Artigos Anteriores

A NAU DOS INSENSATOS

ANO XIV - Nº 007/14 -

TERRORISTAS

Os governadores dos Estados brasileiros simplesmente enlouqueceram. E com a loucura adquirida, decidiram que vão incendiar as já esfrangalhadas cortinas do país. Insensatos. No afã de obterem os recursos da Lei Kandir que o governo federal está dificultando, regiram estupidamente com a decretação do fim da isenção do ICMS aos exportadores. Resultado: vão colher o fim das exportações. Junto com elas também teremos o fim dos empregos nas empresas que exportam e das que não exportam. Irresponsáveis, querem ignorar que o noticiado crescimento dos empregos no Brasil, aqueles com carteira assinada, só ocorreu graças ao setor exportador.

A IMPORTÂNCIA DAS EXPORTAÇÕES

Quando o governo, finalmente, se convenceu que precisava soltar as amarras da burocracia, o que só conseguiu fazer em parte até agora, o saldo da balança comercial passou imediatamente a responder com valores positivos, assim como também ocorreu com o saldo do nosso conta-correntes. Portanto, não há quem discuta que o resultado das exportações foi mais do que importante, foi decisivo, para sustentar algum crescimento no nosso PIB, na nossa renda.

CICLO DE PROBLEMAS

Sem levar isto em conta, os governadores resolveram atemorizar o setor exportador e querem por querem acabar com tudo que existe de bom. Ao afirmarem que precisam do imposto, não vão ter pela falta de atividade. Ao dizerem que querem empregos, estes já deixarão de existir pela falta de venda de produtos. Vamos entrar, gente, num ciclo vertiginoso de problemas sociais motivados pela insensatez dos governadores. Jamais deveriam usar este expediente para forçar a barra junto ao governo federal. E, mesmo que funcione para a obtenção de eventual êxito, terão deixado o terror bem espalhado, na certeza de que poderá sempre ser usado este método lamentável. É o fim da picada.

É SÓ IMPOSTO

Só para deixar claro àqueles que, por ventura, estejam solidários com os governadores: Se houver a compensação por parte de governo federal, o ICMS que deixa de ser recolhido nos Estados não deixa de existir para os contribuintes. Ele só está sendo substituído por um outro imposto, federal, invisível, de igual valor. Ou seja, com a permanência da absurda Lei Kandir, nós é que pagamos os impostos que os importadores não devem pagar. É muita esperteza.

MERCANTILISMO

A prova clara de que não há capitalismo neste país é o que está acontecendo em Porto Alegre, nos postos de combustíveis. Mercantilistas puros, os donos dos postos não querem conviver com prática de concorrência no livre mercado. Embora não haja provas da formação cartel dos postos, o que depende de denúncia de algum prejudicado que esteja sendo pressionado a participar do alinhamento dos preços dos combustíveis , a manobra está mais do que clara.

PODERIA SER EVITADO

Esta irracionalidade, misturada com ganância, levou ao Ministério Público a obter liminar que define uma margem máxima de 14,5% na venda dos combustíveis. Por enquanto são quatro postos atingidos e creio até deve cair a liminar. Se é lamentável que tenha sido preciso fazer a intervenção, coisa sempre nojenta, por outro lado, pela insistente recusa ao capitalismo, estas coisas acontecem. E que poderiam ser evitadas.

MOSTRATEC

No dia 24 foi o lançamento, à imprensa, da 20ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) e do 12º. Seminário Internacional de Ciência e Tecnologia (Siet)., em Novo Hamburgo, RS, com a presença de representantes de empresas que irão oferecer prêmios aos alunos vencedores na Mostratec. Entre elas, a Altus, que está oferecendo o Prêmio Altus de Tecnologia aos alunos que estiverem matriculados na Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha e que apresentarem o projeto que obtiver a maior pontuação na classificação geral, durante a 20ª MOSTRATEC. Mais informações sobre a 20ª MOSTRATEC, que acontece de 07 a 12 de novembro de 2005, no site da Escola Técnica Liberato www.liberato.com.br

LIVRO

A escritora Maria Beatriz Papaléo lança o livro - Vovô Bigode às Voltas com a Teiniaguá - no próximo dia 29, sábado, às 18 hs. A sessão de autógrafos acontece no pavilhão infantil da Feira do Livro. Nessa obra, voltada para o público infanto-juvenil, a autora traz novamente os simpáticos fantasminhas da família Treme-Treme que não arredam o pé do RS.

SEMINÁRIOS

A Deloitte realiza uma nova série de seminários, nos meses de outubro e novembro, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Campinas, para tratar de temas do interesse de um grande número de profissionais das áreas contábil, fiscal, financeira, jurídica, de recursos humanos e de departamento pessoal. Em Porto Alegre, acontece no dia 10 de novembro, no Tryp Hotel (Comendador Caminha, 42).

CICLO DE PALESTRAS

O Instituto Federalista convida para a segunda etapa do 1° Ciclo de Palestras Federalistas do RS. Local: Assembléia Legislativa do Estado do RS, PAlegre.Programação: Dia 27/10/2005, das 19h às 22h, \"Reforma Tributária: Uma visão Federalista\", com Alfredo Peringer - Membro do Conselho Consultivo do Instituto Federalista - IF - Brasil. E - A Criação de Novas Unidades da Federação no Brasil -, com Luiz Fernando de Moura Ramos - Advogado.Para confirmar sua presença use os seguintes e-> mails: anderlacer@federalista.org.br ou demouraramosadv@terra.com.br>

FÓRUM MUNDIAL DE TURISMO

A secretária de Turismo de Porto Alegre, Ângela Baldino, recebeu, no Rio de Janeiro, onde participa do Destination 2005 - IIº Encontro do Fórum Mundial de Turismo para a Paz e Desenvolvimento Sustentável, a confirmaçãode que a edição do evento em 2006 será em Porto Alegre.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

NÃO HÁ FORÇA SEM ASTÚCIA

N.Bonaparte