Artigos Anteriores

A HORA DAS REFORMAS

ANO XIV - Nº 007/14 -

SITUAÇÃO DIFERENTE

Se por um tempo alguns governantes europeus conseguiram relativizar o quanto a crise financeira estava dificultando a rolagem das dívidas públicas de seus países, hoje a situação não mais permite este comportamento.

DESCUMPRIMENTO GERAL

Mesmo que um ou outro país europeu apresente, em termos comparativos, um DÉFICIT menos deplorável, uma coisa é mais do que certa: nenhum daqueles que fazem parte da Zona do Euro está cumprindo o Pacto de Estabilidade e Crescimento, que consta no Tratado de Roma.

SANÇÕES

De acordo com aquele documento, todos os países da União deveriam evitar DÉFICITS PÚBLICOS superiores a 3% do PIB; e DÍVIDA PÚBLICA superiores a 60% do PIB. Quem viesse a descumprir qualquer uma (ou ambas) das cláusulas ficaria sujeito ao pagamento de multas e/ou outras sanções.

WELFARE STATE

Como a maioria dos países europeus é adepta do WELFARE STATE, ou Estado de Bem Estar Social, o frenético aumento das despesas públicas, promovidas principalmente por governos socialistas, ultrapassaram a receita obtida com impostos arrecadados junto aos cidadãos.

FALÊNCIA

Com isso, o ESTADO-PROVIDÊNCIA, que coloca o ESTADO como agente protetor e defensor da sociedade só poderia ter o destino agora alcançado: a falência.O problema ganha maior gravidade porque as parcerias feitas com os sindicatos vai dificultar, de todas as formas, o corte de gastos e/ou a revisão das despesas. Ou seja, depois de concedido o benefício, por mais injusto e incapaz de ser pago, a sua remoção é muito difícil.

PROTESTO INÚTIL

Há quem imagine, e não são poucos, que indo às ruas para protestar faz com que o dinheiro apareça, o WELFARE seja mantido e tudo fique resolvido para todo o sempre. Quem tem a cabeça no lugar e os pés no chão, no entanto, sabe que isto é uma balela. Inútil, melhor dizendo.

APRENDER A LIÇÃO

Como se vê, até que os cidadãos europeus se conscientizem, definitivamente, de que as reformas são absolutamente necessárias, muita água ainda vai rolar. Tomara que o Brasil aprenda esta lição o mais rápido possível. Enquanto é tempo.

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • NINGUÉM AGUENTA
    Os próprios senadores do PDT, como é o caso de Cristovam Buarque (DF) e Pedro Taques (MT) pediram o afastamento de Carlos Lupi. Que tal?
  • COMÉRCIO VAREJISTA
    O comércio varejista da região metropolitana de São Paulo faturou R$ 12,3 bilhões em agosto, valor 0,3% inferior ao registrado no mês anterior, de acordo com levantamento da Fecomércio-SP.
  • PIB DE 2009
    O PIB brasileiro teve, em 2009, variação negativa de 0,3% em relação ao ano anterior, segundo revisão definitiva divulgada hoje pelo IBGE. Em março de 2010, quando foi anunciado pela primeira vez, a economia havia caído 0,2%. Segundo o estudo, a economia cresceu 4,7%, em média, durante o período de 2004 a 2007 e avançou 5,2% em 2008.
  • SHERATON PORTO ALEGRE
    Após três anos e meio à frente do Sheraton Porto Alegre, Hernán Binaghi se despede do hotel para assumir o mesmo cargo no Westin Resort & Spa Playa Conchal, na paradisíaca Costa Rica. Quem aterrissa do Sheraton RJ, para comandar a unidade gaúcha, é Solange Minassian.

FRASE DO DIA

NÃO PUNINDO A SAFADEZ SIGNIFICA QUE ESTÁ SENDO AUTORIZADA.

Cidadão brasileiro