Artigos Anteriores

A MEIA SOLA E OS XINGAMENTOS

ANO XIV - Nº 007/14 -

O GRANDE CAOS

Quando ainda estava sendo discutido o projeto e a necessidade urgente de se fazer uma verdadeira reforma na Previdência Social, participei ativamente dando opiniões e fazendo críticas à timidez do texto que estava proposto, desenhado e defendido pelo atual governo. Não adiantou. Ficamos, infelizmente, com uma meia sola que de reforma nada tem. Já os xingamentos que recebi foram os mais diversos e mal educados possíveis. Todos com críticas fortes pela minha falta de sensibilidade humana e por pregar a retirada de direitos adquiridos dos atuais aposentados ou pretendentes a vestir o pijama.

AS QUATRO OPERAÇÕES

O governo, por outro lado, muito embora tímido nas suas pretensões, nem assim conseguiu aprovar no Legislativo o que havia proposto. O próprio senador petista Paulo Paim, do PT, vive se recusando a fazer contas, o que enseja admitir que o mesmo nunca soube as quatro operações. Agora, um ano após as mudanças, aí está para que todos entendam, o que representou a tal reforma mal feita: a Previdência está mais do que falida. Está cheirando mal e até o sistema de informática anda enojado e sem vontade de trabalhar, mostrando mais desrespeito ainda para com os contribuintes. Gente, é déficit para mais de metro. É de arrepiar os cabelos, fazer as malas e sair correndo

DESAFORO

O caixa do Tesouro, que jamais deveria ser utilizado para cobrir as contas da Previdência continua fazendo o equivocado papel que deveria ficar reservado exclusivamente às contribuições do sistema. Mas nem isso foi entendido pelos deputados e senadores que ainda estão querendo piorar as coisas aprovando a tal de PEC paralela. Gente, creio que ainda há tempo. Não para corrigir o desaforo, mas para fugir daqui. Em 2030, ou daqui a 25 anos, o número de beneficiados chegará a 46 milhões de pessoas, e os gastos representarão 9,2% do PIB. Com estas informações já sei: vou receber mais insultos que das vezes anteriores.

REFINARIA IPIRANGA

Confirmando o que escrevi mo mês anterior, a Refinaria Ipiranga mostrou agora no seu balanço, ontem divulgado. Com capacidade para refinar 17 mil barris/dia, refinou somente 10,3 mil/dia. Tudo porque o dumping da Petrobrás impediu a produção, que se continuasse acontecendo seria altamente prejudicial à empresa por não ter como competir. Resultado: a viabilização da refinaria só é possível pela prestação de serviços à Petrobrás. Não se trata de parceria, mas de contratação da empresa que ficou incapaz de competir. É dose.

ESTAMOS QUASE FORA

O presidente da Câmara Americana de Comércio, Tom Donohue, deu uma declaração forte a respeito da formação da ALCA. Pra ele o governo Bush deveria retomar o empenho pela criação da Área de Livre Comércio das Américas com ou sem o Brasil e a Argentina. E até propôs que o Congresso dos EUA aprove um acordo, já negociado, com 05 países centro-americanos, no começo de 2005. Tom acredita que tanto Brasil como Argentina acabarão ficando em posição de dificuldade caso não venham a aderir. Concordo e assino em baixo. Os demais vão entrar, podem ter certeza.

OPERAÇÃO

A Sonae Distribuição Brasil S/A informou que no dia 16 denovembro, em operação fora de Bolsa, a Sonae SGPS SA (holding), através de sociedade indireta (SC-Sociedade de Consultadoria, SA), adquiriu do Grupo Carrefour a participação de 22,37% por esta detida no capital daModelo Continente SGPS, SA (Modelo Continente, sub-holding controladora das operações no Brasil). O preço total pago ao Grupo Carrefour, somou 345 milhões de euros, oque corresponde a um preço por ação de 1,40 de euros. Em execução do mesmo contrato, a Sonae adquiriu ao Grupo Carrefour a titularidade de diversas marcas, incluindo a marca \\\"CONTINENTE\\\" para uso no território português.

AS VANTAGENS DAS CONCESSÕES

Não houve mortes nos acidentes ocorridos nos 993 quilômetros sob a administração do Univias entre a ida e o retorno do feriado de 15 de novembro. Somando as ocorrências dos três pólos (de Caxias do Sul, deLajeado e Metropolitano), houve uma redução em 35% no número de feridos este ano - 17 contra 26 no ano anterior. O número de acidentes reduziu em 12,5%em relação ao mesmo período do ano passado. Aí está uma prova concreta de que rodovias concedidas e administradas corretamente aumentam a a segurança dos usuários. Portanto, é preciso aumentar o número de concessões.

FESTIVAL DE TURISMO

Mais de 10 mil profissionais estarão presentes, de amanhã, 18, até 21 de novembro, em Gramado, ao 16° Festival do Turismo de Gramado. Com o tema: Desenvolvimento Tecnológico e Econômico ? Turismo e Cidadania -, o evento promete repetir o sucesso da edição passada. Por se tratar de uma das maiores feiras do segmento na América Latina, deve gerar bons negócios. A Feira deste ano terá 18 mil metros quadrados de área, reunindo 1800 empresas. A participação internacional também será significativa, com 35 países presentes no evento.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

FRASE DO DIA

NÃO ENTRO PARA CLUBES QUE ME ACEITAM COMO SÓCIO.

Groucho Marx