DIREITOS SOCIAIS

Mais:  nenhuma parte da MP da LIBERDADE ECONÔMICA toca nos direitos sociais. Longe disso: estudos mostram como SAÚDE, EDUCAÇÃO E MORADIA são mais acessíveis se o país tem mais LIBERDADE ECONÔMICA. Sequer a MP mexe nos direitos trabalhistas. Ela é toda voltada para a desburocratização dos PEQUENOS, pois os grandes já possuem escritórios de despachantes.

A VER...

O que mais preocupa é que a ADI proposta pelo PDT foi distribuída, no STF, para decisão liminar do péssimo ministro Lewandowski, que comunga dos mesmos propósitos daqueles que integram o Foro de São Paulo. Ainda assim o que se vê no ambiente do Legislativo é que muitos congressistas estão empolgados com a oportunidade de melhoria aos brasileiros. Vamos ver  no que vai dar...

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • ESPAÇO PENSAR+

    A propósito, eis o comentário do pensador Roberto Rachewsky a respeito da ADI:

    O PDT do Ciro Gomes e da Tabata Amaral entrou com uma ADI no STF contra a MP da Liberdade Econômica do Gianluca Lorenzon.

    Alegaram, incrivelmente, que ela não seria urgente e poderia prejudicar direitos sociais.

    Nada mais fácil do que rebater isso.

    A urgência é evidente porque a vida é curta e só se vive uma vez.

    Com a burocracia que temos que cumprir para podermos realizar nossos sonhos e propósitos, com a voracidade que os burocratas tentam nos impedir de chegar lá, precisaríamos de mais tempo do que a realidade nos permite viver.

    Ser feliz é URGENTE e ninguém tem o direito de nos impedir.

    Não existe direito social mais importante do que ser livre para buscar a própria felicidade como melhor lhe aprouver..

    Não existe direito social mais importante para se alcançar o estado de felicidade que se deseja do que ser livre para produzir os valores que garantirão o próprio sustento e a realização dos propósitos que nos farão felizes.

    O problema aqui é que os políticos do PDT não sabem o significado de vida, liberdade, valor e felicidade como nós liberais sabemos.

FRASE DO DIA

A alegria que se tem em pensar e aprender faz-nos pensar e aprender ainda mais.

Aristóteles