Artigos Anteriores

A ORDEM É NÃO MORRER NA PRAIA

ANO XIV - Nº 007/14 -

OPORTUNIDADES PERDIDAS

Aqueles que se propõem a estudar a verdadeira história do nosso empobrecido Brasil sabem muito bem que em várias oportunidades estivemos muito perto da possibilidade de mudar para melhor a vida dos brasileiros em geral.

MORRENDO NA PRAIA

Ainda que algumas boas medidas conseguiram emplacar, o fato é que as mais importantes, do tipo que certamente fariam do Brasil um -PAÍS DE PRIMEIRO MUNDO-, aí, nas poucas vezes que resolvemos atacar os grandes problemas acabamos sempre MORRENDO NA PRAIA.

DUAS DOENÇAS GRAVES

Para facilitar a vida dos interessados nas CAUSAS da nossa ineficiência, tudo aquilo que o Brasil já poderia ter feito e resolvido, simplesmente não aconteceu porque o povo se deixou contaminar pelo POPULISMO. Este potente vírus escancarou várias doenças, das quais duas delas produzem forte destruição do tecido cerebral: a MIOPIA ECONÔMICA/SOCIAL e a IDEOLOGIA SOCIALISTA.

PROGRAMA ECONÔMICO E SOCIAL

Pois, para alegria dos brasileiros cansados de tanto insucesso, a excelente equipe econômica do governo Bolsonaro escreveu e desenhou (para aqueles que o analfabetismo funcional não permite a interpretação) um programa -ECONÔMICO E SOCIAL- sob medida, com o  propósito de tirar o Brasil do imenso atraso provocado pelas terríveis e violentas doenças contraídas ao longo do tempo.

GUARDIÕES DAS DOENÇAS

A situação do paciente Brasil é de uma gravidade tal que não se resolve com uma ou duas cirurgias, pois todos os órgãos estão fortemente contaminados. E, na maioria deles as CORPORAÇÕES , os grandes GUARDIÕES DAS DOENÇAS, não admitem, em hipótese alguma, qualquer CORTE E/OU AMPUTAÇÃO.     

NADAR PARA CHEGAR VIVO NA PRAIA

Como cabe a equipe econômica, além de escancarar o sério diagnóstico e, a partir daí propor medidas realmente salvadoras,  quem deve dar o devido consentimento é o povo, mesmo que isto contrarie a vontade de muitos de seus representantes. 

Ora, se nas vezes anteriores acabamos sempre MORRENDO NA PRAIA, desta vez, pelo resultado das urnas, o povo brasileiro parece disposto a NADAR PARA CHEGAR VIVO NA PRAIA. Que tal?

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • MARK MOBIUS

    Em entrevista que concedeu ao jornal Valor, o manager Mark Mobius, que durante décadas chefiou o braço dedicado a mercados emergentes na Franklin Templeton e agora fundou a própria gestora, a Mobius Capital Partners, disse: - o Brasil está perto de uma virada na economia. Ao ser perguntado se está otimista com o Brasil, mesmo com a possibilidade de a reforma da Previdência não ser concluída neste ano, Mobius respondeu: - Acho que a reforma da Previdência é importante, mas não é vital. É importante e é bom que seja feito, e em algum momento a reforma da Previdência terá de ser feita, mas não será tudo. O mais importante são as OUTRAS COISAS, como diminuir a burocracia e tornar mais fácil para os investidores virem ao país, segurança jurídica e todos esses outros fatores que eu citei. Também é fundamental para o país avançar na educação. O grau que se puder melhorar o sistema educacional será essencial para o desenvolvimento do país.
     

  • BNDES

    A turma da esquerda brasileira segue pregando que a REFORMA PREVIDÊNCIA é ruim para o Brasil, mas se mantém CALADA diante da hecatombe que promoveram no BNDES. Nada dizem quando aos R$ 2,3 bilhões de dívidas atrasadas que o BNDES tem para receber de Cuba, Venezuela e Moçambique.

    De acordo com o jornal Estado de S.Paulo, o risco de os países não pagarem as dívidas fez com que o banco estatal registrasse perdas de R$ 4,4 bilhões no balanço financeiro de 2018, divulgado na última semana. Caso os países não honrem o pagamento, a União terá de cobrir o calote.

    Os empréstimos foram feitos durante as gestões petistas no Executivo. Os governos dos ex-presidentes petistas Lula e Dilma Rousseff fomentaram os financiamentos do banco em obras no exterior.

    Esses financiamentos do BNDES no exterior são cobertos pelo Tesouro Nacional por meio do FGE (Fundo de Garantia à Exportação). O atraso no pagamento das dívidas desses 3 países já resultou em uma indenização de R$ 1,3 bilhão para o BNDES. O Orçamento de 2019 estima R$ 1,5 bilhão de despesas do FGE.

     

  • AUSTRINHO NO FÓRUM DA LIBERDADE

    AUSTRINHO - o personagem da escola austríaca de economia vem aí! Inspirado em ajudar adultos e crianças de todos os estilos de vida a construir seu caráter, vencer desafios e alcançar o sucesso com liberdade de empreender e prosperar. Como tal, AUSTRINHO, um projeto do Instituto de Formação de Líderes de São Paulo (IFL-SP) estará presente  no Fórum da Liberdade em Porto Alegre, nos dias 8 e 9 de abril.

  • SORTEIO - FÓRUM DA LIBERDADE

    O PONTOCRITICO.COM está sorteando duas cortesias para o FÓRUM DA LIBERDADE.   Os  primeiros que enviarem um e-mail respondendo porque querem assistir ao Fórum serão contemplados.

FRASE DO DIA

O coletivismo em proporções mundiais parece inconcebível, a não ser para atender aos interesses de uma pequena elite dirigente.

Frédéric Hayek