Artigos Anteriores

A GRANDE CAUSA

ANO XIV - Nº 007/14 -

EDUCAÇÃO

Quem tem algum discernimento sabe o quanto a EDUCAÇÃO é responsável pelo desenvolvimento de uma nação. Assim, quanto melhor a qualidade da EDUCAÇÃO, mais o povo terá condições para conseguir melhorar a renda e a qualidade de vida.

 

MATÉRIA PRIMA

Como a grande -MATÉRIA PRIMA- de um país é o seu povo, para que ela se transforme em algo realmente útil e de boa qualidade é necessário que seja constantemente -lapidada-. Esta lapidação, ou preparação da MATÉRIA PRIMA, como se sabe, se faz por ensinamento da leitura, da ciência e do comportamento.

 

 

 

CAPACITAÇÃO

Portanto, países cujos governantes se dedicam a dar uma boa EDUCAÇÃO aos seus povos mostram ser mais capacitados para produzir produtos e serviços competitivos e de boa qualidade. Ou seja, a EDUCAÇÃO é, como referi no primeiro bloco, a grande responsável pelo desenvolvimento de qualquer Nação. 

SUBDESENVOLVIMENTO PARA SEMPRE

Pois, depois de ler o relatório da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgado ontem pelo IBGE, fiquei mais do que convencido de que o BRASIL, pelo resultado apresentado, continua fazendo de tudo para permanecer, eternamente, no SUBDESENVOLVIMENTO.

 

13 MILHÕES DE ANALFABETOS

Vejam que em 2013 o Brasil registrou 13 milhões de analfabetos com 15 anos ou mais. Este contingente de pessoas, por exemplo, supera a população da cidade de São Paulo (11,8 milhões) e representa 8,3% do total de habitantes do país.

PÁTRIA EDUCADORA

Atenção: segundo o relatório é considerado analfabeto quem não é capaz de ler nem de escrever um simples bilhete. Que tal? Agora, o mais revoltante:  o BRASIL - PÁTRIA EDUCADORA-, é a oitava maior população mundial de adultos analfabetos. Pode?  

FERRAMENTA DEFEITUOSA

Como a lapidação da matéria prima -CONHECIMENTO- se dá através do ensino, onde a ferramenta principal é representada pelo PROFESSOR, o resultado do relatório identifica, claramente, que essas CHAVES-MESTRAS se mostram muito defeituosas.

Ora, como os professores do ensino público, principalmente, são de péssima qualidade, o produto (aluno) que se prepara para a vida profissional acaba sendo descartado pelo mercado de trabalho. Como não consegue ser reciclado, por falha da ferramenta (professor), o seu destino, infelizmente, é o lixo. 

Assine a Newsletter do Ponto Crítico

MARKET PLACE

  • FOMC

    Ontem, o Fomc, Comitê de Política Monetária do Fed (EUA) decidiu por manter a taxa básica de juros no intervalo entre 0% e 0,25%. O comunicado manteve a posição de que a autoridade monetária espera novos avanços do mercado de trabalho e sinais de que a inflação esteja em convergência à meta de 2% para poder iniciar o processo de normalização monetária

  • OPINIÃO DO POVO?

    O Congresso Nacional convoca o povo brasileiro para dar opinião sobre como poderia ajudar no ajuste fiscal, com base nos seus gastos com pessoal, conforme abaixo:

    Quantitativo de pessoal: Câmara dos Deputados, Senado Federal e Tribunal de Contas da União em Janeiro de 2015 possuíam 32.585 trabalhadores de primeira classe (22.306 ativos e 10.279 inativos) com salário médio mensal de R$ 17.579,00.

    Os gastos totais com pessoal de fevereiro de 2014 até janeiro de 2015 (12 meses) foi de R$ 8,2 bilhões.

    Nota: Todas as informações estão disponíveis no Boletim Estatístico de Pessoal, com base em janeiro de 2015 e publicado pelo Ministério do Planejamento. (Ricardo Bergamini).

  • DIA DAS CRIANÇAS

    Os gaúchos pretendem gastar, em média, R$ 71,28 com o presente para o Dia das Crianças nas lojas da Capital. É o que indica a pesquisa de intenção de compra encomendada pelo Sindilojas Porto Alegre e pela CDL Porto Alegre. A expectativa é introduzir R$ 58,45 milhões no comércio pela data comemorativa. Em relação ao ano passado, a projeção prevê uma redução de 6% na movimentação financeira, sem considerar a inflação do período.

    De acordo com os dados apurados, a classe A pretende gastar, em média, R$ 183,00; a classe B R$ 151,67; a classe C R$ 79,44; a classe D R$ 72,73, e a classe E R$ 57,33. Diante do cenário atual de instabilidade econômica, o levantamento revelou que a classe C é a que menos pretende diminuir o investimento, reduzindo apenas 2,5%. Por sua vez, as classes D e E, são as que mais devem cortar os gastos, 30% e 21%, respectivamente. Já os consumidores das classes A e B afirmaram que vão comprar presentes 10% e 9% mais baratos, respectivamente.

    Além disso, o estudo aponta que 39% dos consumidores pretendem pagar o presente no cartão de crédito. Destes, 12% devem parcelar em apenas uma vez. Em segundo lugar, 33% da amostra, aparecem os que devem desembolsar o valor do presente em dinheiro, e na terceira posição do levantamento estão os que devem optar pelo pagamento no cartão de débito (27%).  

  • INSTITUTO DA CRIANÇA COM DIABETES

    O Jantar Ilhas da Gastronomia, realizado pelo Instituto da Criança com Diabetes (ICD) pelo sétimo ano consecutivo, é um evento de caráter solidário, em favor das crianças gaúchas com diabetes. O encontro beneficente está marcado para 8 de outubro, nos salões Leopoldina e Imperatriz da Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre, a partir das 20h30.
    Os diferentes pratos do cardápio do 7º Jantar Ilhas da Gastronomia serão preparados por alguns dos principais chefs e restaurantes de Porto Alegre, que estarão contribuindo sem custo para iniciativa. Eles formarão grupos com destacados cerimonialistas e empresas de eventos da cidade, que farão a decoração de cada ilha, em um trabalho também voluntário.
    Os convites para o jantar especial já estão à venda, com as patronesses do ICD e também diretamente no departamento de eventos do Instituto: telefone (51) 3341-2450. O preço é de R$ 180,00 por pessoa, com bebidas incluídas. A expectativa é de que cerca de 400 pessoas compareçam ao evento, que tem patrocínio da Icatu Seguros e apoio da Panvel.
     

FRASE DO DIA

Um homem não deveria nunca parar de aprender, nem no seu último dia.

Moses Maimonides